Resenha - Inferno - Motorhead

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Falar o que? Todo grupo, por mais brutal que seja, por mais que transpire agressividade em sua música, sempre prestará tributo a Lemmy & cia. O Motorhead deixou de ser uma banda para ser uma referência de som pesado e agressivo. Uma banda que consegue soar rock, heavy, thrash, não pode ser desprezada por ninguém. A voz de Lemmy, rouca e detonada por anos de cigarros e bebida, já virou símbolo para muitos vocalistas. Desde “Sacrifice” eles vêm lançando discos de boa qualidade, no padrão Motorhead de ser.
710 acessosMotorhead: Roger de Souza bate papo com Gastão Moreira, do KZG5000 acessosOs roqueiros mais chatos das redes sociais

E não poderia ser diferente neste novo “Inferno”. Faixas pesadas e agressivas como “Terminal Show”, “Killers” (com uma bateria insana de Mikkey Dee) e a excelente “In the Name of Tragedy” soam como uma paulada nas orelhas. Já “Suicide” (que foi apresentada aos fãs brasileiros na última turnê dos rapazes) é mais cadenciada e não menos empolgante.

É difícil escolher uma favorita, afinal o Motorhead prima por uma linearidade fantástica em suas músicas, mas “Life’s a Bitch” (uma das mais rockeiras) e a “speed” “Fight” são fortes candidatas ao posto. Phil Campbell cada vez mais ganha espaço na banda, sendo agora o braço direito de Lemmy, como mostram os excelentes “riffs” de “In the Year of The Wolf” e a pegada mais blues de “Keys to the Kingdom”.

Para quem acha que a banda não apresentaria uma surpresa neste cd, ou uma balada, basta aguardar o final. “Whorehouse Blues” é um dos números mais interessantes que a banda já gravou. Um “mezzo” de blues e country, com Lemmy e Phil nas guitarras acústicas e Mikkey na percussão. Acaba soando engraçado, mas é um momento curioso e marcante para uma banda pesada como o Motorhead.

Frase final da resenha: já comprou?

Site Oficial: http://www.imotorhead.com

Lançado em 2004 pela Rock Brigade/LaserCompany

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Inferno - Motorhead

4253 acessosResenha - Inferno - Motorhead

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Bill WardBill Ward
Os dez discos de metal favoritos do baterista

710 acessosMotorhead: Roger de Souza bate papo com Gastão Moreira, do KZG1685 acessosMotorhead: biografia mostra o quão Lemmy era único1481 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's456 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta313 acessosMetal Maya: Homenagem a Lemmy e Burton no Dia dos Mortos no México0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Motorhead"

LemmyLemmy
Saúde cambaleia, e banda começa a preparar retirada

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
Cinzas foram depositadas próximo ao túmulo de Dio

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1980

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"

HumorHumor
Os roqueiros mais chatos das redes sociais

MegadethMegadeth
Recadinho provocante da vocal do Huntress

ShamanShaman
Fernando Quesada desabafa sobre cena brasileira

5000 acessosBlack Sabbath - Perguntas e Respostas5000 acessosSeparados no nascimento: James Hetfield e Mano Menezes5000 acessosTarja: agredida sexualmente por fã durante show no México em 20005000 acessosBruce Dickinson: foi difícil evitar as drogas durante tours5000 acessosJim Morrison: Marianne Faithfull diz que namorado traficante o matou por acidente5000 acessosDrogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astros

Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online