Matérias Mais Lidas

imagemAndreas Kisser pede doação de sangue para sua esposa Patricia

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemCopa do Mundo do Rock: uma banda de cada país que vai disputar a Copa do Catar

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemIrmão de Bon Scott fala pela primeira vez: "Ele nunca se preocupou com o futuro!"

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemRaimundos: Digão acusa Instagram de censura após poucas curtidas em post

imagemNoel Gallagher sobre sua preferida do Pink Floyd: "Adoraria conhecer Roger Waters"

imagemDave Mustaine quis tirar foto com moça que usava vestido do Megadeth, mas...


In-Edit

Resenha - Live at Budokan DVD - Dream Theater

Por Rafael Carnovale
Em 08/11/04

Nota: 10

Previsibilidade não é a palavra preferida do pessoal do Dream Theater. Os caras decididamente gostam de explorar todas as possibilidades de suas músicas e ainda procuram por mais alguma coisa que possam incluir na mistura. Após dois discos bem recebidos pelos fãs, como "Metropolis2:Scenes of a Memory" e "Six Degrees of Inner Turbulance", a banda assustou meio mundo com o sombrio e pesado "Train of Thought", que se agradou a alguns por ser mais pesado e mais orgânico, desagradou tantos outros por destoar da proposta prog-metal inicial da banda, principalmente pelo peso de algumas músicas. Particularmente gostei muito do cd, mas que eles conseguiram gerar confusão conseguiram.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para variar, resolveram soltar mais um DVD ao vivo, desta vez gravado no lendário Budokan Hall, no Japão. Este definitivamente é um excelente local para se gravar shows. A platéia é comportada e ordeira, e a casa oferece um espaço fenomenal para os shows. Neste local lotado, por sinal, a banda despejou 18 de suas músicas, sem fazer nenhum show especial, como quando tocaram "Number of the Beast" ou "Master of the Puppets" na íntegra. Ainda assim é um show interessante. "As I Am" é um excelente "opening-act" e "This Dying Soul" e "Hollow Years" são bons petardos. A banda se focou mais em seus três últimos cd’s, mas não deixou de lado músicas menos famosas como "New Milleniun", e "Disappear". Ainda executam uma famosa "jam" a lá Dream Theater, intitulada "Instrumedley".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outros destaques ficam para a já clássica "Pull Me Under", "In the Name of God", que encera o set e para as competentes "Only a Matter of Time" e "Solitary Shell". Algo que deve ser observado é a performance dos músicos. Embora a banda seja quase perfeita ao vivo (descontando os já famosos "overdubs"), os caras mantém sua posição estática, a exceção do vocalista James La Brie (que ao contrário de seus críticos se sai muito bem neste show" e do tecladista Jordan Rudess, que movimenta seu teclado com extrema habilidade. Falar do talento de John Petrucci, John Myung e de Mike Portnoy é quase uma redundância. Tal postura no palco (que se limita a um eficiente jogo de luzes e três telões gigantes como efeitos) não chega a comprometer, mas mais movimentação seria algo bem interessante, embora a garra esteja na cara de Rudess e Portnoy.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como extras podemos conferir um interessante documentário sobre a turnê japonesa e alguns momentos de solos de John Petrucci, Jordan Rudess e Mike Portnoy. Detalhe: atente para os fantásticos momentos do solo de Portnoy, que se mostra um autêntico "showman", além de um "multiangle" de "instrumedley".

A banda passa definitivamente por uma de suas melhores fases. Nem mesmo o direcionamento duvidoso para alguns de "Train of Tought" tira o mérito deste DVD, que tem qualidade de áudio e vídeo primorosas, além de ser um show muito interessante. Se você é músico, vai adorar.... se não é músico, vai curtir do mesmo jeito, afinal os caras sabem tocar e mandam bem ao vivo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Site Oficial: http://www.dreamtheater.com

Atlantic Corp. - 2004

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Alessandro Silveira: Colecionador de bootlegs do Dream Theater

Dream Theater: os piores momentos da banda foram nos anos 90, diz Portnoy

Modern Drummer: os melhores bateristas votados pelos fãs



Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.