Resenha - Alive In An Ultra World - Steve Vai

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Site Oficial - http://www.vai.com

Fotos de Infância: Steven Tyler, do AerosmithDoors: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Steve Vai (Guitarra & Vocais)
Mike Keneally (Teclados, Guitarra & Vocais)
Dave Weiner (Guitarra, Violão & Cítara)
Philip Bynoe (Baixo & Vocais)
Mike Mangini (Bateria)
Chris Frazier (Bateria em "Whispering A Prayer")
Eric Goldberg (Teclados em "Whispering A Prayer")

Revolucionar, trazer idéias impensáveis, indicar novos caminhos; estes parecem ser os eternos objetivos - bem sucedidos por sinal - do fabuloso Steve Vai. Com segurança posso afirmar que sua música não cairá no esquecimento como quase todas as novidades da modernidade. O futuro o lembrará e sua arte será exemplo por anos, décadas, talvez até séculos.

"Alive In An Ultra World" é um dos trabalhos mais ambiciosos que o mundo musical já viu. Um disco ao vivo, totalmente inesperado e somente com músicas inéditas, dedicadas a quinze países e criadas através de um verdadeiro estudo antropológico sobre a cultura de cada um dos homenageados. Uma proposta absurda, de resultado simplesmente sensacional.

Produção perfeita, minuciosamente cuidada. Os timbres sempre maravilhosos cresceram ainda mais com a qualidade de som acertada, 'redonda'. Os shows, gravados em diversas localidades do globo, soam como uma só apresentação. Pra completar, os detalhes acertados em estúdio, são citados e explicados no encarte, numa amostra de sinceridade e profissionalismo raros de se ver.

As músicas são sensacionais e em geral captaram bem o clima de cada território. Umas menos, outras mais. É uma pena que nem todas tenham sido gravadas nos países de origem, pois dessa forma, a recepção do público seria mais ardorosa. Frente a uma composição desconhecida e sem um vínculo cultural estabelecido, algumas platéias não responderam como o esperado.

Steve Vai foi ao limite extremo dos riscos, e saiu com pouquíssimos arranhões. Considerando-se a grandeza do projeto, nada de fato representativo. Obra de um gênio; dois discos históricos, dos quais Frank Zappa com certeza se orgulharia.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Steve Vai"


Joe Satriani: a diferença entre dar aula pra Steve Vai e Kirk HammettJoe Satriani
A diferença entre dar aula pra Steve Vai e Kirk Hammett

G3: Joe Satriani criou projeto pois sucesso o isolou de todosG3
Joe Satriani criou projeto pois sucesso o isolou de todos

Guitarra: Pentatônica a lá Steve Vai, Petrucci, Steve Morse, Edu Ardanuy, Bonamassa, etcGuitarra
Pentatônica a lá Steve Vai, Petrucci, Steve Morse, Edu Ardanuy, Bonamassa, etc


Fotos de Infância: Steven Tyler, do AerosmithFotos de Infância
Steven Tyler, do Aerosmith

Doors: Perguntas e respostas e curiosidades diversasDoors
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Iron Maiden: o que os grandes músicos acham da banda?Iron Maiden
O que os grandes músicos acham da banda?

Rob Halford: Ninguém escolhe ser GayRob Halford
"Ninguém escolhe ser Gay"

Metallica: várias releituras diferentes de Master of PuppetsMetallica
Várias releituras diferentes de "Master of Puppets"

Twitter: Alice Cooper, Blink-182 e Green Day reagem a mensagens de hatersTwitter
Alice Cooper, Blink-182 e Green Day reagem a mensagens de haters


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336