Matérias Mais Lidas

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemAs 10 músicas mais estranhas do Guns N' Roses, em lista do Ultimate Classic Rock

imagemAs obscuras músicas favoritas do Red Hot Chili Peppers de John Frusciante

imagemMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas em dois dias

imagemA opinião de Dave Mustaine sobre a clássica "The Unforgiven", do Metallica

imagemGene Simmons sobre o Ramones: "Punk nos EUA não significava nada"

imagemCinco músicas lançadas após o ano 2000 que se tornaram clássicos do rock - Parte II

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell

imagemKiss: Fã de comédia romântica, Paul Stanley lista seus filmes preferidos

imagemBatera do Polyphia perde click e técnico salva marcando o tempo em sua perna

imagemDez clássicos do thrash metal que não foram gravados pelo "Big Four" - Parte I

imagemO hit do Engenheiros do Hawaii frequentemente confundido com confissão de aborto

imagemBlaze Bayley diz que um dos menores shows da carreira do Maiden foi o seu melhor

imagemIggor Cavalera relembra quando Max foi para delegacia e delegado palmeirense o salvou

imagemBruce Dickinson: curiosidades sobre a voz por trás do Iron Maiden


Dream Theater 2022

Resenha - Shadow Of Sorrow - My Silent Wake

Por Rafael Carnovale
Em 14/05/06

Nota: 7

Oriundos da banda white Seventh Angel, os ingleses do My Silent Wake chegam a seu primeiro CD via Bombworks Records. Uma banda que possui fortes influências dos suecos do Candlemass... ou seja, doom metal na veia. Para ajudar na mistura, nuances do contraste de vozes femininas com vocais masculinos (algo que tem sido muito comum hoje em dia). O CD traz 9 faixas inéditas e duas re-editadas da primeira demo do grupo, que teve ótima repercussão na Europa e Estados Unidos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O começo é bem Candlemass com a cadenciada "Shadow Of Sorrow". Riffs pesados, lentos, e cadenciados ditam o ritmo, assim como na empolgante "Burning" (que lembra o mais recente CD dos suecos). Já "Hunting Season" é doom puro, em seus 15 minutos de andamentos lentos e levadas arrastadas, com um resultado satisfatório.

A banda mostra mais habilidade em compor temas mais suaves e menos longos, como "The Mist" e "Shadow Reprise", embora o peso de "The Lost" e a levada mais heavy de "Your Cold Embrace" sejam dignos de nota. Uma banda que começa com cuidado, ainda procurando seu estilo. Um segundo CD mais consolidado poderá mostrar ao que vieram os norte americanos do My Silent Wake.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Formação:
Ian Arkey – Vocais/Guitarras
Andi Lee – Baixo/Guitarras
Jasen White – Bateria
Alan Southorn - Baixo
Jate Hamilton – Cello/Cordas

Bombworks Records – 2006
http://www.bombworksrecords.com
Canadá – IMPORTADO


Outras resenhas de Shadow Of Sorrow - My Silent Wake

Resenha - Shadow Of Sorrow - My Silent Wake

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.