Rolling Stone: dissecando a lista de 500 Maiores Músicas de Todos os Tempos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collectors Room
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Em dezembro de 2004, a edição 963 da revista Rolling Stone chegou às bancas dos Estados Unidos e trouxe como principal atrativo uma lista chamada Rolling Stone's 500 Greatest Songs of All Time, em que a equipe da publicação elaborou uma seleção daquelas que seriam as canções mais importantes da história da música popular - pop, rock, soul, funk e afins.

Scorpions: a história por trás da música "Wind of Change"Ozzy Osbourne: comendo oferenda de macumba no Rock in Rio

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como todo levantamento desse tipo, a lista da Rolling Stone gerou discussões sobre algumas escolhas, mas trata-se, sem dúvida, de um belo documento sobre o que de melhor a música nos deu no século XX.

Algumas curiosidades: a banda com mais músicas na lista, como não poderia deixar de ser, atende pelo nome de The Beatles. O Fab Four emplacou 23 canções - ou seja, quase 5% das 500 músicas. Na sequência temos Rolling Stones (14), Bob Dylan (13), Elvis Presley (11), U2 (8), The Beach Boys (7), Jimi Hendrix (7), Led Zeppelin (6), Prince (6), Sly & The Family Stone (6), James Brown (6), Chuck Berry (6), Elton John (5), Ray Charles (5), The Clash (5), The Drifters (5), Buddy Holly (5), The Who (5), Four Tops (5), Al Green (4), Aretha Franklin (4), Bob Marley (4), Bruce Springsteen (4), Creedence Clearwater Revival (4), David Bowie (4), The Everly Brothers (4), Little Richard (4), Marvin Gaye (4), Muddy Waters (4), Nirvana (4), Roy Orbison (4), Sam Cooke (4), Stevie Wonder (4), Aerosmith (3), The Animals (3), Blondie (3), Bo Diddley (3), The Byrds (3), Cream (3), Elvis Costello (3), Guns N' Roses (3), The Isley Brothers (3), Johnny Cash (3), Neil Young (3), Otis Redding (3), Pink Floyd (3), Ramones (3), Simon & Garfunkel (3), The Supremes (3), The Temptations (3), Van Morrison (3), The Velvet Underground (3), AC/DC (2), Alice Cooper (2), The B-52's (2), The Band (2), Bee Gees (2), Ben E. King (2), Big Star (2), Bill Withers (2), Black Sabbath (2), The Cure (2), Dion (2), Donna Summer (2), The Doors (2), Eddie Cochran (2), Fats Domino (2), Hank Williams (2), Howlin' Wolf (2), The Impressions (2), Jackie Wilson (2), Janis Joplin (2), Jay Z (2), Jefferson Airplane (2), Jerry Lee Lewis (2), Jimmy Cliff (2), Joni Mitchell (2), The Kinks (2), The Lovin' Spoonful (2), Lynyrd Skynyrd (2), Martha Reeves & The Vandellas (2), Michael Jackson (2), The Police (2), Public Enemy (2), Queen (2), R.E.M. (2), Radiohead (2), The Righteous Brothers (2), Rod Stewart (2), The Ronettes (2), Sex Pistols (2), The Shangri-Las (2), The Shirelles (2), The Smiths (2), Smokey Robinson & The Miracles (2), The Staple Singers (2) e Wilson Pickett (2).

Das 500 canções que constam na lista, 351 foram gravadas por artistas norte-americanos, 120 por ingleses, 13 por canadenses (a maioria delas com participação de Neil Young), 12 por irlandeses (o U2 manda um abraço), 7 por jamaicanos, duas por australianos e uma por suecos e franceses (o número total supera 500 porque algumas bandas tinham músicas de diferentes nacionalidades). Todas as músicas presentes na lista são cantadas em inglês, com uma única exceção para "La Bamba", de Ritchie Valens. A única música instrumental é "Green Onions", do Booker T. & The MG's.

Em relação às décadas, temos 203 canções gravadas durante os anos 1960 (40,8% do total), 142 dos anos 1970 (28,2%), 72 da década de 1950 (14,4%), 57 da década de 1980 (11,4%), 22 dos anos 1990 (4,4%), 3 dos anos 2000 (0,6%) e 1 da década de 1940 (0,2%).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Três músicas aparecem duas vezes na lista, em gravações realizadas por artistas diferentes. São elas: "Mr. Tambourine Man" por Bob Dylan e pelo The Byrds, "Blue Suede Shoes" por Elvis Presley e Carl Perkins e "Walk This Way" pelo Aerosmith e na parceria entre a banda e o Run-DMC.

As dez canções mais curtas são "Rave On" de Buddy Holly (com 1:47 de duração), "Great Balls of Fire" de Jerry Lee Lewis (1:52), "The Letter" do The Box Tops (1:53), "Tonight's the Night" da The Shirelles (1:54), "All Shock Up" de Elvis Presley (1:57), "Hit the Road Jack" de Ray Charles (1:58), "C'mon Everybody" de Eddie Cochran (1:58), "Blue Suede Shoes" de Elvis Presley (1:59), "Summertime Blues" de Eddie Cochran (1:59) e "That's All Right" de Elvis Presley (2:00). Já as dez mais longas são "The End" do The Doors (11:43), "Desolation Row" de Bob Dylan (11:21), "Marquee Moon" do Television (10:38), "Free Bird" do Lynyrd Skynyrd (9:19), "Purple Rain" do Prince (8:41), "Won't Get Fooled Again" do The Who (8:29), "Kashmir" do Led Zeppelin (8:28), "Stairway to Heaven" do Led Zeppelin (8:03), "Visions of Johanna" de Bob Dylan (7:31) e "Cortez the Killer" de Neil Young (7:30).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O disco com mais músicas selecionadas foi "Are You Experienced" (4 faixas), lançado por Jimi Hendrix em 1967. Na sequência temos "Appetite for Destruction" do Guns N' Roses (3), "Help!" dos Beatles (3), "Highway 61 Revisited" de Bob Dylan (3), "I Never Loved a Man the Way I Love You" de Aretha Franklin (3), "Led Zeppelin II" do Led Zeppelin (3), "Nevermind" do Nirvana (3), "Pet Sounds" do The Beach Boys (3) e "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" dos Beatles (3).

Em relação à lista em si, acho muito legais esses levantamentos por alguns motivos. O primeiro, e mais óbvio, é conhecer novas faixas. Por mais que a gente escute música há anos, sempre acaba descobrindo coisas novas nesses estudos. E o outro ponto é que uma lista como essa ratifica a influência e a importância de artistas que realmente mudaram o mundo da música, deixando claro o seu impacto na cultura pop mundial. É claro que o fato de o levantamento ser feito por uma publicação norte-americana limita o espectro analisado não apenas ao mercado dos Estados Unidos, mas também ao impacto dessas canções na cultura dos EUA. Porém, a edição brasileira da Rolling Stone realizou um estudo semelhante em outubro 2009, celebrando os seus três anos de vida, chamado As 100 Melhores Músicas Brasileiras de Todos os Tempos - leia aqui.

Para finalizar, compilei todas as músicas citadas pela Rolling Stone em uma playlist. A lista inicia na canção de número 500 - "Shop Around", do The Miracles - e vai até a primeira colocada - "Like a Rolling Stone", de Bob Dylan. Para quem quiser saber mais sobre cada uma das escolhas, no site da Rolling Stone há uma longa matéria com textos sobre cada uma das canções - leia aqui.

Abaixo está a playlist, que garante uma bela jornada por mais de 70 anos de música. Enjoy!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Jimi Hendrix"Todas as matérias sobre "Guns N' Roses"Todas as matérias sobre "Beatles"Todas as matérias sobre "Led Zeppelin"Todas as matérias sobre "Neil Young"Todas as matérias sobre "Bob Dylan"


Axl Rose: ele já tirou satisfação com comediante por piada em showAxl Rose
Ele já "tirou satisfação" com comediante por piada em show

Guns N' Roses: em vídeo, Angus entra no avião pra trollar Axl & CiaGuns N' Roses
Em vídeo, Angus entra no avião pra trollar Axl & Cia


Scorpions: a história por trás da música Wind of ChangeScorpions
A história por trás da música "Wind of Change"

Ozzy Osbourne: comendo oferenda de macumba no Rock in RioOzzy Osbourne
Comendo oferenda de macumba no Rock in Rio


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280