Resenha - Fistfull Of Metal - Anthrax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Muito se fala de como teria surgido o Thrash Metal. Para uns, uma derivação mais melódica do Hardcore, para outros um Heavy Metal mais agressivo, desprovido de muita melodia, com guitarras agressivas e bateria super rápida. Mas a verdade é que é um estilo que marcou época, graças a bandas como Metallica, Slayer e Anthrax, que poderíamos considerar como os divulgadores do estilo, já que a paternidade caberia a todas as bandas que praticaram heavy metal e experimentaram a velocidade e agressividade além da conta.

Slayer: Frank Bello fala sobre a última tour de seus colegasMetal Sucks: Top 25 vocalistas do metal moderno

"Fistful of Metal" foi lançado em 1983. A banda tinha em seu line up Neil Turbin nos vocais, Scott Ian e Dan Spitz nas guitarras, Dan Linker (que também viria a tocar no SOD) no baixo e o monstro Charlie Bernante na bateria. O que vemos aqui é uma banda fortemente influenciada por Judas Priest e com uma pegada punk e metal muito acentuada. Isso já fica evidente na faixa de abertura, "Deathrider", aonde a parede de guitarras abre espaço para o vocal afinadíssimo de Neil Turbin, sem dúvida um grande vocalista, influenciado por Rob Halford, mas que seria substituído mais tarde pelo competentíssimo Joey Belladonna. A segunda faixa é uma pérola hardcore, "Metal Trashing Mad", que foi tocada pela banda no ao-vivo "The Island Years", com Joey Belladonna no vocal. O cd investe com maestria na mistura de hardcore e metal, que viriam a se chamar de speed metal, ou seja, muita velocidade e agressividade, como podemos conferir nas faixas "Panic" e "Subjugator".

A banda ainda nos brindaria com um excelente cover para "I'm Eighteen", de Alice Cooper, devidamente metalizado, e com faixas mais cadenciadas, como a empolgante "Death from Above" (com show de bateria e guitarras) e a pesadíssima "Anthrax", com os riffs sempre animais de Scott Ian, sem dúvida uma das melhores guitarras do heavy metal. Ainda haveria espaço para o curto, mas extremamente agressivo instrumental "Across the River", e para a faixa que fecha o álbum, a mais acessível de todas e sem dúvida o destaque maior, "Howling Furies" (pena que a banda não toque mais essa faixa ao vivo), com direito a duelo maideniano de guitarras.

É claro que outros lançamentos do Anthrax seriam tão bons ou melhores que este, mas esta é uma banda que bate no peito e diz que estreou em grande estilo.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Anthrax"


Slayer: Frank Bello fala sobre a última tour de seus colegasSlayer
Frank Bello fala sobre a última tour de seus colegas

Em 30/10/1985: Anthrax lançava o definitivo álbum Spreading The DiseaseAnthrax: para Benante, banda deveria ser indicada ao Rock And Roll Hall Of FameAnthrax: "Merecemos O Rock And Roll Hall Of Fame por apresentar o Rap às pessoas"Em 24/10/1995: Anthrax lançava o álbum Stomp 442Anthrax: veja apresentação da banda no MegacruiseRodz Online: Especial Rock in Rio 2019 - AnthraxEm 13/10/1960: nascia o vocalista Joey Belladonna

Anthrax: após realizar sonho no Rock in Rio, banda recria foto do AC/DC em 1985Anthrax
Após realizar sonho no Rock in Rio, banda recria foto do AC/DC em 1985

Anthrax: no Rock in Rio, show enérgico com clássicos e trecho de Pantera; vídeosAnthrax
No Rock in Rio, show enérgico com clássicos e trecho de Pantera; vídeos

Dimebag: Scott Ian e Kerry King partilham lembranças etílicasDimebag
Scott Ian e Kerry King partilham lembranças etílicas

Metallica: por que sucesso foi maior que o dos outros no Big 4? Lars comentaMetallica
Por que sucesso foi maior que o dos outros no Big 4? Lars comenta


Metal Sucks: Top 25 vocalistas do metal modernoMetal Sucks
Top 25 vocalistas do metal moderno

Separados no nascimento: Joe Satriani e Lord VoldemortSeparados no nascimento
Joe Satriani e Lord Voldemort


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336