Resenha - Brasil Metal Union 2005 - Vários Artistas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


O Brasil Metal Union é, sem dúvida, o maior evento de heavy metal brasileiro. A cada ano toma proporções maiores, tanto em nível de produção estética como sonora, além de explorar com qualidade o cenário nacional, sempre com bandas de todos os estilos, vindas de todos os cantos do Brasil. E na edição de 2005 o evento contou com um 'cast' respeitável, com a verdadeira nata do metal brasileiro. Para efetivar uma divulgação maciça, foi lançando o CD "Brasil Metal Union 2005", uma espécie de coletânea com todas as bandas participantes da edição em questão.

Rammstein: "Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till LindemannThe Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E se o evento cresceu e se tornou algo de primeiro escalão, podemos dizer o mesmo desta coletânea. Não foi deixado de lado nenhum detalhe, e por muito pouco este disco não é um lançamento digno de prensagem industrial e distribuição por uma gravadora. Certamente não se tornou por opção da organização do evento, que teve como intenção apenas forçar que o festival fosse evidenciado.

Mas vamos direto ao CD. Comentar coletâneas é uma tarefa árdua, pois um simples deslize individual pode colocar por água abaixo toda a efetividade de um lançamento deste porte. Mas como as bandas participantes do BMU 2005 passaram por uma seleção rigorosa, tanto via voto popular como pela própria equipe organizadora, não temos aqui nenhuma banda fraca ou de qualidade duvidosa. O que acaba fazendo diferença de uma para a outra é apenas o nível de experiência em estúdio. Um exemplo disso é a banda Eterna. Já são alguns anos e alguns discos de experiência, e "Epiphany" (música) é um destaque absoluto. Uma banda de grande futuro e um dos maiores expoentes da cena progressiva/melódica nacional.

O Torture Squad aparece na seqüência com "Pandemonium", em sua versão ao vivo, a sair em CD e DVD em breve. Seguindo uma mesma linha thrash metal, "Mad Dragzter", de sua banda homônima é um forte nome em crescimento no cenário nacional. Ao Khallice, faltou um certo brilho na gravação do seu álbum, em comparação com as demais bandas. Mas de qualquer forma, é uma excelente banda de metal progressivo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Uma grata surpresa para mim é a próxima banda. A única que eu ainda não conhecia, a Malefactor. "Followers of the Falen" é sensacional, uma mistura com personalidade de death metal e melodias.

Encerrando as atividades, o Dark Avenger traz uma versão sem graça e ao vivo de "Symphonic as the Rain". Em contra-partida, o Wizards retorna ao cenário com um dos seus "novos" clássicos, "King Without a Crown". "Angel After Dark" traz um dark metal mais arrastado em moldes europeus, do Avec Tristesse, estilo que é pouco desenvolvido aqui no Brasil. E outra surpresa vem em seguida, os gaúchos da Burning in Hell, com um power metal simples, porém empolgante ao extremo em "Freedom" - uma banda de futuro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Já o Andralls ("Fear is my Ally") e Dragonheart ("Secret Cathedral") são nomes com carreiras já consolidadas. O Ocultan em "Ritual and Pleasure to the Bastard" mostra que falta pouco para atingir um nível satisfatório dentro do metal, precisando apenas caprichar em seu trabalho dentro de estúdio, com a produção.

Para finalizar, outra surpresa, a banda Toccata Magna. "Incognite Soul" é uma música com características e influências de muita originalidade e eficiência. Assim como o metal melódico das bandas Harllequin e Krusader, em "King of the Dead" e "Cerridween Winds" respectivamente. Se o CD estivesse disponível para venda, certamente seria um eficiente meio de você conhecer e apreciar o que o Brasil faz de melhor em heavy metal!

Site oficial: www.brasilmetalunion.com

Track-list:
01. Epiphany (Eterna)
02. Pandemonium (Torture Squad)
03. Mad Dragzter (Mad Dragzter)
04. Vampire (Khallice)
05. Followers of the Falen (Malefactor)
06. Symphonic As the Rain (Dark Avenger)
07. King Without a Crown (Wizards)
08. Angel After Dark (Avec Tristesse)
09. Freedom (Burning in Hell)
10. Fear is My Ally (Andralls)
11. Secret Cathedral (Dragonheart)
12. Ritual and Pleasure to the Bastard (Ocultan)
13. Incognite Soul (Toccata Magna)
14. King of the Dead (Harllequin)
15. Cerridween Wind (Krusader)

Material cedido por:
Heavy Melody Produções
http://www.heavymelody.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "BMU - Brasil Metal Union"


Andre Matos: Fotos raras e inéditas, fazendo cosplay de DetonatorAndre Matos
Fotos raras e inéditas, fazendo cosplay de Detonator


Rammstein: Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!, diz Till LindemannRammstein
"Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280