Amorphis: o que há de mais pesado e melódico

Resenha - Silent Waters - Amorphis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Amorphis nunca lançou um álbum tão rapidamente. Nem bem se passou um ano do excelente "Eclipse" e os finlandeses já estão soltando "Silent Waters", prova de que o conjunto definitivamente deu a volta por cima de todos os problemas de alguns anos atrás, está reenergizado e, o melhor, mantendo a inspiração lá em cima ao fundir o que há de mais pesado com o que há de mais melódico em termos de Heavy Metal.
5000 acessosLemmy Kilmister: "Estou pronto para morrer. Minha vida foi boa"5000 acessosDinheiro não é tudo mas ajuda: 5 Rock Stars que nasceram ricos

Mestres em seu ofício, "Silent Waters" é um produto que só comprova o quão original este grupo ainda consegue soar, postura realmente difícil de sustentar por muito tempo em pleno século XXI. O disco está algo mais obscuro, opressivo e melancólico que seu antecessor, e mantém uma grande variedade entre suas canções, indo de momentos realmente acessíveis, passando por arranjos mais climáticos e ainda com características da música extrema. Neste aspecto, as vocalizações de Tomi Joutsen continuam elegantes e versáteis, geralmente seguindo por linhas melódicas ou realmente serenas, mas novamente também flertando com o lado ríspido da coisa.

Recheado de ocasiões intensas, a primeira metade do CD tende a ser mais agressiva, onde a fusão de distorção e melodias da sinistra "Weaving The Incantation" e "A Servant" (com vozes realmente guturais) até remetem parcialmente aos velhos tempos do Amorphis. Mas o grande destaque mesmo é a canção "Silent Waters", com ótimas vozes, arranjos impressivos de pianos, teclados e guitarras. Como sempre, os refrões são poderosos - que o digam "Her Alone", a emocionante "The White Swan" e a própria faixa-título.

"Silent Waters" talvez seja o álbum que muitos dos fãs do Amorphis estivessem esperando desde o começo da década. Irresistível pela grande escala de emoções que transmite e indicadíssimo a qualquer um que seja eclético e aprecie uma mescla uniforme e viajante de Death, Progressivo, Folk, Metal Tradicional, e ainda sem pudores quando arriscam algo mais voltado ao mainstream. Desde já mais um dos grandes álbuns de 2007 - inclusive na categoria “Melhor Capa”!

Formação:
Tomi Joutsen - voz
Tomi Koivusaari - guitarra
Esa Holopainen - guitarra
Niclas Etelavuori - baixo
Santeri Kallio - teclados
Jan Rechberger - bateria

Amorphis - Silent Waters
(2007 - Nuclear Blast Records / Rock Brigade Records - nacional)

01. Weaving The Incantation
02. A Servant
03. Silent Waters
04. Towards And Against
05. I Of Crimson Blood
06. Her Alone
07. Enigma
08. Shaman
09. The White Swan
10. Black River

Homepage: www.amorphis.net

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Amorphis"

HailMetal.comHailMetal.com
Os cinqüenta melhores álbuns de Death Metal

Arte GráficaArte Gráfica
Designer brasileiro cria versões para clássicos

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Amorphis"

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
"Estou pronto para morrer. Minha vida foi boa"

Dinheiro não é tudo mas ajudaDinheiro não é tudo mas ajuda
5 Rock Stars que nasceram ricos

Em 19/03/1982Em 19/03/1982
Randy Rhoads morre em um acidente de avião

5000 acessosGuitarristas: os maiores do Hard & Heavy segundo a revista Burnn5000 acessosAnitta: "Eu era roqueira. Comecei no funk por destino."5000 acessosKiko Loureiro: filha ajuda o guitarrista a aprender "Holy Wars"5000 acessosSlipknot: "Metalhead? Não, sou Ph.D. em Rock & Roll!"5000 acessosLamentável: CBGB vai reabrir como reduto de roquistas coxinhas5000 acessosKiss: O que Gene Simmons faria se fosse presidente?

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online