Resenha - Great Red Spot - Cyber-Jack

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar Correções  

7


Quase tudo o que o rock ‘n’ roll teve a oferecer até hoje foi prontamente capturado pelo Cyber-Jack e boa parte deste montante aparece com clareza em "The Great Red Spot", álbum produzido e mixado pela própria banda.

publicidade

Gostaria, antes de qualquer coisa, de elogiar a capa. Um impactante trabalho de arte que não deve ter demandado investimento financeiro em maior escala, mas certamente fala por si só. É de ficar parado olhando.

No lado unicamente musical, parece-me que as vastas influências e a ciência dos integrantes acerca do que pretendem aqui, não resultou da maneira esperada. Podemos realçar várias passagens, de rock visceral, raivoso, noutras certo psicodelismo, boas linhas de baixo, etc. O problema é que são tantos horizontes apontados que as composições acabam por não atingir em cheio qualquer um deles. É possível que tenha faltado uma metodologia, o que é ridículo de se falar em termos de rock (metodologia o escambau!). Porém, é a única palavra que encontro no momento para explicar o porquê de não obterem um sucesso maior neste debute.

publicidade

O rock raiz, por vezes lembrando o que fazem atualmente os suecos do The Hellacopters, é desperdiçado num excesso do simplismo ‘noventista’, faltando uma preparação, lapidação talvez seja o termo certo.

Ruim eles não são. Exploraram bem as influências que possuem, mostraram bastante potencial. Só que precisam de uma síntese melhor na hora de compor.

publicidade

Site Oficial - http://www.cyber-jack.com

Andre Ston (Vocais)
Rods (Guitarras – Teclados)
Toy (Guitarras)
Roger (Baixo)
Jobas (Bateria)

Material cedido por:
Surprise!Records - [email protected]




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iron Maiden: o que os grandes músicos acham da banda?Iron Maiden
O que os grandes músicos acham da banda?

Sign of the horns: o sinal do DemônioSign of the horns
O sinal do Demônio


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin