The Police: As aventuras dos tiras do pop em Londres

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fotoboard Tramparia, Fonte: Autobiografia Andy Summers
Enviar correções  |  Ver Acessos

Na procura de um baixista para a banda THE POLICE, o guitarrista ANDY SUMMERS, juntamente com os outros caras, não hesitaram em contratar um vocalista que jamais tinha pego num baixo.

Ninguém é perfeito: os filhos "bastardos" de pais famososSlayer: Gary Holt é realmente um cara mal-agradecido

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Graças a um amigo do vocalista-baixista, conseguiram um contato para shows semanais, numa renomada boate de Londres.

Com isso, "Os Tiras do Pop/Rock" conquistaram o público local e foram ganhando espaço na cena.

Acompanhe essa história no trecho retirado da autobiografia de ANDY SUMMERS.

Local de Publicação: Belo Horizonte | Ano: 2015 | Páginas: 356 | Neutra Editora
Local de Publicação: Belo Horizonte
Ano: 2015
Páginas: 356
Neutra Editora

Nós agora temos uma casa e um baterista, mas ainda precisamos de um baixista.

Saímos perguntando até conseguirmos o contato de Paul Williams, um cantor que não toca nenhum instrumento, mas que diz que aprenderá a tocar baixo se nós quisermos.

Dissemos que sim, e em um período curtíssimo de tempo sendo um músico nato ele já estava tocando suficientemente bem para que comecemos a trabalhar.

Ensaiamos as músicas que já sabemos, o material de RAY CHARLES e outros sucessos do R&B e, através de um amigo de Paul, conseguimos uma audição na Flamingo, uma das melhores boates de West End, no Soho.

Em uma tarde de domingo, o público é escasso: uns soldados americanos, alguns jamaicanos e uns poucos habitués que pareciam estar no bar desde a noite anterior.

O lugar fede a álcool e cigarro, e até as parede parecem estar de ressaca.

Mesmo assim, estamos cheio de adrenalina e tocamos com todo tesão e a inocência que tínhamos lá no começo.

O resultado é uma recepção estrondosa que faz com que olhemos uns pros outros extasiados.

O apresentador do show vespertino é o Johnny Gunnel, que gerencia a boate juntamente com o seu irmão Rik.

Quando saímos do palco e entramos no camarim ao lado, que vai se tornar nossa segunda casa, Johnny nos diz de uma maneira que ainda vamos reconhecer que ele vê um futuro promissor à nossa frente:

"Vocês são a nova banda da casa. Vocês vão substituir George Fame.

Vocês começam no próximo fim de semana".

Nem conseguimos acreditar. Estamos em Londres há cinco minutos e já conseguimos um baita show no Wes End.

Na verdade, conseguimos isso bem debaixo do nariz de todas as outras bandas de Londres que querem tocar aqui.

Mas a provável verdade é que nossa música e nosso som são razoáveis, mas somos verdes e podemos ser contratados por uma ninharia, o que é bem interessante para Johnny.

Um dia, ele nos contou que os Stones tocaram aqui e que ele pagou quatro shillings e um sixpence (uns 50 centavos pelos valores de hoje), mas não estamos nem aí -- temos um show e estamos aqui.

Essa matéria faz parte da categoria Trecharias BioRockers e da Biblioteca Cifranegriana - Portalblog cifranegramisterial.com.

Message In A Bottle | Álbum: Reggatta de Blanc (1979) | THE POLICE | Gravadora: A&M Records

Roxanne | Álbum: Outlandos d'Amour (1978 )| THE POLICE | Gravadora: A&M Records

Walking On The Moon | Álbum: Reggatta de Blanc (1979) | THE POLICE | Gravadora: A&M Records




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Police"


Oops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicosOops!
10 erros eternizados em gravações de clássicos

Stewart Copeland: Não levava Led Zeppelin a sério graças aos vocaisStewart Copeland
"Não levava Led Zeppelin a sério graças aos vocais"


Ninguém é perfeito: os filhos bastardos de pais famososNinguém é perfeito
Os filhos "bastardos" de pais famosos

Slayer: Gary Holt é realmente um cara mal-agradecidoSlayer
Gary Holt é realmente um cara mal-agradecido


Sobre Fotoboard Tramparia

Fotógrafo artístico que registra e cria cenários com objetos ligados a cultura pop/rock, como CDs, livros, camisetas etc. Edita textos, fotos e divulga bandas no Portalblog cifranegramisterial.com. Desde os tempos de guri, ouve Led Zeppelin, The Cult, Rush, AC/DC, Iron Maiden, Guns N' Roses, Alice In Chains, entre outras inúmeras lendas do rock/metal. Toca piano e teclado, pratica esportes e está sempre em busca de energia rock and roll e da natureza.

Mais matérias de Fotoboard Tramparia no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL