Resenha - Broken Spell - Broken Spell

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos


Coisa boa! Heavy tradicional no Brasil não é raridade, mas tem aparecido geralmente em mesclas de estilos, geralmente no melódico, mesmo do lado extremo. O Broken Spell segue o estilo mais à risca e trabalha muito bem.

Slipknot: Corey explica as nojentas desvantagens das máscarasLoudwire: as dez melhores bandas da era Grunge

Há influências de power, o que não faz mal obviamente. Pelo contrário, as músicas "Broken Spell" e a balada "Tears Of Crow" impedem-me de afirmativas negativas sobre estas referências. Porém, o melhor mesmo é ver que para defini-los basta o termo "heavy metal".

"Don't Take Me Down" e "Guide Of Souls" destacam-se nesta via do clássico do heavy. Não estão em alta as bandas com composições próprias que fazem isso. E fica um buraco nesta vertente, o qual pode ser preenchido pelo Broken Spell.

Site Oficial: http://www.brokenspell.net

Formação:
Rafael Dinamarque (Vocais - Teclados - Guitarras)
Thiago Martins (Guitarras - Backing Vocals)
Cesar Felipe (Guitarras)
Silvia Lansky (Baixo - Backing Vocals)
Spencer Chedid (Bateria)

Contatos:
E-mail: brokenspell@terra.com.br
Orlando Pitanga 45 - Salgado Filho
Belo Horizonte - MG
CEP: 30550-620 / BRASIL




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Broken Spell"


Slipknot: Corey explica as nojentas desvantagens das máscarasSlipknot
Corey explica as nojentas desvantagens das máscaras

Loudwire: as dez melhores bandas da era GrungeLoudwire
As dez melhores bandas da era Grunge

Metallica: James Hetfield imitando Dave Mustaine na TVMetallica
James Hetfield imitando Dave Mustaine na TV

Frances Bean Cobain: assustada com tatuagem de fãFrances Bean Cobain
Assustada com tatuagem de fã

Twisted Sister: segundo Dee, ser pobre e famoso é uma merdaTwisted Sister
Segundo Dee, "ser pobre e famoso é uma merda"

Vinnie Vincent: músico fala sobre os processos contra o KissVinnie Vincent
Músico fala sobre os processos contra o Kiss

Joey Jordison: Nunca serei tão bom quanto Lars UlrichJoey Jordison
"Nunca serei tão bom quanto Lars Ulrich"


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.