Resenha - Victory - Running Wild

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rodrigo Pumpkin
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Mais uma vez Rock n Rolf nos brinda com um CD de sua banda, o Running Wild, e mais uma vez o CD soa como todo fã da banda quer, exatamente como Running Wild. Nenhuma mudança brusca no estilo que a banda vem adotando todos esses anos já com mais de uma década e meia de estrada.

935 acessosRunning Wild: nove primeiros clássicos serão relançados5000 acessosMetallica: a capa do "Death Magnetic" lembra uma vagina?

Victory é um disco pesado, mais que segue principalmente a linha do último album, The Rilvary, mais melódico e não tão direto quanto discos como Masquerade.

A banda não tem mais Jorg Michael na bateria, e quem se encarregou da mesma foi Angelo Sasso, que deve dar lugar para Chris Efthimiadis (ex- Rage) no seu posto,sendo que tirando isso a formação não se alterou.

É legal também notar que até Rock n Rolf se entregou para as covers, e aqui está Revolution, dos Beatles.

O disco é o que se espera desta banda alemã: peso, grandes refrãos, grandes riffs, melodia e tudo aquilo que fez o grupo ser considerado uma lenda no heavy metal , e se você gosta de Running Wild com certeza não ficará decepcionado.

Alguns dos destaques do disco são Fall of Dorkas, a maravilhosa Tsar e Return of The Gods, bem no velho estilo, já clássico. E assim o grupo entra no ano 2000, defendendo seu estilo, e provando que não são necessárias grandes mudanças musicais para se fazer bons discos. Viva os piratas.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

935 acessosRunning Wild: nove primeiros clássicos serão relançados0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Running Wild"

Metal AlemãoMetal Alemão
About.com elege as melhores bandas

Top 10Top 10
Os mais influentes álbuns de Metal Tradicional

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Running Wild"

MetallicaMetallica
A capa do "Death Magnetic" lembra uma vagina?

Lars UlrichLars Ulrich
O motivo pelo qual o Big Four tocou "Am I Evil"

EpicaEpica
Veja fotos da irmã mais nova de Simone Simons

5000 acessosJourney: o famoso erro geográfico em "Don't Stop Believin'"5000 acessosRock And Roll: últimas fotos em vida de músicos famosos5000 acessosTime Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os tempos5000 acessosChris Impellitteri: "Gene Simmon é um completo idiota"5000 acessosSeparados no nascimento: Kirk Hammet e Sky Blu (LMFAO)4659 acessosSlipknot: o que Craig Jones faz na banda?

Sobre Rodrigo Pumpkin

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online