Resenha - Still Life - Still Life

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Vindo de Florianópolis, o Still Life tomou forma em 1998, logo partindo para apresentações ao vivo e, em função da dedicação para com sua música, começam a ganhar destaque no underground catarinense. Bastante motivados, gravam seu primeiro CD-demo chamado "The Crab Ship Arise", que tem excelente repercussão, sendo que suas três edições sumiram rapidamente das prateleiras.

Separados no nascimento: Steven Tyler e Márcia GoldsmichThrash Metal: 10 novas promessas - incluindo uma brasileira

Tendo ainda a oportunidade de abrir as apresentações de Angra, Dr. Sin e Edguy, o Still Life continuou recebendo ótimos comentários no Brasil e exterior. Neste meio tempo, ocorreram algumas naturais trocas de integrantes, ficando o conjunto estabilizado em Giuliano Schmidt (voz e guitarra), Rafael Scopel (guitarra), Carlos Satan (baixo) e Joey Bertola (bateria).

No início de 2003 a banda começa a gravar este debut no estúdio florianopolitano The Magic Place, num processo que se estende até meados de 2004. Totalmente independente, este registro mostra um quarteto inspirado e muito coeso, tocando o mais puro heavy metal oitentista com boas doses de Iron Maiden, numa gravação bem acima da média.

O que mais chama a atenção aqui é o bom gosto nos trabalhos das vozes de fundo; souberam onde encaixá-los e ficaram realmente marcantes. Outro ponto alto são os solos da dupla de guitarristas, que se intercalam em suas funções, com excelente resultado. O que provavelmente dividirá opiniões são as linhas vocais de Giuliano, bem nervosas. Particularmente e com poucas ressalvas (que ficam pelo fato de em alguns momentos soarem altos em demasia), achei muito bom o resultado final. Vale mencionar também a atuação da seção rítmica, que completa esta ótima banda.

As faixas são muito boas, com ótimos arranjos, onde há grande equilíbrio entre agressividade e melodias. Destaques são inúmeros, mas a longa "Silent Hill" possui uma grande performance de toda a banda. O power metal galopante de "Metal Flame Heart" também ficou fantástico, mas o disco não é somente isso e merece uma boa conferida. Se você é destes headbangers amantes do NWOBHM, pode adquirir de olhos fechados Still Life, que fez um registro que prima pela linearidade em suas músicas e é underground até o osso.

Contatos:
Rua Joe Callaço, 954 - Florianópolis, SC. CEP 88035 200
e-mail: stilllife@stilllife.com.br
homepage: www.stilllife.com.br

STILL LIFE - Still Life
(2005 - independente)

01. The Crab Ship Arise
02. Destination Somewhere
03. War of Discord
04. Discovery of Metal
05. Silent Hill
06. Kill The Captain
07. Metal Flame Heart
08. Darkness Woods
09. Fallen World
10. Resurrection
11. The Priest
12. Still Life




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Still Life"


Separados no nascimento: Steven Tyler e Márcia GoldsmichSeparados no nascimento
Steven Tyler e Márcia Goldsmich

Thrash Metal: 10 novas promessas - incluindo uma brasileiraThrash Metal
10 novas promessas - incluindo uma brasileira

Overkill: mandando recado ao Avenged SevenfoldOverkill
Mandando recado ao Avenged Sevenfold

Frances Bean Cobain: assustada com tatuagem de fãFrances Bean Cobain
Assustada com tatuagem de fã

Twisted Sister: segundo Dee, ser pobre e famoso é uma merdaTwisted Sister
Segundo Dee, "ser pobre e famoso é uma merda"

Rock Faz Bem: Qual será a mais bela canção de todos os tempos?Rock Faz Bem
Qual será a mais bela canção de todos os tempos?

Pearl Jam: Loudwire escolhe as dez melhores músicasPearl Jam
Loudwire escolhe as dez melhores músicas


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336