Matérias Mais Lidas

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemMax Cavalera diz quais foram os dois discos mais difíceis que já gravou

imagemHalford relembra o dia que caiu em pegadinha armada por Tony Iommi e Geezer Butler

imagem"Éramos nós contra o mundo" relembra Bill Ward, sobre o início do Black Sabbath

imagemAC/DC: Angus Young conta como é para ele o antes, o durante e o depois de um show

imagemDave Mustaine cutuca Kiss e bandas "preguiçosas" que usam playbacks

imagemAndreas Kisser explica por que o Sepultura mistura Metal com música brasileira


Stamp

Resenha - Against Saints and Sinners - Saint Spirit

Por Paulo Finatto Jr.
Em 25/09/03

Nota: 8

Se ainda impressiona muita gente aqui no Brasil, atualmente a safra de bandas extremas que investem no ‘white metal’ vem aumentando cada vez mais. Se há exemplos de bandas bem extremas como Antidemon e Moriah aqui no Brasil, Mortification no exterior, agora é a vez de aparecer no Brasil o trio Saint Spirit com o seu ‘debut’ CD "Against Saints and Sinners", em uma linha próxima ao thrash/death metal.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Bizoro (bateria e vocal), Esch (guitarra) e Clébis (baixo) utilizaram esta capa um pouco medonha em termos de metal – um pingüim de geladeira. Mas se a capa não é algo bem feito, a produção como um todo é, em especial a parte gráfica (digo o material usado) e a forma de gravação do CD, não utilizando CD-r e tão pouco deixando a sua produção sonora fraca. Com esta boa produção, o estilo da banda só se sobressai ainda mais – com mais guitarras sujas, riffs pesados e leves flertes com o grindcore. Se o vocalista Bizoro consegue cantar de maneira tão agressiva como neste CD e ainda tocar tão bem bateria, o show do Saint Spirit deve ser muito bom! Como já citado, os riffs usados pelo guitarrista Esch são sujos, bem ao estilo de bandas do porte do Machine Head, mas é na hora dos solos que podemos destacar a boa base do músico. Apenas o baixo que aparece com pouca ‘virtuose’, mas nada que represente uma má atuação.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Who Is Against?", "Humans Like Me" são músicas que abrem muito bem o disco do Saint Spirit, na mais pura veia thrash. Quando a banda investe neste tipo de composição, consegue acertar em cheio e criar melodias bem cativantes. Já "Desafio" é um exemplo do lado grind/thrash, chegando a lembrar muito o Ratos de Porão anos 80. Já a exemplo de "Uma Chance a Paz", o que temos é o dito death metal, como se nota pelo título, com letra em português (mesmo sendo pouco entendida tamanho gutural é o vocal de Bizoro). Novamente no lado cativante do thrash/death estão as duas boas músicas, que são elas "Power Hungry" e "O Anticristo" – de "finaleira" está uma das músicas que mais chances de virar hit do Saint Spirit tem: "Double Click", esta merecendo atenção redobrada de quem for conferir o trabalho dos três cariocas.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Ainda é muito cedo tomar algumas conclusões quanto ao futuro do Saint Spirit. Mas seria ignorância não dizer que pelo menos, o trio tem um bom potencial para ser explorado. Fazer alguns shows e já começar a pensar num próximo CD é o que a banda tem como opção para se aperfeiçoar.

Line-up:
Esch (guitarra);
Clébis (baixo);
Bizoro (vocal/bateria).

Track-list:
01. In Memorian Mei
02. Who Is Against?
03. Humans Like Me
04. Desafio
05. If They Let me Talk (Sarcoma)
06. Uma Chance a Paz
07. Eu sou Deus
08. O Conto do Prego e o Martelo (Cachaça)
09. Satanicphobia
10. Jesus Chorou
11. Power Hungry
12. O Anticristo
13. Sakitel
14. O Caminho das Agulhas
15. Double Click

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Tempo total: 30:42

Site oficial: www.saintspirit.hpg.com.br

E-mail: [email protected]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre

Mais matérias de Paulo Finatto Jr..