Resenha - Tuatha na Gael - Cruachan

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Sílvio Costa
Enviar correções  |  Ver Acessos


O Cruachan é uma banda irlandesa, infelizmente desconhecida aqui no Brasil. Atualmente eles praticam um som mais voltado para o folk metal, com referência imediata ao Skyclad, Elvenking e bandas similares. Entretanto, neste Tuatha na Gael, que é o primeiro disco da banda, o som é bem mais cru, com muita influência de black metal tradicional e alguma coisa de death e thrash oitentista. É claro que o maior diferencial da banda é misturar todo o peso destes estilos a que me referi com elementos da cultura celta, especialmente utilizando instrumentos típicos, como o Tin Whistle.

Ôôôôôeeee: Sílvio Santos aprovou montagem com Steve HarrisOzzy Osbourne: No Rock In Rio, má impressão sobre o Brasil

Depois de uma belíssima introdução (I am Tuan), começa uma seqüência de temas pesados, em que os vocais guturais de Keith Fay contam histórias do povo celta, suas lendas e seus costumes. Alternando passagens tipicamente black metal com outras mais direcionadas para o uso dos elementos celtas, o Cruachan conta-nos histórias do povo celta (como na incrível The First Battle of Moytuara) ou utiliza-se da boa e velha influência de J.R.R. Tolkien (The Fall of Gondolin). Algumas faixas instrumentais, como a linda Maeves March (em que a flauta e a percussão guiam as linhas melódicas, junto com uma guitarra bem discreta) nem parecem saídas de um disco de uma banda de metal. A melhor faixa do disco - Cuchulainn (The Hound of Culann) é repleta de referências ao black metal, mas, por mais incrível que isto possa parecer, tem sua melodia principal determinada por uma hipnótica dobra de teclado e flauta.

O Cruachan não faz nada que o Jethro Tull não já tenha feito ou que o nosso Tuatha de Danann não faça melhor. Entretanto, é uma banda que procura acrescentar elementos novos e tornar o seu som original, conseguindo ser bem sucedida nisto. Vale a pena prestar atenção ao Cruachan.

Line up:
Keith Fay: Vocals, Guitars, Keyboards, Mandolin.
John O'Fathaigh: Tin Whistle, Flute
Jay Brennan: Acoustic Guitar
John Clohessy: Bass
Jay O'Neill: Drums

Tracklist:
1. I am Tuan
2. The First Battle of Moytura.
3. Maeves' March.
4. Fall of Gondolin.
5. Cúchulainn.
6. Táin Bó Cuailgne.
7. To Invoke the Horned God.
8. Brian Boru.
9. To Moytura We Return.

Site:
http://www.truemetal.org/metalmagick/cruachan




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Cruachan"


Ôôôôôeeee: Sílvio Santos aprovou montagem com Steve HarrisÔôôôôeeee
Sílvio Santos aprovou montagem com Steve Harris

Ozzy Osbourne: No Rock In Rio, má impressão sobre o BrasilOzzy Osbourne
No Rock In Rio, má impressão sobre o Brasil


Sobre Sílvio Costa

Formado em Direito e tentando novos caminhos agora no curso de História, Sílvio Costa é fanzineiro desde 1994. Começou a colaborar com o Whiplash postando reviews como usuário, mas com o tempo foi tomando gosto por escrever e espera um dia aprender como se faz isso. Já colaborou com algumas revistas e sites especializados em rock e heavy metal, mas tem o Whiplash no coração (sem demagogia, mas quem sabe assim o JPA me manda mais promos...). Amante de heavy metal há 15 anos, gosta de ser qualificado como eclético, mesmo que isto signifique ter que ouvir um pouco de Poison para diminuir o zumbido no ouvido depois de altas doses de metal extremo.

Mais matérias de Sílvio Costa no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336