Resenha - Dying for the World - WASP

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Blackie Lawless é definitivamente um cara perseverante: perdeu pela segunda vez seu parceiro de banda Chris Holmes e ainda assim não desiste do WASP. Após dois ótimos cds, o rockeiro "Helldorado" e o mais heavy "The Unholy Terror", Blackie volta com este pesado "Dying for the World", cuja concepção de capa lembra muito o cd anterior, "Unholy Terror".

W.A.S.P. e Accept: bandas confirmam show único no Brasil em GuarulhosMetal contra o câncer: festival aceita "cabelo" como ingresso

O som nos remete ao WASP conceitual de "Crimson Idol" e "Still Not Black Enough", com puro heavy oitentista, embalado por fortes coros e a voz inconfundível de Blackie. "Shadow Man", a primeira faixa, gruda logo de início por seu peso e por lembrar "Enter Sandman" do Metallica na sua introdução. Logo depois somos brindados com uma faixa tipicamente WASP, a rockeira "My Wicked Heart", aonde Blackie, auxiliado pelo competente baixista Mike Duda, dão um show a parte nos vocais.

O cd realmente leva o ouvinte à mesma atmosfera pesada de "Crimsol Idol", com faixas fortes, como o heavy agressivo de "Hell for Eternity", a típica "Maideniana" "Revengeance", com duos de guitarra muito bem colocados, e mais uma faixa influenciada por Iron Maiden, por sinal a melhor do cd, a cativante "Stone Cold Killers", aonde refrão marcante, guitarras pesadas e bateria agressiva combinam para que saia mais um clássico da banda.

Blackie está definitivamente bem inspirado, falando sobre assassinos, maldade, e histórias de terror. Uma agressividade que ficou contida desde o cd "Helldorado", apesar de ainda haver espaço para boas baladas, como "Hallowed Ground" e "Trail of Tears".

Blackie Lawless está escorado por uma boa banda, com Mike Duda no baixo, Frankie Banali na bateria e Darrel Roberts na guitarra, nos brindando com mais um grande cd, que contém de tudo um pouco que o WASP já fez, e continua fazendo. Altamente recomendável para fãs de bom heavy metal. Vale destacar também a excelente arte gráfica do encarte, um primor de trabalho.

Lançado pela Metal-Is / Sanctuary Records.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "W.A.S.P."


W.A.S.P. e Accept: bandas confirmam show único no Brasil em GuarulhosW.A.S.P. e Accept
Bandas confirmam show único no Brasil em Guarulhos

Wasp: por que Lemmy nao queria Chris Holmes no Motörhead?Wasp
Por que Lemmy nao queria Chris Holmes no Motörhead?

2007: 15 discos de rock/metal que completam 10 anos de lançamento2007
15 discos de rock/metal que completam 10 anos de lançamento

Propriedade privada: 5 bandas de hard rock e metal com um dono sóPropriedade privada
5 bandas de hard rock e metal com "um dono só"


Metal contra o câncer: festival aceita cabelo como ingressoMetal contra o câncer
Festival aceita "cabelo" como ingresso

Roadrunner: os melhores frontmen de todos os temposRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos

Bandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palcoBandas Novas
10 coisas que vocês jamais devem dizer no palco

Drogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astrosDrogas e Álcool
Protagonistas nos piores shows de grandes astros

Freddy Frenzzy: O vocal que trocou Hard Rock por forró ostentaçãoFreddy Frenzzy
O vocal que trocou Hard Rock por forró ostentação

Led Zeppelin: as 10 melhores performances de John BonhamLed Zeppelin
As 10 melhores performances de John Bonham

Saul Gumz: Coleção de Classic Rock no interior de Santa CatarinaSaul Gumz
Coleção de Classic Rock no interior de Santa Catarina


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336