Resenha - Character - Dark Tranquillity

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Faria
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Os suecos do Dark Tranquillity são os meus favoritos dentro da chamada cena de Gotemburgo. Por isso, quando coloquei minhas mãos no novo álbum, 'Character', fiquei extremamente ansioso, porque temia a mesma situação ocorrida com o In Flames, ou seja, a vontade de crescer e alcançar mais fãs, pudesse ter feito a banda se perder no meio do caminho e com isso desagradar os fãs mais antigos. Como se diz lá fora, o Dark Tranquillity não está "selling out" - não se vendeu ou cedeu as pressões do mercado.

Dream Theater: o suposto plágio de música de Leandro & Leonardo?Sexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Meu medo era natural, depois do ótimo 'Damage Done', com os teclados assumindo um papel mais importante no som do Dark Tranquillity - o que não é um problema desde que seja usado sem tantos exageros, especialmente no "Death Metal Melódico". Mesmo com o EP aperitivo 'Lost To Apathy', que, aliás, tem na faixa-título o uso dos teclados na medida certa, eu não conseguia deixar de temer pelo pior.

O amadurecimento tanto nas letras cabeças de Mikael Stanne como na parte instrumental, mostra que o Dark Tranquillity conseguiu manter sua integridade inabalada. O disco é muito pesado sem deixar de ser melódico, com pitadas de experimentalismos aqui e ali, que contribuem para manter a modernidade do som, sem perder o vigor de sempre; tudo na dose certa. O vocal de Stanne está agressivo e mais rasgado que no álbum anterior, parecendo ser cuspido a toda raiva possível. A dupla de guitarristas Niklas Sundin e Martin Henriksson só evolui a cada disco; agressivos quando necessário, e melódicos em passagens que se casam perfeitamente com o trabalho inteligente do tecladista Martin Brändström. A 'cozinha' formada pelo baixista Michael Nicklasson e pelo baterista Anders Jivarp continua impecável come se vê logo na faixa 'Out Of Nothing'.

Difícil citar as melhores, o disco todo é muito bom, no entanto, 'Mind Matters', 'Dry Run', 'My Negation' e a já citada 'Lost To Apathy' vem à mente agora.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outro detalhe interessante é que a banda vem se dedicando a servir os fãs com produtos de qualidade - embalagens interessantes e cheia de atrativos. A versão digipack é simplesmente matadora, daquelas de deixar os colecionadores cheio de cuidados na hora de manusear. Além das 12 faixas, traz ainda o clipe para 'Lost To Apathy' e vídeos de 4 faixas gravadas ao vivo em 2004, na Coréia.

Dark Tranquility - 'Character' - Digipack -Century Media

1. The New Build
2. Through Smudged Lenses
3. Out of Nothing
4. The Endless Feed
5. Lost to Apathy
6. Mind Matters
7. One Thought
8. Dry Run
9. Am I 1?
10. Senses Tied
11. My Negation
12. Lost to Apathy (vídeo)

Live in Korea
14. Damage Done
15. The Wonders at Your Feet
16. Final Resistance
17. The Treason Wall


Outras resenhas de Character - Dark Tranquillity

Resenha - Character - Dark Tranquillity



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dark Tranquillity"


Metal sueco: site elege as dez melhores bandas da SuéciaMetal sueco
Site elege as dez melhores bandas da Suécia


Dream Theater: o suposto plágio de música de Leandro & Leonardo?Dream Theater
O suposto plágio de música de Leandro & Leonardo?

Sexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / MetalSexo e Satã
As mensagens subliminares em capas de Rock / Metal


Sobre Fábio Faria

"Maidenmaníaco" convicto, nascido em 1973, passou a escutar Rock com 10 anos de idade. Primeiro disco adquirido foi "Destroyer" do Kiss. Logo depois conheceu o álbum "Killers" do Iron Maiden, e a identificação foi instantânea. Curte todos os estilos e sub-estilos do Rock e do Metal. Sem preconceito, escuta desde Black Sabbath, Yes, Janis Joplin, Slayer, In Flames, Sex Pistols até Dream Theater, U2, Blind Guardian, Slipknot, Carcass, etc. Bandas favoritas: Iron Maiden e Beatles.

Mais matérias de Fábio Faria no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280