Resenha - Pedal To The Metal - Impellitteri

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8


Chris Impellitteri falou pra todo mundo que "Pedal To The Metal", álbum lançado originalmente em 2004 e que agora chega ao Brasil, seria um disco de new metal. Eu não sei o que ele considera "new metal", mas o fato é que a sonoridade apresentada nas dez faixas do CD não tem praticamente nada a ver com o som de grupos como KoRn, Slipknot, Linkin Park e Limp Bizkit, os principais nomes do gênero.

Fotos de Infância: Joey Jordison e Corey Taylor, do SlipknotCachês: nova lista revela quanto embolsam astros do Rock e Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mesmo assim, é fato que este novo caminho sonoro seguido pelo Impellitteri não tem muito em comum com os trabalhos anteriores do grupo, de discos como "Screaming Symphony" e "Eye Of The Hurricane", lançados em 1996 e 1998, respectivamente. O que não quer dizer que seja ruim, muito pelo contrário.

O que se ouve em "Pedal To The Metal" é um heavy metal moderno, pesado e direto, repleto de melodia e refrãos extremamente grudentos, tudo isso executado por uma senhora banda, onde o destaque, além de Chris, é o excelente vocalista Curtis Skelton, herdeiro do posto que já foi de gigantes como Graham Bonnet e Rob Rock.

Todas as músicas apresentam um excelente nível de qualidade, com destaque para a abertura com "The Iceman Cometh", a melodiosa "The Kingdom Of Titus" (que, tirando o fato de ser um plágio escancarado de "Pinball Map", do In Flames, é uma ótima canção), o hardão "Hurricane", "Crushing Daze", a chiclete de ouvido "Propaganda Mind" (talvez a melhor do CD) e a bem humorada "Punk", que lembra os crossovers promovidos pelo Anthrax com nomes como o Public Enemy, por exemplo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Pedal To The Metal" é um excelente álbum, muito bem produzido, com uma ótima capa e uma banda formada por grandes músicos. É daqueles discos que quem nunca ouviu heavy metal tem tudo pra gostar, ao mesmo tempo em que não faz feio com fãs veteranos da música pesada. É uma pena que um trabalho com um nível de qualidade como esse não tenha alcançado uma exposição maior, mas vale a dica: se você encontrar, compre na hora.

Faixas:
1. The Iceman Cometh
2. The Kingdom Of Titus
3. Dance With The Devil
4. Hurricane
5. Crushing Daze
6. Destruction
7. Judgement Day
8. Punk
9. Propaganda Mind
10. The Writing's On The Wall

Nota: 8


Outras resenhas de Pedal To The Metal - Impellitteri

Impellitteri: história consolidada na cena Metal



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Impellitteri"


Heavy Metal: Alguns discos que são obras-primas pouco lembradasHeavy Metal
Alguns discos que são obras-primas pouco lembradas

Chris Impellitteri: mensagem desaforada para o KissChris Impellitteri
Mensagem desaforada para o Kiss


Fotos de Infância: Joey Jordison e Corey Taylor, do SlipknotFotos de Infância
Joey Jordison e Corey Taylor, do Slipknot

Cachês: nova lista revela quanto embolsam astros do Rock e MetalCachês
Nova lista revela quanto embolsam astros do Rock e Metal


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280