Resenha - Dark Side - Dark Side

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Maurício Gomes Angelo
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Pegue aí os momentos mais psicodélicos do Led Zeppelin, as músicas mais viajantes do The Who, grandes doses de Jethro Tull e Pink Floyd com uma camada de Rick Wakeman por cima – diminua as expectativas e os aspectos técnicos - misture tudo e imagine isso no século XXI. O resultado atende pelo nome de The Dark Side, vindos de Viçosa, Minas Gerais.
5000 acessosQuiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 19855000 acessosDanilo Gentili: O sertanejo tem mais atitude roqueira que o próprio roqueiro

A elogiável demo com 2 músicas e 22 minutos de duração é um delírio para fãs do rock progressivo. “The Bad Things That I Left Behind” é uma das melhores coisas que ouvi no gênero em solo brasileiro nos últimos tempos. Rock progressivo como se fazia nos anos 70: puro, honesto, técnico, apaixonado e com aquela aura soturna por trás.

A progressividade da música é equivalente á progressão do prazer que você sente em ouvi-la – sentimento que poucas bandas conseguem despertar. Analisar cada integrante é desnecessário, já que todos são peças fundamentais e únicas daquilo que eles se proporam a fazer.

Temos acompanhado o reavivamento e a explosão do metal extremo em nosso país há um bom tempo, diversidade é fundamental para que um cenário seje completo e respeitado e além de esperar que aconteça o mesmo com o rock progressivo, espero também que o The Dark Side seje um dos líderes desse renascimento, onde, a propósito, Minas Gerais ocupa lugar de destaque, com uma frutífera cena progressiva. Grande banda. Grande demo. Como genialmente declamava Roger Waters há mais de 30 anos atrás: “I'll see you on the dark side of the moon”.

Formação:
Gustavo Moura (Vocal/Guitarra)
Angelo Liparini (Flauta/Guitarra)
Carlos “Paleta” (Guitarra)
Marcos D’Carmo (Baixo/Backing Vocal)
Emiliano Silva (Bateria/Teclado)

Site Oficial: www.thedarkside.com.br

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dark Side"

Melhores de 2012Melhores de 2012
As escolhas do redator Leonardo Daniel Tavares

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dark Side"

Quiet RiotQuiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Danilo GentiliDanilo Gentili
O sertanejo tem mais atitude roqueira que o próprio roqueiro

MotorheadMotorhead
Destaques do funeral de Lemmy Kilmister

5000 acessosOs roqueiros mais chatos das redes sociais5000 acessosMegadeth: O recadinho provocante da vocalista do Huntress5000 acessosShaman: baixista desabafa sobre cena brasileira5000 acessosConjunto Alma Gaúcha: o Pink Floyd dos pampas!5000 acessosMegadeth: uma voz escondida em música de 2004 previa a entrada de Kiko na banda?5000 acessosJackie Brenston e seu Foguete 88

Sobre Maurício Gomes Angelo

Jornalista. Escreve sobre cultura pop (e não pop), política, economia, literatura e artigos em várias áreas desde 2003. Fundador da Revista Movin' Up (www.revistamovinup.com) e da revrbr (www.revrbr.com), agência de comunicação digital. Começou a escrever para o Whiplash! em 2004 e passou também pela revista Roadie Crew.

Mais matérias de Maurício Gomes Angelo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online