Resenha - Crossing The Seven Seas - Christmess

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando De Santis
Enviar correções  |  Ver Acessos


Formada em Itajaí, Santa Catarina, em meados de 2001, a banda Christmess sofreu várias alterações em seu line-up, até encontrar uma formação forte, com experiência e madura. Contando com Lúcio Goebel (vocal), Ozéias Rodrigues (guitarra e teclado), Marcello de Oliveira (baixo) e Fernando Stopassoli (bateria), o Christmess apresenta um heavy metal tradicional de muita qualidade e originalidade.

Separados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.Os Simpsons: bandas de Rock na versão amarela

A demo "Crossing The Seven Seas" conta com cinco composições, onde os músicos falam de diversos assuntos, como mitologia, guerra ou religião. A faixa-título da demo, "Crossing The Seven Seas", já mostra logo no riff inicial qual é a cara da banda: Metal tradicional, sem muitas firulas e bem objetivo - porém empolgante. O vocal de Lúcio tem aquele estilo de "vocal anos 80" e apresenta uma boa versatilidade, soando as vezes mais rasgado e em outras vezes, mais melódico. A construção da faixa é bem interessante, dá para notar que todos os músicos têm domínio nos seus instrumentos e não exageram em solos cansativos. A faixa "Two Towers (WTC)" fala de adivinhem o que? Sim, do episódio do World Trade Center, de 11 de setembro. Assunto que não foi tão explorado no metal (por incrível que pareça). A composição é muito boa, porém a introdução enorme é muito cansativa... duvido que alguém ouça essa introdução toda, na segunda audição.

"Suicide Angels Sect" é outra composição que nos leva direto para o heavy metal tradicional dos anos 80. Gritante a influência de Judas Priest nessa faixa, enquanto em "Time Of Dreams", a influência é forte em Iron Maiden. Vale lembrar que trata-se apenas de influência, os rapazes têm personalidade e originalidade. O refrão é bem grudento nessa faixa, fazendo com que seja o ápice da demo. "Diamonds and Rust", que fecha o disco, passa desapercebida, apesar de ser interessante.

Belo trabalho dessa banda de Itajaí, que já tem ótimas composições. Arrumem mais umas cinco iguais a essa, que com certeza alguma gravadora vai se interessar! Enquanto muitas bandas investem em estilos "da moda", o Christmess aposta no estilo tradicional, que nunca vai morrer e sempre terá espaço.

Line-up:
Lúcio Goebel (vocal)
Ozéias Rodrigues (guitarra e teclado)
Marcello de Oliveira (baixo)
Fernando Stopassoli (bateria)

Track list:
01. Crossing the Seven Seas
02. Two Towers (WTC)
03. Suicide Angels Sect
04. Time of Dreams
05. Diamonds and Rust (Joan Baez)

Contatos:
http://www.christmess.com.br/
lucio@christmess.com.br



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Christmess"


Separados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.Separados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.

Os Simpsons: bandas de Rock na versão amarelaOs Simpsons
Bandas de Rock na versão amarela


Sobre Fernando De Santis

Paulistano, nascido em 1979, Fernando De Santis passa grande parte do seu tempo viajando entre São Paulo, Santos e Curitiba. Nas horas de viagens dentro de ônibus ou aviões, costuma ouvir Hard Rock, Heavy Metal e demos de qualquer estilo. Atualmente trabalha como webdesigner para o Estado de São Paulo. Mantém o site "We Burn", dedicado ao Helloween desde 1998, que nunca lhe trouxe nenhum dinheiro, mas rendeu muito amigos.

Mais informações sobre Fernando De Santis

Mais matérias de Fernando De Santis no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin