Mothercow: demo com promessa de um grande futuro

Resenha - Shotgun Bullets - Mothercow

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Maurício Dehò
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Num país de cultura sertaneja tão farta – claro que com elementos positivos e muitos outros negativos – é difícil acreditar que demorou tanto para uma banda de Metal vestir o chapéu de cowboy, absorver esse tipo de influência e resolver fazer um som inspirado no Southern Rock, no country e no "Metal pesado". Vindos de São Carlos, interior de São Paulo – de onde mais poderia ser? –, o Mothercow traz nesta demo um cartão de visitas que já deixa uma promessa de um grande futuro.
5000 acessosRock e Heavy Metal: E se as capas dos álbuns fossem honestas?5000 acessosPaulo de Castro: Baixos, guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?

"Shotgun Bullets" apresenta cinco faixas matadoras em que as combinações se juntam de um jeito peculiar e com muito sucesso. As influências são óbvias partindo do Southern Rock: Lynyrd Skynyrd, o Thrash do Pantera e o projeto country de Vinnie Paul e Dimebag Rebel Meets Rebel, as guitarras de Zakk Wylde e seu Pride & Glory, e o lado mais sujo da "música caipira estado-unidense".

O carro-chefe é a primeira faixa, que dá nome à demo com um clima totalmente "western". As linhas de guitarra e os riffs de Kenny e Danyel impressionam pela criatividade e o "punch". Somando isso ao vocal rasgado e violento de Guizão, um dos destaques do grupo, o trabalho deixa aquele gostinho, já na espera por um disco completo dos paulistas. Vale ouvir ainda "Back to the Roots" e o estilo balada-pesada de "Thing I Miss".

Resta pouco a dizer. Os caras realmente mostram que estão mergulhados de cabeça no estilo que tentam desenvolver de forma um tanto inédita no Brasil. Com o conhecimento e o talento que demonstram e uma gravação de primeira para o 'debut', não há dúvidas de que ouviremos falar ainda muito dos são-carlenses e de que veremos muitos chapéus de cowboy pela frente. Sucesso ao grupo!

Integrantes:
Guizão – vocal
Kenny – guitarra
Danyel – guitarra
BD – bateria

Track list:
1. Shotgun Bullets
2. Pussy Pearl
3. Back to the Roots
4. Troublemaker
5. Things I Miss

Myspace: http://www.myspace.com/mothercowband

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Shotgun Bullets - Mothercow

713 acessosMothercow: Rock'n'Roll e Country Music com uma veia Thrash

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Mothercow"

Rock e MetalRock e Metal
E se as capas dos álbuns fossem honestas?

Collectors RoomCollectors Room
Baixos, guitarras, calcinhas, e máquina de pinball do Kiss?

EnjauladosEnjaulados
Os crimes mais chocantes da história do rock

5000 acessosDinheiro não é tudo mas ajuda: 5 Rock Stars que nasceram ricos5000 acessosFotos de Infância: Steven Tyler, do Aerosmith5000 acessosSlayer: Tom Araya revela seus ídolos do baixo5000 acessosMastodon: veja fotos do casamento de Brent Hinds com brasileira5000 acessosOs diários secretos de Roger Waters5000 acessosMotorhead: Os inusitados lanches pós-show de Lemmy

Sobre Maurício Dehò

Nascido em 1986, é mais um "maidenmaníaco". Iniciou-se no metal ao som da chuva e dos sinos de "Black Sabbath", aos 11 anos, em Jundiaí/SP. Hoje morando em São Paulo, formou-se em jornalismo pela PUC e é repórter de esportes, sem deixar de lado o amor pela música (e tentando fazer dela um segundo emprego!). Desde meados de 2007, também colabora para a Roadie Crew. Tratando-se do duo rock/metal, é eclético, ouvindo do hard rock ao metal mais extremo: Maiden, Sabbath, Kiss, Bon Jovi, Sepultura, Dimmu Borgir, Megadeth, Slayer e muitas, muitas outras. E é de um quarteto básico que espera viver: jornalismo, esporte, música e amor (da eterna namorada Carol).

Mais matérias de Maurício Dehò no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online