Resenha - Greetings - Dislife

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Vignini
Enviar Correções  

8


Esse é o primeiro CD da banda sueca de grunge (?!?!?), e por mais estranho que possa parecer, eles são ótimos. Formada por Christian Michols – vocais, Fredrik Olsson – bateria, Karl Jhanson – percussão, Martin Hast – baixo, Peter Lindholm – guitarra e Peter Johansson – teclado e percussão, essa banda surpreende quem gosta do estilo que muitos julgavam já meio morto.

publicidade

O cd começa com "Reverend Rider", onde é impossível não se lembrar dos melhores momentos do Pearl Jam. Aliás, o timbre vocal de Michols é bastante semelhante ao de Eddie Vedder. O som é uma paulada.

"Think Again" é mais leve, mas não deixa a peteca cair, "Fade in – Fade Out" é uma balada lindíssima, sem ser melosa, assim como a boa "Greetings", que poderia ser encaixada no álbum Ten do Pearl Jam.

publicidade

"Alcohol Star" é talvez a melhor música do álbum, é uma paulera falando da "inspiração musical depois de umas cervejas".

Outra música que vale o cd é "Hailstorm of Faith", um rock sem firulas, com refrão poderoso e um solo legal de guitarra. Precisa mais do que?

"Defiant" é uma música bastante estranha, mas ao mesmo tempo muito boa, com variações, e um trabalho fantástico de guitarra e teclado, criando um som bem melancólico e soturno.

publicidade

As três últimas músicas são gravadas ao vivo. "Heartbeats", "Clouded" e "Speeding the Car". São boas músicas, mas a qualidade da gravação deixa um pouco a desejar, e como a parte de estúdio é superbem produzida, fica um contraste grande.

Se você curte Peal Jam, Temple of the Dog, Live ou Bush, vá atrás destes caras procurar conhecer mais sobre a banda. Procure no www.mp3.com/dislife e faça o download de uma das músicas. Essa banda mostra que o som de Seattle não acabou, só mudou-se para a Suécia, para viver a base de Aquavit e vodca Absolut.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Freedom of Expression: o tema do Globo RepórterFreedom of Expression
O tema do Globo Repórter


Sobre Guilherme Vignini

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin