RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemThe Cure: 5 bandas que o vocalista Robert Smith já declarou odiar

imagemBruce Dickinson é confirmado como uma das atrações do Summer Breeze 2023

imagemTodos os rockstars que já recusaram ser condecorados pela rainha Elizabeth II

imagemGuns N' Roses compartilha foto incrível de show realizado em São Paulo

imagemOs álbuns de outros estilos musicais que Dave Mustaine indica para quem é headbanger

imagemBarbosa ficou em 2º em concurso de guitarrista mais sexy e perdeu para astro internacional

imagemDavid Coverdale lista seus 20 álbuns preferidos do rock britânico

imagemBittencourt explica óbvio motivo para convidar "Cara do Crepúsculo" para papel do Batman

imagemKiko Loureiro explica a química da atual formação do Megadeth

imagemCom tempo de sobra, Bruce Dickinson também faz segurança em show do Iron Maiden

imagemManeskin e o grande temor que Gastão Moreira tem em relação à banda

imagemArnaldo explica por que saía do palco quando Titãs tocava hit de "Cabeça Dinossauro"

imagemRafinha Bastos e João Gordo debatem piada sobre Wanessa e discutem papel do humor

imagemRenato Russo tentava boicotar Legião marcando show em dia de jogo na copa de 1994

imagemAxl e o pequeno gesto com Slash comprovando que as tretas do passado ficaram pra trás


Stamp

Resenha - Hymn to Abramelin - Messiah

Por Paulo Finatto Jr.
Em 29/08/03

Nota: 8

O trio R.K. Kuhne (vocal e baixo), R.B. Broggi (guitarra) e R.H. Heer (bateria), proveniente da Suíça, teve iniciação no meio musical no ano de 1986, quando como banda novata e sem experiência entrou em estúdio para gravar o seu primeiro disco. Em LP, que levou o nome de "Hymn to Abramelin", foi lançado em pouco mais de sete mil cópias pela então pequena gravadora Chainsaw Murder Records. Este foi então o primeiro passo para o sucesso da banda em toda a Europa, mas que não chegou a ser muito reconhecido em outras partes do mundo (como o Brasil).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Hoje, depois de a banda muitos frutos colher pela Europa, não estar mais na ativa, a banda tem pela primeira vez o seu ‘debut’ relançado em CD, remasterizado. O disco que além de contar com suas nove faixas originais, teve o acréscimo de mais quatro bônus – as três primeiras provenientes da demo não-oficial do grupo, lançada em 1984 e a última, uma faixa raríssima de sobra de estúdio, em uma composição nunca apresentada aos fãs. Musicalmente falando, o ‘power-trio’ suíço apresenta um poderoso thrash/death/black metal, com levadas simples, muito peso e vocais agressivos e insanos. Um material realmente underground, produzido de maneira bem precária (nem a remasterização feita pela Massacre Records – licenciado no Brasil pela Hellion Records – ajudou muito, apenas tirou aquela velha "abafada" das gravações oitentistas).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas mesmo com este "probleminha" da produção, o som que vem dos alto-falantes é de muito bom gosto, só pela pequena introdução "Hymn to Abramelin" já se nota que Kuhne, Broggi e Heer tinham uma pegada de primeira no início de sua carreira. O trio executava um thrash raivoso, com passagens sombrias do black metal, mas sempre desembocando em puro peso e velocidade, estas, características do death metal. Até que se nota alguns riffs de guitarra mais próximos do metal tradicional, dando assim uma cara mais oitentista ao som, em exemplo nas ótimas "Messiah", "Anarchus" e nas duas melhores faixas do material, "Empire of Damned" e "The Dentist", esta última, quase um épico do death metal. Por fim, o material bônus vem gravado de forma bem "tosca", servindo apenas como um registro histórico para os fãs, dando ao entender que a banda sempre trilhou pelo mesmo caminho – nestas, vale dar uma conferida em especial na "Speed Fight" e o solo de bateria presente em "Wytchcyrcle".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É com este tipo de lançamento que a Hellion está trazendo ao Brasil um grande exemplar do metal underground mundial, banda do mais alto gabarito como o Messiah. "Hymn to Abramelin" é um disco digno de todos que prezam e adoram tanto o thrash, death ou black metal... E quem não conseguiu acreditar que a banda era boa, basta ver os grandes shows que o Messiah fez ao lado de nomes como Morbid Angel, Celtic Frost, Kreator, Deicide, Tankard, Nuclear Assault, etc. E quem comprou e gostou, saiba que o segundo disco da banda, "Extreme Cold Weather" foi remasterizado em versão nacional (também via Hellion), ganhando este outras sete faixas bônus.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Line-up:
R.K. Kuhne (vocal/baixo);
R.B. Broggi (guitarra);
R.H. Heer (bateria).

Track-list:
01. Hymn to Abramelin (intro)
02. Messiah (extra version)
03. Anarchus
04. Space Invaders
05. Thrashing Madness
06. Future Agressor
07. Empire of the Damned
08. Total Maniac
09. The Dentis
10. Wytchcyrcle (bônus)
11. Speed Fight (bônus)
12. Mortal Bells (bônus)
13. The Key of Hell (bônus)

Material cedido por:
Hellion Records – www.hellionrecords.com
Rua Dr. João Maia, 199 – Aclimação.
CEP: 04109-130 - São Paulo / SP - Brasil
Tel: (11) 5539-7415 / 5083-2727 / 5083-9797
Fax: (11) 5083-3077
E-mail: [email protected]

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

NFL Steve Harris


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Kiss: como foi demitir Eric Carr em seu leito de morte

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre

Mais matérias de Paulo Finatto Jr..