Resenha - Highest Hopes The Best Of - Nightwish

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Nightwish, em sua perfeita combinação de Heavy Metal com grandes teclados e vocais femininos líricos, soou original quando apareceu e com muita garra e talento foi galgando os degraus do sucesso mundo afora de forma bastante consistente, ao ponto de tornar-se merecidamente uma respeitável referência no cenário musical.
4014 acessosFinlândia: as dez melhores bandas de Heavy Metal do país5000 acessosGuns N' Roses x Nirvana: o que ocorreu em 1992?

Agora, quase oito anos depois de seu primeiro registro, estes finlandeses liberam sua primeira coletânea, que inclusive marca o fim da fase com a voz de Tarja Turunen na banda. A formação aqui se completa com o mentor e tecladista Tuomas Holopainen, responsável pelos arranjos e letras, Emppu Vuorinen na guitarra, o baterista Jukka Nevalainen, e inicialmente Sami Vänskä no contrabaixo, substituído posteriormente por Marco Hietala.

Como toda coletânea, “Highest Hopes: The Best Of Nightwish”, deixa naturalmente algumas ótimas canções de fora. Por exemplo, do debute “Angels Fall First” (1997), consta somente a veloz e até mesmo básica “Evenpath”, excluindo outras importantes faixas. A partir daí, a carreira do Nightwish realmente começa a tomar impulso com o lançamento do pesado e ainda mais melancólico “Oceanborn” (1998), sendo aqui representado pela bombástica “Stargazers”, “Sacrament Of Wilderness” e a belíssima balada “Walking In The Air”, cuja versão original é tema de “The Snowman”.

Seria impossível ficarem de fora clássicos do CD “Wishmaster” (2000), como a faixa-título e a triste “Dead Boy´s Poem", assim como as intensas “Bless The Child” e “Dead For The Word”, estas duas últimas do conturbado álbum “Century Child” (2002).

Com seu último registro de estúdio, o espetacular “Once” (2004), o Nightwish atinge de vez as grandes massas, estando presentes aqui as canções “Wish I Had An Angel”, com a agressiva voz de Marco dando uma força para Tarja, e o óbvio hit “Nemo”, com arranjos bem simples para os padrões do Nightwish.

De novidade para os fãs, apenas uma nova versão para “Sleeping Sun”, cujo resultado ficou tão bom quanto a original de 2000. Também há um cover para o Pink Floyd na faixa "High Hopes" (do álbum "Division Bell") com a voz de Marco Hietala, gerando obviamente algo bem mais pesado.

É uma boa coletânea que mostra algumas ótimas canções do Nightwish que, por mais bandas-clone que tenham surgido na esteira de seu sucesso, nenhuma chegou sequer perto do nível criativo destes finlandeses. Quanto ao futuro? Não creio que mude muita coisa, mesmo com outra pessoa cantando...

NIGHTWISH - Highest Hopes: The Best Of Nightwish
(2005 - Universal Music)

01. Wish I Had An Angel
02. Stargazers
03. The Kinslaye
04. Ever Dream
05. Elvenpath
06. Bless The Child
07. Nemo
08. Sleeping Sun (2005 Version)
09. Dead To The World
10. Over The Hills And Far Away
11. Deep Silent Complete
12. Sacrament Of Wilderness
13. Walking In The Air
14. Wishmaster
15. Dead Boy´s Poem
16. High Hopes

Site Oficial: www.nightwish.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

FinlândiaFinlândia
As dez melhores bandas de Heavy Metal do país

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

NightwishNightwish
Marido de Tarja Turunen responde a 150 perguntas dos fãs

Musos do Rock e Heavy MetalMusos do Rock e Heavy Metal
Agora é a vez das garotas!

Theatre of TragedyTheatre of Tragedy
Liv diz que foi demitida igual a Tarja no Nightwish

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Nightwish"

Guns x NirvanaGuns x Nirvana
Desentendimentos e um ferido em show de 1992

AC/DCAC/DC
Brian revela segredo obscuro de Angus Young

Iron MaidenIron Maiden
"Se as bandas de Metal mandassem no mundo..."

5000 acessosVocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rock5000 acessosPink Floyd: a história por trás de "Animals"5000 acessosFotos de Infância: Cliff Burton, do Metallica5000 acessosRob Halford: "Não sou o mesmo quando estou no palco!"5000 acessosAngra: Rafael dando aula de bateria para Bruno Valverde5000 acessosRush: Os álbuns favoritos do baixista Geddy Lee

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online