Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemSteve Perry revela o motivo ter recusado substituir Dave Lee Roth no Van Halen

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemA opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemOzzy Osbourne revela de qual de seus álbuns Lemmy Kilmister mais gostava


Stamp

Resenha - Actual Time - Actual Time

Por Thiago Sarkis
Em 26/01/00

Site Oficial - http://www.people.virginia.edu/~sha3u/time/

O Actual Time é uma banda sem fins comerciais. Os integrantes da banda compõem e tocam por divertimento. É um hobby para eles e nada mais. Fazem o som que querem, da maneira que acham melhor, deixando de lado todas as tendências do mercado.

Para que você começar a ter uma certa idéia do tipo do som que eles fazem... imagine o Meshuggah sem vocais. Beleza, o primeiro passo está dado. Agora ouça alguma música do Meshuggah, de preferência do álbum "Destroy Erase Improve". Continuando. Coloque em sua mente todas aquelas quebradas, aqueles ritmos malucos presentes na música que escutou e imagine uma banda fazendo aquilo o tempo inteiro, com mais intensidade, mais variedade e limpeza nos riffs, adicionando ainda, harmonias bem complexas e sincopas o tempo inteiro. Perfeito, você acabou de descobrir o que esses malucos insanos do Actual Time fazem.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O grande "lance" da banda está na complexidade das músicas, principalmente quando falamos em ritmos.

Eles não levam mesmo jeito de quem quer entrar no mercado, vender milhares de cópias, ganhar fama, etc. Como já dito antes, fazem o que querem da maneira que bem entendem. A capa e o encarte são as maiores provas de que eles não estão nem aí com o que as pessoas podem pensar da banda ou de cada um deles. É um escracho total. A capa, o encarte e a parte de trás do CD, com o nome das músicas, dão a impressão de que foram montados no word rapidamente e impressos de qualquer maneira. Eles nem se lembraram que existem outras cores além do preto e do branco!!!

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

As invenções destes americanos são tão malucas, que em alguns momentos chegam a soar de forma engraçada. A terceira faixa, chamada "Crank", composta pelo baterista, é, de longe, a mais divertida de todas. Fico imaginando essa música sendo usada naqueles programas de ginástica que costumam passar de manhã. Seria engraçado ver alguém malhando e ouvindo "Crank" ao mesmo tempo. A pessoa chegaria ao final da música, que tem um pouco mais de três minutos, completamente estafada.

As músicas não possuem muitos solos de guitarra/baixo/bateria e normalmente os pequenos solos ficam bem apagados, de certa forma, 'escondidos' atrás dos riffs de guitarra.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Em muitos momentos, toda essa complexidade, soa como algo mecânico (até demais!). Muito pensado. Apesar disso e das falhas na produção, vale a pena conferir esse primeiro trabalho do Actual Time. Eles são músicos criativos, com muitas idéias inovadoras a originalidade a toda prova.

Formação:
Scott Andrews (Guitarra de 7 cordas)
Brad Derrick (Bateria)
Tom Snyder (Baixo)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.