Resenha - Shadow Of Sorrow - My Silent Wake

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

7


Oriundos da banda white Seventh Angel, os ingleses do My Silent Wake chegam a seu primeiro CD via Bombworks Records. Uma banda que possui fortes influências dos suecos do Candlemass... ou seja, doom metal na veia. Para ajudar na mistura, nuances do contraste de vozes femininas com vocais masculinos (algo que tem sido muito comum hoje em dia). O CD traz 9 faixas inéditas e duas re-editadas da primeira demo do grupo, que teve ótima repercussão na Europa e Estados Unidos.

O começo é bem Candlemass com a cadenciada "Shadow Of Sorrow". Riffs pesados, lentos, e cadenciados ditam o ritmo, assim como na empolgante "Burning" (que lembra o mais recente CD dos suecos). Já "Hunting Season" é doom puro, em seus 15 minutos de andamentos lentos e levadas arrastadas, com um resultado satisfatório.

publicidade

A banda mostra mais habilidade em compor temas mais suaves e menos longos, como "The Mist" e "Shadow Reprise", embora o peso de "The Lost" e a levada mais heavy de "Your Cold Embrace" sejam dignos de nota. Uma banda que começa com cuidado, ainda procurando seu estilo. Um segundo CD mais consolidado poderá mostrar ao que vieram os norte americanos do My Silent Wake.

publicidade

Formação:
Ian Arkey – Vocais/Guitarras
Andi Lee – Baixo/Guitarras
Jasen White – Bateria
Alan Southorn - Baixo
Jate Hamilton – Cello/Cordas

Bombworks Records – 2006
http://www.bombworksrecords.com
Canadá – IMPORTADO


Outras resenhas de Shadow Of Sorrow - My Silent Wake

My Silent Wake: Metal de qualidade, graças a Deus




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lista: clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1Lista
Clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1

Mike Portnoy: a reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream TheaterMike Portnoy
A reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream Theater


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin