Matérias Mais Lidas

imagemAndreas Kisser pede doação de sangue para sua esposa Patricia

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemCopa do Mundo do Rock: uma banda de cada país que vai disputar a Copa do Catar

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que os headbangers idolatram 1986

imagemNovo clipe do Megadeth ultrapassa meio milhão de visualizações no Youtube

imagemOzzy Osbourne libera clipe da nova música "Patient Number 9", faixa do novo álbum

imagemRaimundos: Digão acusa Instagram de censura após poucas curtidas em post


Stamp

Resenha - Lovelorn - Leaves' Eyes

Por Thiago Sarkis
Em 29/12/04

Nota: 7

Se tem alguma coisa que Liv Kristine nunca pode reclamar, certamente falamos das bandas que acompanharam-na. Sua voz sempre esteve em realce. Primeiro no Theatre Of Tragedy e agora com o Leaves’ Eyes, novo projeto constituído basicamente pela cantora e todo o Atrocity.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Lovelorn" apresenta o conjunto desempenhando um eficiente metal gótico, de estruturas bem caracterizadas. Instrumentos com ótimos timbres abrindo campo para a voz angelical de Liv, e a mente criativa de seu marido, Alex Krull.

O encontro dos vocais suaves com os guturais, um dos pontos altos na carreira do ex-grupo da norueguesa, são agora revividos pelo casal. Logo de início o embate traz aquela lembrança do Theatre Of Tragedy de "Velvet Darkness They Fear" (1996). Quando há menos agressividade depositada, "Aegis" (1998) surge claramente. Enfim, é como se depois de seis anos engendrando-se pela música eletrônica, Liv Kristine estivesse de volta à velha casa. Porém, com algumas diferenças.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

O experimentalismo e as fortes influências oitentistas que incidem sobre o Atrocity, reluzem aqui também. É o que distingue essencialmente o Leaves’ Eyes. Contudo, a exploração destes elementos pode ser aprimorada, em especial por parte da vocalista. Falta um tato maior com essa linha musical, nada que o tempo e os discos não possibilitem.

É interessante checar também como outras referências já estão perfeitamente introjetadas por Liv Kristine e seus companheiros. Enya, por exemplo. E tudo num esquema ‘metálico’, mais pesado.

Por vezes é maçante a evolução das composições. É raro que surja um inesperado como o solo de guitarra em "Return To Life". As sonoridades folk também ficam na medida do razoável, ausentando-se grandes incursões, exceto pela ótima "Norwegian Lovesong".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Leaves’ Eyes começa com um vasto leque de idéias pedindo por exploração mais a fundo. Os integrantes quase não arriscaram e fizeram um básico bonito. De outro lado, repetir a receita num próximo CD seria um erro. A audição seqüente do disco deixa claro que a fórmula se desgasta facilmente. Foi bom, mas é necessário mudar e há muito o que melhorar.

Site Oficial – http://www.leaveseyes.com

Liv Kristine Espenæs (Vocais)
Alex Krull (Vocais)
Mathias Roderer (Guitarras)
Thorsten Bauer (Guitarras)
Chris Lukhaup (Baixo)
Martin Schmidt (Bateria)

Material cedido por:
Hellion Records – http://www.hellionrecords.com
Rua 24 de Maio, 62 – Lojas 280 / 282 / 308 – Centro.
São Paulo – SP – BRASIL
CEP: 01041-900
Tel: (11) 5083-2727 / 5083-9797 / 5539-7415
Fax: (11) 5549-0083
Email: [email protected]

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Liv Kristine: "Fui forçada a deixar o Theatre of Tragedy"

Liv Kristine: fui demitida de minha própria banda!


Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.