Resenha - Through the Ashes of Empire - Machine Head

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Daniel Lessa
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


O Machine Head está de volta com Through the Ashes of Empires. Se o grupo liderado por Robert Flynn (guitarra e vocal) não traz novidades na parte musical, trouxe na sua formação, com a volta do guitarrista Phil Demmel - juntos, os dois formam uma afiada e poderosa dupla de guitarras no melhor estilo thrash metal. Completam o time o bom baixista Adam Duce e o baterista Dave McLain - que espanca com raiva e competência seus tambores.

Andre Matos: "Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!"Musos do Heavy Metal: Agora é a vez das garotas!

No novo disco, o MH voltou a apostar mais no som pesado e menos em modernidades, ficando mais perto do início da sua carreira (quando lançou o debut avassalador Burn My Eyes e o petardo posterior, The More Things Changes). Como sempre, a produção é impecável e a gravação, simplesmente brilhante. Legal que o disco foi produzido pelo próprio Robert Flynn e mixado por Colin Richardson, produtor quase onipresente no cenário metálico atual.

Imperium, que abre o disco, é uma das melhores e serve como uma prévia. Começo arrasador, pesada como um martelo de dez toneladas, depois alterna momentos mais hardcore e um vocal que lembra, em diversos trechos, Phil Anselmo. Também se destacam Bite The Bullet e a "sabbathiana" Elegy.

Misturando com excelência partes mais calmas com outras bem mais densas, Days Turn Blue to Gray se diferencia e traz boa letra sobre desintegração familiar. Mas a preferida mesmo é Vim, com seu começo death metal (Bolt Thrower puro) e depois com mais riffs no melhor estilo Black Sabbath (provavelmente a banda que mais influenciou seus descendentes em todo o mundo, para não dizer a mais copiada).

Indispensável apenas para os fãs, mas uma boa dica para quem procura algo novo fora daquele pastiche horroroso que convencionaram chamar new metal. De lambuja para quem tem um computador razoável em casa, o clipe de Imperium. Muito bom, diga-se de passagem, com excelente fotografia e com o clima na medida para a música.

(Sum - nacional)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Machine Head"


Heavy Metal: As melhores de 2012 segundo o LoudwireHeavy Metal
As melhores de 2012 segundo o Loudwire

Machine Head: Amps Falsos no Palco - pode isso, Arnaldo?Machine Head
Amps Falsos no Palco - pode isso, Arnaldo?


Andre Matos: Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!Andre Matos
"Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!"

Musos do Heavy Metal: Agora é a vez das garotas!Musos do Heavy Metal
Agora é a vez das garotas!


Sobre Daniel Lessa

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClioIL