Resenha - Burden Of Truth - Circle II Circle

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Já notaram como de uns tempos para cá as bandas de heavy metal têm utilizado a religião para dar conceito a seus trabalhos? Virou quase uma moda falar de religião, das contradições e dogmas religiosos. Em todo caso, vale sempre dar uma conferida em CD’s conceituais, já que escrever várias músicas interligadas a um tema principal é algo complicado e desafiador para o artista. E não é diferente no caso de Zak Stevens, que chega ao terceiro CD de seu Circle II Circle procurando solidificar a sua banda, já que para muitos (e este que vos escreve) estamos apenas diante de mais uma sucursal do Savatage.
5000 acessosGhost: a banda também tem um comportamento incomum nos bastidores5000 acessosMarilyn Manson: isso é o que acontecia na tour de 1996

Se em seus CD’s anteriores (“Watching In Silence” e “Middle Of Nowhere”) Zak havia apenas mostrado bastante talento e bom gosto, neste a coisa continua igual, porém podemos dizer que esta é uma das melhores obras já compostas pelo vocalista (já que no Savatage ele não era parte do processo de composição). A ótima “Who Am I To Be?” (usando o “Código Da Vinci” como tema) inicia o CD com uma mescla de metal, rock e grandiosidade (remete ao bom “Wake Of Magellan”). “A Matter Of Time” é mais pesada e as guitarras soam fortes e poderosas, assim como a cativante “Heal You” e a novamente pesada “Revelations”. Jon Oliva co-assina várias faixas, o que reforça a tese de que o Savatage é uma família, e esta banda é mais uma de suas ramificações.

Este sem dúvida é o melhor CD do Circle II Circle, e o que mais absorve elementos do Savatage, como a agressiva “Evermore”, a cadenciada ”Messiah” e a hard “Sentenced”. Se por um lado Zak se aproxima de sua ex-banda, por outro o faz com extremo bom gosto e talento, mostrando que merecia já ter tido chance de por suas músicas no Savatage. No mais, um bom CD de heavy metal com nuances prog, mas bem discretos.

Este CD e o novo de Jon Oliva’s Pain só reforçam a tese do retorno iminente do Savatage aos palcos com Zak no vocal. Quem curte os trabalhos do vocalista irá adorar este aqui, mas se você tirar o nome Circle II Circle e colocar Savatage Featuring Zak Stevens o resultado será o mesmo.

Formação:

Zak Stevens – Vocal
Andy Lee – Guitarras
Paul Stewart – Baixo
Tom Drennan – Bateria
Evan Christopher – Guitarras

Faixas:

“Who Am I To Be?”
“A Matter Of Time”
“Heal You”
“Revelations”
“Your Reality”
“Evermore”
“The Black”
“Messiah”
“Sentenced”
”Burden Of Truth”
“Live As One”

Rock Brigade/Laser Company – 2006 (NACIONAL)

Site Oficial: http://www.circle2circle.net

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Burden Of Truth - Circle II Circle

3424 acessosResenha - Burden of Truth - Circle II Circle

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Circle II Circle"

Bill HudsonBill Hudson
Bangers do BR são persecutivos e têm baixa autoestima

Exportando metalExportando metal
Músicos brasileiros que atuam ou já atuaram em bandas gringas

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Circle II Circle"

GhostGhost
A banda também tem um comportamento incomum nos bastidores

Marilyn MansonMarilyn Manson
Isso é o que acontecia na tour de 1996

Black SabbathBlack Sabbath
Banda é inspiração para o Restart?

5000 acessos2016: os 5 discos mais decepcionantes de rock/metal do ano5000 acessosDave Mustaine: se rasgando em elogios para Kiko Loureiro5000 acessosLemmy Kilmister: Veja algumas das homenagens nas redes sociais5000 acessosPiercings: nem todo rockstar é capaz de usar, veja alguns5000 acessosSupla: "Papai é petista, mamãe é golpista e eu sou anarquista!"5000 acessosLed Zeppelin: a tragédia que inspirou a capa de um clássico

Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online