Resenha - Crucible - Halford

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Toral
Enviar Correções  

8


É imensurável a satisfação de ver e ouvir Rob Halford, o "Metal God", no mundo do metal novamente, o que iniciou-se com "Ressurrection", e agora tem continuidade com "Crucible". O "careca" é, com toda a certeza, a maior e mais representativa figura do heavy metal atual, e o Judas Priest parece que vem carecendo disso, uma vez que os novos rumos tomados em "Demolition" foram um fiasco, e não é novidade que o Judas vem vivendo puramente do passado em seus shows.

publicidade

"Crucible", em relação ao seu antecessor, "Ressurection", se diferencia no que diz respeito a melodia, uma vez que apresenta menos vocais melódicos e agudos, bem como solos na mesma linha. Em contrapartida, está mais pesado, incluindo, também, algumas passagens mais modernas no som, além de pitadas thrash. A grade verdade é que "Ressurection" continha um heavy metal mais voltado para Judas Priest, enquanto "Crucible" explora mais a linha de "War of Words" do saudoso "Fight".

publicidade

Instrumentalmente falando, o "Halford" está impecável: um baterista monstruoso e destruidor, dupla de guitarristas da pesada e baixista coeso.

Tudo isso refletiu no som, e podemos ir ao delírio ao ouvirmos "Betrayal", um verdadeiro furacão metalico, "Hearts of Darkness" e sua levada oriental com melodia e fúria vocal do "metal god", a melancólica "Crystal", "Heretic" e suas passagens modernas, "Golgotha" (um clássico) com uma aceleração de andamento fascinante. Isso somente para citar algumas, mais ainda temos "Wrath of God" que lembra bastante "In to the Pit" do Fight (imagina!) e o clássico "Sun" e suas melodias obscuras.

publicidade

De quebra, temos Roy Z (Tribe of Gypsies e Bruce Dickinson) compondo várias músicas e produzindo "Crucible", o que proporcionou um trabalho de primeira linha.

Resta dizer ao caro leitor fanático pelo "careca": não percam esta boa oportunidade de adquirir o material e comprovar uma verdadeira aula de heavy metal. Será fascinante.

Site Oficial: www.robhalford.com

publicidade


Outras resenhas de Crucible - Halford

Resenha - Crucible - Halford

Resenha - Crucible - Halford




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Galeria: Musas do Rock e Heavy MetalGaleria
Musas do Rock e Heavy Metal

Motorhead: perguntas dos fãs respondidas por LemmyMotorhead
Perguntas dos fãs respondidas por Lemmy


Sobre André Toral

Formado em Administração de Empresas. Curte Hard clássico dos anos 70 e início dos 80; Heavy Metal é sua religião.

Mais matérias de André Toral no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin