Muzzarelas: dificilmente vai se encontrar Punk Rock melhor

Resenha - Beergod - Muzzarelas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Maurício Dehò
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Uma pizza de mussarela e cerveja. Para muitos pode ser a receita gastronômica do paraíso. Para esta banda, significa até mais: Muzzarelas é o nome, "Beergod" (Deus da Cerveja, em tradução livre), é o título do recente álbum lançado pelos paulistas de Campinas, o sexto numa carreira que já completou 17 anos de muita barulheira.
5000 acessosPink Floyd: dupla sertaneja desvirtua clássico da banda5000 acessosPhil Anselmo: mandou um "White Power" mas nega ser racista

Com um plantel experiente, em que o mais velho é o vocalista Alex, de 38 anos, eles lançam mais um disco nervoso, em que o principal é a pegada do Punk Rock, que se espalha por 19 faixas e, sempre com momentos muito diferenciados umas das outras, traz influências de Hardcore, Rock N' Roll e até Metal.

Mas o negócio da banda é o Punk mesmo, com as bases e estruturas simples, mas cheias de energia, faixas de curta duração, além de letras e execução despojadas. Para quem curte algo nesta linha, dificilmente vai encontrar algo de melhor por estas terras.

"Beergod" traz tudo o que foi citado, além da curiosidade de quatro sons que tem cerveja já no título. Vale ouvir com mais atenção sons como a puramente Punk "All Humans Are Gonna Die Tonight", a nervosa e em português "Desgraçado", e o Hardcore veloz e que dura segundos de "VxCxNxSxCx". Além disso, "Speed Metal Girl" traz uma sonoridade totalmente Rock N' Roll, com influências de Metal, em outro bom momento, um dos melhores.

Vale um destaque à parte ao vocal de Alex, agudo e rasgado, sempre bem agressivo. A banda como um todo – Stênio Niola e Flávio (guitarras), Daniel ET (baixo) e Victor Lirão (bateria) - também se apresenta muito bem. A produção, obviamente, é bem crua, com muito poucos detalhes que ficaram devendo.

Além da parte musical, o encarte também é de um trabalho muito bom, cheio de desenhos e caveiras semelhantes à que aparece na capa.

Resta pouco a dizer. Na simplicidade que se faz um bom Punk Rock e, com as influências adicionais da banda, adicionada à pegada furiosa, a receita é certeira e deve ser ainda melhor para quem tiver a oportunidade de acompanhar a estes malucos na estrada! Altamente recomendado.

Site oficial: http://www.muzzarelas.com.br

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Muzzarelas"

Pink FloydPink Floyd
Dupla sertaneja desvirtua clássico da banda

Phil AnselmoPhil Anselmo
Mandou um "White Power" mas nega ser racista

Iron MaidenIron Maiden
Versões mais pesadas para clássicos do Rock

5000 acessosRock e Heavy Metal: E se as capas dos álbuns fossem honestas?5000 acessosPaulo de Castro: Baixos, guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?5000 acessosEnjaulados: Os crimes mais chocantes da história do rock5000 acessosLed Zeppelin: "foi surreal cantar com eles", diz Myles Kennedy5000 acessosLacuna Coil: detonando os que falam besteira pela internet5000 acessosMetal brasileiro: Os verdadeiros heróis do Heavy Metal

Sobre Maurício Dehò

Nascido em 1986, é mais um "maidenmaníaco". Iniciou-se no metal ao som da chuva e dos sinos de "Black Sabbath", aos 11 anos, em Jundiaí/SP. Hoje morando em São Paulo, formou-se em jornalismo pela PUC e é repórter de esportes, sem deixar de lado o amor pela música (e tentando fazer dela um segundo emprego!). Desde meados de 2007, também colabora para a Roadie Crew. Tratando-se do duo rock/metal, é eclético, ouvindo do hard rock ao metal mais extremo: Maiden, Sabbath, Kiss, Bon Jovi, Sepultura, Dimmu Borgir, Megadeth, Slayer e muitas, muitas outras. E é de um quarteto básico que espera viver: jornalismo, esporte, música e amor (da eterna namorada Carol).

Mais matérias de Maurício Dehò no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online