Resenha - Geoff Tate - Geoff Tate

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 6


Depois do "meia-boca" Q2K, e de um cd ao vivo muito promissor, o Queensryche parecia que iria entrar nos eixos e nos brindar com um cd de heavy metal digno da banda que já trouxe ao mundo pérolas como "Operation:Mindcrime" e "Rage for Order". E eis que Geoff Tate, o vocalista, resolve se aventurar por um cd solo, antes da banda (que perdeu o guitarrista Kelly Gray recentemente). O que poderíamos esperar de um cd solo de um vocalista renomado, numa banda com intenção de voltar aos seus áureos tempos? Algo muito promissor, com certeza.

Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioTop 500: as melhores de todos os tempos segundo a Rolling Stone

Mas não é o que acontece. Cd's solo não necessariamente precisam seguir a linha das bandas principais de quem os lança, mas este solo de Geoff lembra demais a fase do Queensryche que todos queriam esquecer: os cd's "Hear in the New Frontier" e "Q2K"... o que aconteceu? A voz continua lá, como mostram faixas como "Flood" e "Forever", mas o cd é cheio de efeitos eletrônicos, guitarras sintetizadas e climas soturnos, sendo em alguns casos até entediante, como nas faixas "Touch" e "Every Move You Make", que apesar de terem boas harmonias e a voz sempre bem colocada (e em forma) de Geoff, não conseguem emplacar.

Geoff acerta quando imprime um pique mais pop ao cd, como na balada "In Other Words", e na quase (pasmem) rockeira "A Passenger", que com sua levada mais comercial, consegue empolgar, mas não muito. As melhores faixas fiquem para o final: as rockeiras "Off The Tv", "Grain of Faith" e a quase metaleira "Over Me", aonde Geoff mostra que continua com um gogó afinadíssimo. Se era sua intenção fazer um cd diferente ele atingiu seu objetivo, mas o cd de fato não empolga e não é recomendável para nenhum fã do Queensryche.

Acho que é hora de ressucitar Doctor X e fazer uma "Revolution" na mente dos integrantes da banda. Urgente!!!! (Risos)

Lançado pela Sancturary Records.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Geoff Tate"


Geoff Tate: sou libertário, meio à esquerda, e acredito no socialismoGeoff Tate
"sou libertário, meio à esquerda, e acredito no socialismo"

Mike Portnoy: baterista não quer guardar mágoas de Geoff TateMike Portnoy
Baterista não quer guardar mágoas de Geoff Tate


Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio

Top 500: as melhores de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores de todos os tempos segundo a Rolling Stone

Bruce Dickinson: deixando o cabelo crescer novamente em ato de rebeldiaBruce Dickinson
Deixando o cabelo crescer novamente em ato de rebeldia

Metallica: sobre o que fala For Whom The Bell TollsMetallica
Sobre o que fala "For Whom The Bell Tolls"

Bandas: Audiófilos elegem as maiores da história do rockBandas
Audiófilos elegem as maiores da história do rock

Led Zeppelin: as 10 melhores performances de John BonhamLed Zeppelin
As 10 melhores performances de John Bonham

Saul Gumz: Coleção de Classic Rock no interior de Santa CatarinaSaul Gumz
Coleção de Classic Rock no interior de Santa Catarina


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.