Resenha - Org - Vena Cava

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Death Metal Romeno? Curioso e fascinante. Vários países de cujas bandas nunca ouvimos falar cada vez mais nos mostram ter uma cena forte e pulsante. Este quinteto polonês prima por executar um death metal com altas doses de peso e insere bastante humor em suas letras. Como isso soaria?

Kirk Hammett: "Mustaine toca rápido e eu, melódico"Rock Stars: como se pareceriam alguns se não tivessem morrido

"End of Light" traz uma introdução bem macabra, que depois descamba para o já conhecido death metal, com "riffs", peso, velocidade e vocais guturais. "Sympathy for You is Mad" começa com um diálogo sarcástico, seguido de uma música cadenciada, com uma excelente levada. O mesmo ocorre com "Victmizer-Victimied", cuja levada é definitivamente fantástica.

O grande problema deste EP é a produção, que poderia ser bem melhor, embora esteja razoável. O humor é a tônica deste quinteto, que sempre inicia suas músicas com piadas ou momentos sarcásticos, como acontece na homenagem ao Napalm Death ("Stiff Merry Rotting Rover" - To Napalm Death Fans"), que remete aos tempos mais experimentais da talentosa banda inglesa. Uma orquestra introduz "Wrong Savior", que é uma pancada sem dó... "riffs" cadenciados por todos os lados e uma banda competentíssima.

Fico curioso em ouvir um CD completo destes caras, já que eles têm talento e humor, e isso é muito bem-vindo no mundo de hoje e na cena metal. A propósito, não deixe de conferir o "making of da faixa 4" que vem como bônus.

Contatos:
http://www.venacava.organic.ro
Email: logística@tricoaie.ro




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Vena de Cava"


Kirk Hammett: Mustaine toca rápido e eu, melódicoKirk Hammett
"Mustaine toca rápido e eu, melódico"

Rock Stars: como se pareceriam alguns se não tivessem morridoRock Stars
Como se pareceriam alguns se não tivessem morrido


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin