Áudio: Buscando mais qualidade sonora na audição de música

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Costa
Enviar correções  |  Ver Acessos

Uma das formas mais comuns de se ouvir música atualmente é através de um serviço de streaming utilizando muitas vezes um aparelho celular e um fone de ouvido sem muita qualidade. Boa parte dos detalhes das músicas, que foram cuidadosamente elaboradas por músicos e produtores, acabam se perdendo por esses motivos. Por outro lado temos visto uma tentativa de retorno dos discos de vinil, pessoas que buscam mídias físicas.

Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de DominóCinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Existe um público que preza pela qualidade da audição da música, independente de ser uma mídia física ou um formato digital, para isso busca equipamentos para audição que a entregue. Esses equipamentos podem variar de alguns milhares de reais até centenas de milhares de reais. Porém o som que ouvimos saindo de caixas acústicas não é o som direto dos falantes. Esse som interage com a sala e ouvimos uma mistura do som direto dos falantes e da ambiência da sala.

Para se obter uma qualidade sonora melhor e aproveitar ao máximo tudo aquilo que o equipamento de áudio entrega, acaba sendo necessário tratar a sala acusticamente para que haja um controle da reverberação da sala e uma resposta de frequência de acordo com seu uso. Muitas vezes se aproveita para fazer também um isolamento acústico, para que ruídos de fora do ambiente não interfira na audição e para que se possa ouvir em volumes mais altos sem incomodar outras pessoas. São as chamadas salas de audiofilia.

Pode parecer algo restrito a pessoas com alto poder aquisitivo e extremamente exigentes, mas com acesso fácil a uma grande quantidade de filmes e séries em casa, a classe média já vem procurando mais qualidade na reprodução de vídeo e consequentemente no áudio desses vídeos. Assim sendo, é totalmente possível integrar as duas coisas, fazendo uma sala de home theater que seja adequada a audição de música. Dessa forma, se justifica mais o investimento em equipamento e no tratamento da sala.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O custo dessa sala varia bastante conforme tamanho, materiais escolhidos, nível de acabamento. De modo geral, os materiais mais utilizados nas construções dessas salas, são madeira, tapetes, carpete, lãs minerais, tecidos, entre outros.

Um projeto acústico é bem vindo nesses casos e seu custo se justifica pela obtenção de um resultado final melhor e para que se evitem gastos desnecessários.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Matérias

Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de DominóAngra
Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó

Cinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcouCinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou


Sobre Marcelo Costa

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL Cli336x280