Resenha - Fistfull Of Metal - Anthrax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Muito se fala de como teria surgido o Thrash Metal. Para uns, uma derivação mais melódica do Hardcore, para outros um Heavy Metal mais agressivo, desprovido de muita melodia, com guitarras agressivas e bateria super rápida. Mas a verdade é que é um estilo que marcou época, graças a bandas como Metallica, Slayer e Anthrax, que poderíamos considerar como os divulgadores do estilo, já que a paternidade caberia a todas as bandas que praticaram heavy metal e experimentaram a velocidade e agressividade além da conta.
1819 acessosManowar, Joan Jett e outros: gravando Rap antes do New Metal?5000 acessosGhost: De quais bandas brasileiras eles gostam?

“Fistful of Metal” foi lançado em 1983. A banda tinha em seu line up Neil Turbin nos vocais, Scott Ian e Dan Spitz nas guitarras, Dan Linker (que também viria a tocar no SOD) no baixo e o monstro Charlie Bernante na bateria. O que vemos aqui é uma banda fortemente influenciada por Judas Priest e com uma pegada punk e metal muito acentuada. Isso já fica evidente na faixa de abertura, “Deathrider”, aonde a parede de guitarras abre espaço para o vocal afinadíssimo de Neil Turbin, sem dúvida um grande vocalista, influenciado por Rob Halford, mas que seria substituído mais tarde pelo competentíssimo Joey Belladonna. A segunda faixa é uma pérola hardcore, “Metal Trashing Mad”, que foi tocada pela banda no ao-vivo “The Island Years”, com Joey Belladonna no vocal. O cd investe com maestria na mistura de hardcore e metal, que viriam a se chamar de speed metal, ou seja, muita velocidade e agressividade, como podemos conferir nas faixas “Panic” e “Subjugator”.

A banda ainda nos brindaria com um excelente cover para “I’m Eighteen”, de Alice Cooper, devidamente metalizado, e com faixas mais cadenciadas, como a empolgante “Death from Above” (com show de bateria e guitarras) e a pesadíssima “Anthrax”, com os riffs sempre animais de Scott Ian, sem dúvida uma das melhores guitarras do heavy metal. Ainda haveria espaço para o curto, mas extremamente agressivo instrumental “Across the River”, e para a faixa que fecha o álbum, a mais acessível de todas e sem dúvida o destaque maior, “Howling Furies” (pena que a banda não toque mais essa faixa ao vivo), com direito a duelo maideniano de guitarras.

É claro que outros lançamentos do Anthrax seriam tão bons ou melhores que este, mas esta é uma banda que bate no peito e diz que estreou em grande estilo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Manowar, Joan Jett e outrosManowar, Joan Jett e outros
Gravando Rap antes do New Metal?

2049 acessosLoudwire: as 10 melhores bandas americanas de Metal0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Anthrax"

Heavy MetalHeavy Metal
10 bandas com formações tumultuadas

Dan SpitzDan Spitz
A vida complicada do pai de filhos gêmeos autistas

AnthraxAnthrax
Carreira da banda foi salva pelo Metallica

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Anthrax"

GhostGhost
De quais bandas brasileiras eles gostam?

Metal BrasileiroMetal Brasileiro
10 bandas recomendáveis fora o Sepultura

The DoorsThe Doors
Jim Morrison está vivo e criando cavalos nos EUA?

5000 acessosKid Vinil: "Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"5000 acessosA História do Burzum5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19815000 acessosSeparados no nascimento: Ronnie James Dio e Maria Bethania4003 acessosDinho Ouro Preto: A Dilma me incomodava, mas o impeachment me incomoda também5000 acessosDeep Purple: o exorcismo de Coverdale em "Stormbringer"

Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online