Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagem"Babá de Artista" do Rock in Rio diz que Iron Maiden não dá trabalho e são "gentleman"

imagemPrika: "Já esperava saída da Fernanda, mas só em longo prazo e não naquele momento"

imagemMetallica e as duas músicas do "Black Album" que retratam traumas de James Hetfield

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemDinho lembra quando entrevistou Robert Plant sem poder falar sobre Led Zeppelin

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemNando Reis e a enigmática música que ele queria usar para seduzir Marisa Monte

imagemTom Morello explica por que o RATM se reúne, mas não lança novas músicas

imagemDiscos do Sepultura serviram de inspiração para novo álbum do Soulfly? Max responde

imagemA sincera resposta de João Gordo para quem o acusa de ser "traidor do movimento"

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii com citação de canção soviética sobre defender a pátria

imagemRobert Fripp e a frase que Jimi Hendrix lhe disse que aqueceu seu coração

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel


Stamp

Resenha - No Direction Home: The Soundtrack - Bob Dylan

Por Rodrigo Werneck
Em 14/05/06

Nota: 8

Um músico tão genial quanto polêmico, capaz de gerar manifestações de amor e ódio em iguais proporções. Este é Bob Dylan, ponto focal do documentário "No Direction Home", de Martin Scorsese, cuja trilha sonora é apresentada na forma deste sétimo e mais recente volume da série de "piratas oficiais".

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Bob Dylan, cujo nome real é Robert Allen Zimmerman, não apenas alcançou o status de ser um dos principais músicos a surgirem nos últimos 50 anos como "performer", mas também - e até principalmente – o de grande compositor. Muitos não admiram seu tom de voz por demais anasalado, mas um fato inquestionável é a qualidade de suas músicas. Dessa forma, artistas de todos os estilos já gravaram suas composições, entre eles Jimi Hendrix, Grateful Dead, The Byrds, The Mamas & The Papas, Rod Stewart, Blackmore’s Night, Guns’n’Roses, Dave Matthews Band, e muitos, mas muitos outros.

Este CD duplo, lançado pela Sony/BMG, é muito mais um lançamento paralelo e complementar ao documentário homônimo, do que a sua trilha sonora. Na realidade as versões apresentadas são na sua quase totalidade diferentes das usadas no filme, e visam fornecer aos fãs do cantor, guitarrista e gaitista raridades do período inicial de sua carreira, com ênfase entre 1961 e 1966, ano de sua explosiva, lendária e revolucionária turnê britânica, que marcou época. 26 das 28 músicas incluídas nos dois CDs, apresentadas de forma cronológica, nunca haviam sido oficialmente lançadas antes (embora algumas delas tenham eventualmente aparecido em piratas). De certa forma, este lançamento funciona como uma espécie de resposta ao CD "The Beatles Anthology", que apresenta uma estrutura similar (ou seja, versões diferentes e raras de músicas de sucesso).

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Entre as pérolas apresentadas estão "When I Got Troubles", gravada em 1959 e sendo a primeira performance de uma música própria de Dylan, então com 18 anos de idade, registrada em fita (seu amigo de colégio Ric Kangas foi quem fez a gravação caseira). Uma das únicas músicas interpretadas por Dylan neste disco que não era sua composição, "This Land Is Your Land" (de Woody Guthrie) nos mostra um Dylan recém-chegado a Nova York e se apresentando no intimista Carnegie Chapter Hall, em 1961.

Logicamente, os grandes sucessos não foram esquecidos, tais como "Don't Think Twice It's Alright", "Masters of War", "Mr. Tambourine Man", "Blowin’ In The Wind", e "Like A Rolling Stone", mas as versões presentes são todas diferentes das já mais do que conhecidas, incluídas em outros lançamentos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Até a primeira música do segundo CD desta coleção, o que se ouve basicamente é Bob Dylan cantando e tocando violão, e às vezes gaita também. A partir da segunda música do CD 2, porém, é como se alguém colocasse o plug na tomada e as coisas ficassem "elétricas". Literalmente. Dylan com uma banda completa, a Butterfield Blues Band, contando com lendas como Mike Bloomfield na guitarra e Al Kooper no órgão. Um dos destaques deste segundo CD é a longa versão de "Desolation Row", com seus quase 12 minutos de duração. Nas últimas gravações incluídas, quem está na guitarra é Robbie Robertson, que coincidentemente já escreveu várias trilhas sonoras para outros filmes de Martin Scorsese ("Touro Indomável", "A Cor do Dinheiro", etc.).

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

O lançamento em si, luxuoso, foi felizmente respeitado em sua versão tupiniquim, incluindo não somente a caixa externa (a chamada "cardboard slipcase") como também o livreto de 60 páginas, que inclui textos de Andrew Loog Oldham (manager dos Rolling Stones nos anos 60), curiosas estórias contadas por Al Kooper, e comentários faixa-a-faixa de Eddie Gorodetsky. Além disso, estão presentes ficha técnica completa de todas as músicas, e uma enorme seleção de fotos da época.

Tracklist:

CD 1

1. When I Got Troubles (1959)
2. Rambler, Gambler (home recording)
3. This Land Is Your Land (live version)
4. Song To Woody
5. Dink's Song (home recording)
6. I Was Young When I Left Home (home recording)
7. Sally Gal (alternate take)
8. Don't Think Twice, It's All Right (demo)
9. Man Of Constant Sorrow
10. Blowin' In The Wind (live version)
11. Masters Of War (live version)
12. A Hard Rain's A-Gonna Fall (live version)
13. When The Ship Comes In (live version)
14. Mr. Tambourine Man (alternate take)
15. Chimes Of Freedom (live version)
16. It's All Over Now, Baby Blue (alternate take)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

CD 2

1. She Belongs To Me (alternate take)
2. Maggie's Farm (live version)
3. It Takes A Lot To Laugh, It Takes A Train To Cry (alternate take)
4. Tombstone Blues (alternate take)
5. Just Like Tom Thumb's Blues (alternate take)
6. Desolation Row (alternate take)
7. Highway 61 Revisited (alternate take)
8. Leopard-Skin Pill-Box Hat (alternate take)
9. Stuck Inside Of Mobile With The Memphis Blues Again (alternate take)
10. Visions Of Johanna (alternate take)
11. Ballad Of A Thin Man (live version)
12. Like A Rolling Stone (live version)

Site oficial: www.bobdylan.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Bob Dylan contou a Pete Townshend o motivo pelo qual ele não para de fazer shows

A resposta de Bob Dylan quando perguntado se ele é mainstream ou cult

Raul Seixas: O clássico inspirado em Dylan que driblou censura e criticou Roberto Carlos

O motivo de Bob Dylan considerar Rolling Stones "a maior banda do mundo"

Gregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

Bob Dylan explica a diferença entre suas composições e as de Paul McCartney

Dorsal Atlântica: "Cada favela é um Canudos eterno", diz Carlos Lopes

Bob Dylan: Doze músicas/álbuns listados por ele como suas inspirações

Bob Dylan fala sobre a importância da literatura em sua composição musical

As cinco bandas que Bob Dylan confessou que queria ter feito parte

Bob Dylan: 13 de suas melhores letras estranhas, segundo o site Dallas Observer

Morre Ronnie Hawkins, músico ligado à The Band, que tocou com Bob Dylan

Bob Dylan relembra o grande impacto que o lendário Robert Johnson teve sobre ele

Alice Cooper cita Bob Dylan e Mick Jagger para rejeitar a aposentadoria

O motivo de Bob Dylan considerar Rolling Stones "a maior banda do mundo"

UCR: Os 5 piores comerciais com astros do rock

Bob Dylan: as 10 melhores canções do compositor

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Rodrigo Werneck

Carioca nascido em 1969, engenheiro por formação e empresário do ramo musical por opção, sendo sócio da D'Alegria Custom Made (www.dalegria.com). Foi co-editor da extinta revista Musical Box e atualmente é co-editor do site Just About Music (JAM), além de colaborar eventualmente com as revistas Rock Brigade e Poeira Zine (Brasil), Times! (Alemanha) e InRock (Rússia), além dos sites Whiplash! e Rock Progressivo Brasil (RPB). Webmaster dos sites oficiais do Uriah Heep e Ken Hensley, o que lhe garante um bocado de trabalho sem remuneração, mais a possibilidade de receber alguns CDs por mês e a certeza de receber toneladas de e-mails por dia.

Mais matérias de Rodrigo Werneck.