Voltas triunfais: músicos que retornaram para as suas bandas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

No último domingo, 15 de dezembro, a banda Red Hot Chili Peppers anunciou a volta do guitarrista John Frusciante, que estava fora da banda desde meados de 2009. O retorno de John (que já havia saído e voltado para a banda em oportunidades anteriores) causou bastante euforia entre os fãs da banda, pois mesmo que não fosse um integrante da formação original, John passou muito tempo na banda e contribuiu muito para o sucesso de álbuns como "Blood Sugar Sex Magik" e "Californication".

Dinheiro não é tudo mas ajuda: 5 Rock Stars que nasceram ricosQueen: ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sempre que um músico volta para o "seu lar", o sentimento de felicidade toma conta de praticamente todos os fãs, ainda mais quando esses membros tiveram uma longa historia com as bandas em questão. Confira alguns desses músicos que voltaram para suas bandas algum tempo depois da saída.

Marky Ramone (Ramones): Marky Ramone substitui Tommy Ramone de de 1978 até 1983, quando foi se tratar da seus problemas com o alcoolismo. Alguns anos depois, mais precisamente em 1987, voltou a segurar as baquetas até o final do Ramones, em 1996.

Rob Halford (Judas Priest): depois da turnê do excelente "Painkiller" (lançado em 1990), Halford saiu do Judas, banda que estava desde 1973. Em 2003, retornou para o lugar de onde nunca deveria ter saído.

Ronnie James Dio e Vinny Appice (Black Sabbath): depois do rojão imenso que foi substituir Ozzy Osbourne, Ronnie James Dio gravou os maravilhosos "Heaven And Hell" (1980) e "Mob Rules" (1981) e o ao vivo "Live Evil". Após alguns desentendimentos com o patrão Tony Iommi, Dio saiu da banda, levando consigo o baterista Vinny Appice, com quem montaria a banda Dio.

Em 1992, porém, Tony Iommi recrutou ambos para o álbum "Dehumanizer", porém, a alegria durou pouco, já que dois anos depois, após mais brigas, Dio e Appice saíram da banda novamente.

Em 2007, Dio e Appice voltaram para o Black Sabbath, que lançou o disco "The Devil You Know", porém, com a banda chamando Heaven And Hell.

David Ellefson (Megadeth): o baixista e fiel escudeiro de Dave Mustaine tocou no Megadeth desde o primeiro álbum até "The World Needs A Hero". Após quase 20 anos de serviços prestados, saiu da banda em 2002, para voltar em 2010. David permanece até hoje como baixista da banda.

Ozzy Osbourne (Black Sabbath): vocalista original da maior banda de todos os tempos, Ozzy foi demitido em 1979, por conta de seus problemas com as drogas. Após ressurgir com uma maravilhosa carreira solo, Ozzy se reuniu com seus antigos companheiros para alguns shows, que resultaram no ao vivo "Reunion" (1998).

Em janeiro de 2013, o Sabbathlança "13", primeiro disco a contar com Ozzy nos vocais desde "Never Say Die" (1978).

Bruce Dickinson e Adrian Smith (Iron Maiden): talvez a volta mais bombástica da historia recente do heavy metal. Adrian Smith e Bruce Dickinson fizeram parte da maior formação do Iron Maiden, e saíram em anos diferentes (Adrian em 1990 e Bruce em 1993).

Após o retorno em 199, o Maiden se tornou um sexteto, formação que perdura até os dias de hoje.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Matérias

Dinheiro não é tudo mas ajuda: 5 Rock Stars que nasceram ricosDinheiro não é tudo mas ajuda
5 Rock Stars que nasceram ricos

Queen: ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicosQueen
Ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicos


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor