Resenha - Anaclasis - A Haunting Gospel Of Malice And Hatred - Hate

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  


Apesar de estar na ativa desde 1990, os Poloneses do Hate só agora chegam ao seu terceiro álbum. Liderados por Adam Sinner (guitarras/vocais) , a banda tem feito vários shows pela Europa e tem obtido boa resposta por parte dos fãs e críticas. Numa tentativa de evolução musical, o trio (completado pelo baixista Cyprian e pelo baterista Hellrizer) procurou experimentar mais o uso de elementos eletrônicos, com fortes influências de bandas como Nine Inch Nails e Zyklon, sem perder sua pegada death/black característica.

publicidade

De fato as experimentações soam bem colocadas, como na faixa título, que abre o CD: riffs mais cadenciados, e os vocais agressivos e guturais de Adam, complementados pelo bom uso de teclados e samplers. "Necropolis" vem em seguida, e complementa o que foi apresentado anteriormente, com uma levada bem cadenciada, mas sem esquecer o tradicional dois bumbos e bateria insanos do estilo. Alguns flertes com o metal tradicional podem ser encontrados em "Malediction" e "Razorblade" (muito próximo ao Slayer da era "Show No Mercy").

publicidade

A banda procurou ser bem discreta no uso da eletrônica, mostrando que esse recurso está sendo experimentado gradativamente e com bastante parcimônia, coisa que deveria ser observada por muitos que gostam de enfiar um industrial sem procurar se adaptar corretamente. Bons exemplos ficam para a lenta "Immortality" e o encerramento com grande estilo em "Fountains Of Blood To Reach Heavens".

publicidade

A banda acertou em cheio ao ir modificando gradativamente seu estilo, pois consegue com isso manter sua identidade intacta, e ao mesmo tempo soar moderna. Uma boa lição de como experimentar sem se perder.

Material Cedido Por:
Listenable Records
http://www.listenable.net
França

Site Oficial: http://www.hatesatanic.org

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Axl Rose: Afinal de contas, o que houve com sua voz?Axl Rose
Afinal de contas, o que houve com sua voz?

Coincidências: Imagens usadas por grandes bandas em outras capas?Coincidências
Imagens usadas por grandes bandas em outras capas?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin