Matérias Mais Lidas

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemNick Mason relembra a época que o Pink Floyd desastrosamente tentou tocar reggae

imagemShavo Odadjian, baixista do System Of A Down, conta quais álbuns mudaram sua vida

imagemMark Tremonti, do Alter Bridge, revela que é grande fã de lendária banda de metal

imagemO dia que os membros do Black Sabbath foram amaldiçoados por uma seita satânica

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs

imagemIron Maiden apresenta Eddie em versão samurai ao vivo; veja vídeo oficial

imagemGene Simmons compartilha tweet com meme da ex-presidente Dilma Rousseff

imagemO que Adrian Smith descobriu ao retornar ao Iron Maiden


Resenha - World Needs a Hero - Megadeth

Por Rodrigo Simas
Em 16/09/01

Nota: 7

Depois de 2 anos do lançamento de RISK, que decepcionou a grande maioria dos fãs da banda, por ser um disco não tão voltado para o heavy metal, e sim mostrando um Megadeth a procura de novos caminhos para sua música, THE WORLD NEEDS A HERO chega cercado de apreensão, ainda mais depois da saída de Marty Friedman, que foi substituído por Al Pitrelli (ex- Savatage, guitarra).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Já faz algum tempo que Dave Mustaine não mostra mais a genialidade encontrada em discos como Peace Sells e Rust in Peace, mas é impossível dizer que discos como Countdown To Extinction e Youthanasia são ruins (muito pelo contrário).

Em The World Needs A Hero o Megadeth com certeza está de volta ao heavy metal, desde a capa com a volta do mascote VIC até o visual da banda, porém o som não traz tanta energia como antigamente, seguindo uma mesma fórmula e sem maiores inovações. Todas músicas são boas, mas não tem nada que realmente empolgue ou que seja do nível dos trabalhos antigos da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Logicamente temos alguns destaques e algumas músicas merecem observações: "The World Needs a Hero" talvez seja a música mais "diferente" do CD e por isso traz um atrativo a mais, "1000 Times Goodbye" é uma grande faixa, "Burning Bridges" tem um excelente refrão, com uma boa melodia, "Promises" é uma boa balada e serve para quebrar um pouco o rítmo do CD, "Recipe for Hate...Warhorse" e "Dread and Fugitive Mind" não deixam a peteca cair e "Return To Hangar" mostra que Mustaine ainda sabe compor músicas pesadas no estilo de Rust in Peace, com muitos solos e com levadas bem mais heavy metal, mas não chega nem perto da verdadeira Hangar 18.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Al Pitrelli cumpre seu papel perfeitamente, e o baterista Jimmy DeGrasso mais uma vez mostra que toca muito, mas que por má sorte não entrou numa fase muito boa para o Megadeth.

No final das contas THE WORLD NEEDS A HERO é um bom disco ,que não vai decepcionar os fãs, mas que também não vai trazer o Megadeth ao topo mais uma vez, mas sim contar como mais um CD na grande discografia da banda.


Outras resenhas de World Needs a Hero - Megadeth

Resenha - World Needs a Hero - Megadeth

Resenha - World Needs a Hero - Megadeth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre

Mais matérias de Rodrigo Simas.