Resenha - Live at Budokan DVD - Dream Theater

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

10


Previsibilidade não é a palavra preferida do pessoal do Dream Theater. Os caras decididamente gostam de explorar todas as possibilidades de suas músicas e ainda procuram por mais alguma coisa que possam incluir na mistura. Após dois discos bem recebidos pelos fãs, como "Metropolis2:Scenes of a Memory" e "Six Degrees of Inner Turbulance", a banda assustou meio mundo com o sombrio e pesado "Train of Thought", que se agradou a alguns por ser mais pesado e mais orgânico, desagradou tantos outros por destoar da proposta prog-metal inicial da banda, principalmente pelo peso de algumas músicas. Particularmente gostei muito do cd, mas que eles conseguiram gerar confusão conseguiram.

Para variar, resolveram soltar mais um DVD ao vivo, desta vez gravado no lendário Budokan Hall, no Japão. Este definitivamente é um excelente local para se gravar shows. A platéia é comportada e ordeira, e a casa oferece um espaço fenomenal para os shows. Neste local lotado, por sinal, a banda despejou 18 de suas músicas, sem fazer nenhum show especial, como quando tocaram "Number of the Beast" ou "Master of the Puppets" na íntegra. Ainda assim é um show interessante. "As I Am" é um excelente "opening-act" e "This Dying Soul" e "Hollow Years" são bons petardos. A banda se focou mais em seus três últimos cd’s, mas não deixou de lado músicas menos famosas como "New Milleniun", e "Disappear". Ainda executam uma famosa "jam" a lá Dream Theater, intitulada "Instrumedley".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outros destaques ficam para a já clássica "Pull Me Under", "In the Name of God", que encera o set e para as competentes "Only a Matter of Time" e "Solitary Shell". Algo que deve ser observado é a performance dos músicos. Embora a banda seja quase perfeita ao vivo (descontando os já famosos "overdubs"), os caras mantém sua posição estática, a exceção do vocalista James La Brie (que ao contrário de seus críticos se sai muito bem neste show" e do tecladista Jordan Rudess, que movimenta seu teclado com extrema habilidade. Falar do talento de John Petrucci, John Myung e de Mike Portnoy é quase uma redundância. Tal postura no palco (que se limita a um eficiente jogo de luzes e três telões gigantes como efeitos) não chega a comprometer, mas mais movimentação seria algo bem interessante, embora a garra esteja na cara de Rudess e Portnoy.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como extras podemos conferir um interessante documentário sobre a turnê japonesa e alguns momentos de solos de John Petrucci, Jordan Rudess e Mike Portnoy. Detalhe: atente para os fantásticos momentos do solo de Portnoy, que se mostra um autêntico "showman", além de um "multiangle" de "instrumedley".

A banda passa definitivamente por uma de suas melhores fases. Nem mesmo o direcionamento duvidoso para alguns de "Train of Tought" tira o mérito deste DVD, que tem qualidade de áudio e vídeo primorosas, além de ser um show muito interessante. Se você é músico, vai adorar.... se não é músico, vai curtir do mesmo jeito, afinal os caras sabem tocar e mandam bem ao vivo.

Site Oficial: http://www.dreamtheater.com

Atlantic Corp. - 2004




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Dream Theater: ouça Distant Memories - Live In London, novo ao-vivo da bandaDream Theater
Ouça "Distant Memories - Live In London", novo ao-vivo da banda

Ultimate-Guitar: oito álbuns com longa duração que valem a pena ouvirUltimate-Guitar
Oito álbuns com longa duração que valem a pena ouvir

Dream Theater: 15 músicas com menos de 5 minutos de duraçãoDream Theater
15 músicas com menos de 5 minutos de duração

Dream Theater: banda divulga vídeo de Fatal Tragedy ao vivo, retirado do próximo DVDDream Theater
Banda divulga vídeo de "Fatal Tragedy" ao vivo, retirado do próximo DVD

Em 26/10/1999: Dream Theater lançava o genial Metropolis Pt.2 Scenes From A MemoryEm 26/10/1999
Dream Theater lançava o genial Metropolis Pt.2 Scenes From A Memory

Kiss: Derek Sherinian diz que foi meio humilhante tocar com eles, mas aprendeu muitoKiss
Derek Sherinian diz que foi "meio humilhante" tocar com eles, mas aprendeu muito

John Petrucci: guitarrista lança marca de produtos especiais para barbaJohn Petrucci
Guitarrista lança marca de produtos especiais para barba

Gustavo Carmo: brasileiro lança EP com Rudy Sarzo, Derek Sherinian e Brian Tichy

Derek Sherinian: Não sou um grande fã de rock progressivoDerek Sherinian
"Não sou um grande fã de rock progressivo"

John Petrucci: Eu adoro subir no palco e tocar guitarraJohn Petrucci
"Eu adoro subir no palco e tocar guitarra"


Rock e Heavy Metal: E se as capas dos álbuns fossem honestas?Rock e Heavy Metal
E se as capas dos álbuns fossem honestas?

Sons Of Apollo: fã reclama que Portnoy só toca covers e ele respondeSons Of Apollo
Fã reclama que Portnoy só toca covers e ele responde


Heavy Metal: as 10 introduções mais matadoras do estiloHeavy Metal
As 10 introduções mais matadoras do estilo

Preconceito: dificuldades de ser roqueiro em cidade do interiorPreconceito
Dificuldades de ser roqueiro em cidade do interior


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 CliIL