Resenha - Seventh Star - Black Sabbath

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar Correções  


Quando tudo parecia estar perdido após o lançamento de "Born Again", que contava com um Black Sabbath bastante modificado em relação à formação clássica (que contava com Ozzy, Iommi, Buttler e Ward), após a passagens de grandes vocalistas pela banda como Ronnie James Dio e Ian Gillan, em 1986 foi a vez de Tony Iommi reformar o Black Sabbath, e por isso, colocar como título do que seria o próximo álbum o nome da banda modificado para Black Sabbath – Featuring Tony Iommi.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mesmo tendo apenas o guitarrista como membro original, sem sombras de dúvidas "Seventh Star" é um disco do Sabbath. Glenn Hughes (vocal, já havia tocado no Deep Purple – também baixista), Dave "The Beast" Spitz (baixo), Geoff Nichols (teclado, já havia trabalhado com a banda em dois discos anteriores, "Heaven and Hell" e "Mob Rules"), Eric Singer (bateria, tocara com o Kiss), além de Tony Iommi (guitarra), formaram o Black Sabbath nesta época, formação que gravou junta somente neste disco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para a época pode-se dizer que a produção do disco ficou muito bem feita, mas o que chama mais a atenção é o fato de a banda fazer um tipo de rock bem diferente da época de discos como "Master of Reality" e "Vol. 4", diferente do hard/heavy da época de "Heaven and Hell", algo fortemente influenciado pelo progressivo (Deep Purple), e bandas como AC/DC e Led Zeppelin.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A escolha dos músicos por parte de Iommi foi muito bem feita. Hughes é um dos maiores vocalistas da história quando se fala de hard/rock. Eric Singer... bem... sobre esse basta vermos seu currículo ao lado de Alice Cooper e Kiss.

Abrindo com a rápida e pesada "In For the Kill", uma das melhores do álbum, o CD já vai para a balada "No Stranger to Love", que mais tarde viraria videoclipe. Para quebrar o tempo cadenciado, o disco segue com a certeira "Turn to Stone", com um show de Eric Singer, ao contrário da primeira, em que o destaque vai na sua quase totalidade para Glenn Hughes. Em uma linha mais rock 70’ está a faixa "Danger Zone", assim como "Heart Like a Wheel", uma faixa destinada exclusivamente à virtuose de Tony Iommi com uma invejável interpretação de Hughes.

Pena que em nove faixas (oito músicas – "Sphinx The Gardian" é apenas uma introdução) não há nem 35 minutos de música. O disco prometia, as músicas mais pesadas são realmente boas, mas o que acabou "estragando" foi a alta quantidade de músicas paradas, baladas ou não.

Line-up:
Glenn Hughes (vocal);
Tony Iommi (guitarra);
Dave "The Beast" Spitz (baixo);
Geoff Nichols (teclado);
Eric Singer (bateria).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Track-list:
01. In For the Kill
02. No Stranger to Love
03. Turn to Stone
04. Sphinx (The Guardian)
05. Seventh Star
06. Danger Zone
07. Heart Like a Wheel
08. Angry Heart
09. In Memory...


Outras resenhas de Seventh Star - Black Sabbath

Black Sabbath: O Disco "Solo" De Tony Iommy?




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Black Sabbath: todos os discos da banda, do pior para o melhor, segundo a KerrangBlack Sabbath
Todos os discos da banda, do pior para o melhor, segundo a Kerrang

Sai, capeta: 10 bandas que foram classificadas como satanistas (porém, não são)Sai, capeta
10 bandas que foram classificadas como satanistas (porém, não são)

Eddie Van Halen: Eu amo sua música, e sempre amarei, disse Brian MayEddie Van Halen
"Eu amo sua música, e sempre amarei", disse Brian May

Black Sabbath e Pink Floyd: Tony Iommi e Nick Mason gravam música juntosBlack Sabbath e Pink Floyd
Tony Iommi e Nick Mason gravam música juntos

Black Sabbath: o solo de Eddie Van Halen que Tony Iommi não conseguiu tocarBlack Sabbath
O solo de Eddie Van Halen que Tony Iommi não conseguiu tocar

Black Sabbath: Iommi revela que odiava solo de Paranoid e explica motivoBlack Sabbath
Iommi revela que odiava solo de "Paranoid" e explica motivo

Black Sabbath: bonequinho da bruxa da capa do disco de estreiaBlack Sabbath
Bonequinho da "bruxa" da capa do disco de estreia

Black Sabbath: Briga sangrenta com skinheads quase cancelou gravação do ParanoidBlack Sabbath
Briga sangrenta com skinheads quase cancelou gravação do Paranoid

Black Sabbath: Ian Gillan diz que estava bêbado quando aceitou entrar para a bandaBlack Sabbath
Ian Gillan diz que estava bêbado quando aceitou entrar para a banda

Black Sabbath: Edição comemorativa luxuosa de Paranoid é lançadaBlack Sabbath
Edição comemorativa luxuosa de Paranoid é lançada


Os poderosos chefões: Roberto Justus que se cuideOs poderosos chefões
Roberto Justus que se cuide

Rick Rubin: Porra, que cara esquisito!, diz IommiRick Rubin
"Porra, que cara esquisito!", diz Iommi


Megadeth: O recadinho provocante da vocalista do HuntressMegadeth
O recadinho provocante da vocalista do Huntress

Slayer: assista Ivete Sangalo cantando Dead Skin MaskSlayer
Assista Ivete Sangalo cantando "Dead Skin Mask"


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 Cli336 CliIL Cli336