Ari Koivunen: Heavy Metal feito para vender muito

Resenha - Fuel For The Fire - Ari Koivunen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

9


Enquanto eu rachava o bico vendo algumas performances na versão brasileira do programa "Ídolos" (cá entre nós... dá para contar nos dedos de uma mão os aspirantes a cantores que realmente merecem atenção), na Finlândia um garoto fazia sucesso no "Idols" local tocando versões de hard-rock e heavy metal. Era Ari Koivunen, que acabaria se sagrando vencedor do concurso (que teve Tarja Turunen como uma das juradas). Ari participa há algum tempo de concursos de karaokê, e sagrou-se campeão de uma empreitada mundial do tipo em 2005. Na verdade, a única razão pela qual você está lendo essa resenha é porque se procurar por algum vídeo do rapaz nos canais competentes verá que ele é bom mesmo. Tem potencial, ainda precisa desenvolver, mas definitivamente o cara sabe cantar. E para chamar mais a atenção, Ari em seu primeiro CD (o prêmio por sua vitória no concurso) não escreveria uma música, apenas se manteria como intérprete. Gente como Timo Tolkki (Stratovarius), Tony Kakko (Sonata Arctica), Marco Hietala (Nightwish) e músicos do Thunerstone, Lordi e várias outras bandas estariam envolvidas na composição de temas para este trabalho. Logo, valeria conferir o primeiro registro de Ari em CD, mesmo que ele não tenha sido parte do processo de composição.

Pondo o CD para rolar, segue-se uma sucessão de clichês, mas muito bem colocados: "Gods Of War" é puro heavy anos 80, enquanto "Hear My Call" tem uma pegada melódica cativante. A faixa título impressiona pelo ritmo cadenciado, enquanto que "Don´t Try To Break Me" tem leves influências do Accept. Tolkki comparece com a bonita balada "Angels Are Calling", enquanto que Marco Hietala assina a lenta "Our Beast". Sobre Ari, podemos dizer que o rapaz tem uma bela voz (um típico cantor de metal melódico), escorado por uma produção de alto nível. Pena que vários bons músicos não tiveram a mesma chance que ele...

publicidade

Quem curte o metal melódico em todas as suas vertentes tem aqui um prato cheio: "Losing My Insanity" lembra os bons momentos do Stratovarius, "Stay True" é um hard/heavy competentíssimo, enquanto que "Stormwind" nos brinda com as guitarras galopantes no melhor estilo Iron Maiden. Como bônus o CD traz a faixa "Heiki Do", cantada em finlandês.

Nitidamente o CD foi feito para vender horrores, compilando o que de melhor podemos encontrar no metal atualmente. Porém não deixa de ser um grande trabalho, feito com muito profissionalismo e que irá com certeza permitir que Ari apareça para vários fãs. Um belo início, mas resta ver o que irá acontecer com esse finlandês quando ele tiver que caminhar com as próprias pernas. Vale conferir, se você curte metal.

publicidade

Ari Koivunen – Fuel For The Fire
2007 – Sony Music (Importado)

Faixas:
God Of War
Hear My Call
Fuel For The Fire
Don´t Try To Break Me
Angels Are Calling
I Fly
Our Beast
Stay True
Losing My Insanity
Stay True
Stormwind
Heartstealer
Heikki Lyo

Site Oficial: http://www.arikoivunen.fi




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Liga a TV: músicos que foram revelados em programas de televisãoLiga a TV
Músicos que foram revelados em programas de televisão


Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback

Cradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religiãoCradle Of Filth
Dani Filth explica seu conceito de religião


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin