Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu e os cinco grandes vocalistas que o mundo do Rock não dá valor

imagemJô Soares comprou uma obra de arte do Rock por causa do Regis Tadeu

imagemA música do Metallica que James não queria apresentar aos outros integrantes

imagemFãs detonam produção do Knotfest após anúncio do Pantera

imagemA melhor música de heavy metal lançada a cada ano desde 1970, em lista do Loudwire

imagemO carinhoso jeito de Axl Rose se desculpar com sua equipe pelo seu jeito imprevisível

imagemDez músicas de outros estilos que ganharam ótimas versões rock/metal - Parte I

imagemAngra e Shaman, Edu Falaschi fala sobre a treta que havia entre as bandas

imagemAmy Lee surpreende ao escolher os melhores cantores (e cantoras) de todos os tempos

imagemDee Snider diz que faliu na década de 1990 e fingia ser outra pessoa

imagemFilme que conta a história de Dio será exibido nos cinemas em setembro

imagemDiretora de escola censurada por pais por foto com camisa do Iron Maiden se arrepende

imagemA música do Raul Seixas com erro gramatical que parece um plágio mas é uma homenagem

imagemPor que som do Angra não era novidade em 1993, segundo Alex Holzwarth

imagemFrank Zappa surpreende ao eleger seus dez álbuns favoritos


2022/07/09
2022/08/18

Resenha - Backlash - Bad English

Por Ricardo
Em 09/01/04

Supergrupo é igual produção cinematográfica "arrasa quarteirão"; se o primeiro filme foi sucesso, tudo leva a uma continuação, que pode superar ou não o original. Bem, no caso do Bad English, podemos dizer que a "continuação", lançada em 1991, entitulada Backlash está longe de superar a original, porém, possue excelentes momentos que valem a pena conferir. O elenco aqui é o mesmo do anterior, o enredo é interessante, mas as vezes chega a ser meio cansativo, mas a proposta continua intacta. Porém, a produção dessa vez ficou à cargo de Ron Nevison, e não Richie Zito, como no anterior.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Parece que a banda utilizou-se de todas as excelentes idéias que tinha para o primeiro álbum, deixando as sobras para usar no segundo. O disco já explode com a ótima "So This Is Eden", excelente som de abertura, mas nada impressionante, apesar do ótimo solo de Schon. A segunda, "Straight To Your Heart" vai pelo mesmo caminho, porém com uma batida diferente, sendo também, melhor trabalhada. A seguir uma intro de violão espanholada prepara terreno para a balada "Time Stood Still", seguida por outra balada (duas seguidas, haja...), "The Time Is Alone with You", porém, essa é mais melada que a anterior.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Após deixar as fãs loucas (e Os fãns também! ;p) com tamanha melação, a banda resolve dar uma animada nas coisas; "Dancing Off the Edge of the World" chega arrasando de novo, com ótimos riffs e vocais e um excelente refrão e solo matador, até que enfim, é como se o disco começasse à partir dessa faixa. Agora sim, estamos falando de Bad English! Seguindo a mesma pulsação com mais calma, chega a boa "Rebel Say A Prayer", e a banda comanda a festa novamente! A seguir temos uma lenta, mas muito boa, "Savage Blue", com uma excelente pegada e melodia.

A seguir temos a excelente "Pray For Rain", que parece uma versão demo de "Forget Me Not" do álbum anterior, mas com uma melodia contagiante e solo arrasador. Depois temos "Make Love Last", outra boa balada da banda, e para fechar, a excelente "Life At The Top", com um refrão grudento e contagiante e uma batida excelente, dando o tom final no projeto curto, mas bem sucedido desses excelentes músicos.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Resumindo, Backlash, como eu disse no início, não chega a superar o debut da banda, mas não deixa de ser um excelente segundo disco, que encerra com chave de ouro o Bad English. O que viria depois seria um Greatest Hits e dois bootlegs, com um deles (The Restless Ones) sendo uma performance ao vivo da banda e o segundo (The Lost Tapes), compilação do que ficou de fora desses dois trabalhos. Pra quem é fã do hard rock oitentista, não pode deixar de conferir mais esse ótimo disco.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Supergrupos: Os melhores e piores na opinião da Metal Hammer

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?