Matérias Mais Lidas

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemMetallica: a explicação da banda para o volume do baixo no And Justice For All

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemRevista Veja diz que Rock in Rio virou "túmulo do rock" e explica motivo

imagemPor motivo de saúde, Tracii Guns faz show inteiro do L.A.Guns dentro do banheiro

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemOzzy acha que suas novas músicas deveriam ter sido gravadas pelo Black Sabbath

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemA história da capa de "Christ Illusion", que fez o Slayer ter problemas

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemLars Ulrich: "Não sou um baterista particularmente talentoso"

imagemComo o clássico "Angel Dust" fez o guitarrista Jim Martin sair do Faith No More

imagemO álbum de David Bowie que Mick Jagger disse que achou "horrível"


Stamp

Resenha - Section X - Beyond Twilight

Por Rafael Carnovale
Em 25/08/05

Nota: 8

Após um excelente CD que contava com Jorn Lande (Masterplan) nos vocais, o Beyond Twilight foi obrigado a mudar radicalmente sua formação, começando pelo vocal, que hoje é comandado por Kelly Sundown. Mas a banda continuou na ativa e produziu este novo CD, no qual despeja seu prog-metal bem executado e com uma boa produção.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De cara "Be Careful It´s My Head Too" introduz de maneira bem "dark" a pesada e cadenciada "The Path of Darkness". Logo notamos que o vocal de Kelly é bem agressivo, e se encaixa como uma luva na proposta da música.O lado "prog" também é acentuado em "Shadow Self" e "Sleeping Beauty" com a banda apresentando leves influências de Dream Theater, principalmente nas quebradas de ritmo.

Mas quem pensa que só temos progressivo neste CD se engana. Os "riffs" de guitarra se fazem presentes em "The Dark Side", enquanto que a suavidade de "Portrait F in Dark Waters" cativa pela beleza dos teclados. "Ecstasy Arise" e "Section X" são os momentos mais metal do CD, que funciona perfeitamente no objetivo de mesclar metal e progressivo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um bom CD, de uma banda que superou seus problemas internos e agora está pronta para continuar sua carreira. Vale conferir.

Site Oficial: http://www.beyondtwilight.com

Line Up:
Kelly Sundown – Vocais
Jack Hansen – Guitarras
Anders Lindgren – Baixo
Anders Exo – Guitarras
Tomas Freden – Bateria
Finn Zierler – Teclados

Material Cedido Por:
Hellion Records
Http://www.hellion.com.br
São Paulo (SP)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.