Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemEvanescence anuncia a saída da guitarrista Jen Majura

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemVinte excelentes músicas do Iron Maiden escritas pelo "chefe" Steve Harris

imagemSe vira nos 30: Andre Matos tomou cano de produtor e fez milagre pra agradar fãs

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen


Resenha - Rising Moangá - Glory Opera

Por Paulo Finatto Jr.
Em 03/06/03

Nota: 10

Ao ouvir este CD, "Rising Moangá", nota-se perfeitamente o porquê de o Glory Opera ser considerado a revelação do metal nacional, segundo pesquisas populares nas duas maiores revistas do gênero no país. Lançado pela Megahard no segundo semestre de 2002, "Rising Moangá" une melodia, agressividade com diversos toques de música regional brasileira, mais precisamente, vinda de Manaus/AM.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A formação da banda conta com Humberto Sobrinho (vocal) e Helmut Quacken (bateria), ambos chegaram a fazer testes para entrar no Angra em 2000, sendo que o vocalista chegou a gravar uma versão demo para "Acid Rain" (Angra). O line-up é completado por Jean Rothen e Stanley Wagner (guitarras), Emerson Dácio (baixo) e Paulo Rangel (teclado) – este não mais na banda. Obviamente que os destaques são Humberto e Helmut, este último, já podendo ser citado como um dos melhores bateristas do Brasil. Jean é um excelente guitarrista, e ainda, com grande criatividade, já que é responsável por muitas das composições.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Com a ótima produção e a bela arte gráfica, o álbum abre com a introdução "Boto", estourando qualidade quando começa a rodar "One Step Behind", terceira música do CD – dividida em duas partes: "Awakening" e "Final Revelation". "Half of Darkness" é a melhor música na minha opinião, esta, bem na linha do Angra – já que há algumas passagens de música brasileira. Uma ótima composição, com bastante melodia e pegada. Numa linha mais agressiva está "Holy Prophecies", que quando embala no peso, lembra muito o Symphony X dos primeiros CD’s. "Rising Moangá" é uma música dividida em cinco partes: abre com a ‘intro’ "Sacred Ground", passando pela ótima e "quase balada" "Forest of Remains"; pela bonita cadenciada "Iara"; pela direta, pesada e tradicional "House of Flutes" e fechando com a instrumental "The Path of Waters". (Vale comentar que o guitarrista Pedro Esteves (Liar Symphony) participa em um solo de "Forest of Remains).

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Um disco perfeito, lançado por uma banda que realmente investiu para que o resultado final posse ótimo. Músicos muitíssimos bem entrosados e de muito bons gostos, só pode dar no que deu! Se o segundo CD vier nesta linha...

Site oficial: www.gloryopera.mus.br.

E-mail: [email protected]

Track-list:
01. Boto (intro)
02. Endless Sin
03. One Step Behind
04. Half of Darkness
05. Holy Prophecies
06. When Falls the Winter
07. Sacred Ground (intro)
08. Forest of Remains
09. Iara
10. House of Flutes
11. The Path of Waters (instrumental)

Tempo total: 64:38

Line-up:
Humberto Sobrinho (vocal);
Jean Rothen (guitarra);
Stanley Wagner (guitarra);
Emerson Dácio (baixo);
Paulo Rangel (teclado);
Helmut Quacken (bateria).

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Material cedido por:
Megahard Records
Caixa Postal 41698, São Paulo/SP, Cep:05422-970
Site: www.megahard.com.br, e-mail: [email protected]
Fax: (11) 3224.8297. Telefone: (11) 3224.0709.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre

Mais matérias de Paulo Finatto Jr..