Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemNoel Gallagher revela o rockstar que ficou mais impressionado de conhecer pessoalmente

imagemO Metallica não tem mais o que provar, muito menos algo novo para oferecer

imagemO impagável apelido que Andre Matos deu a Luis Mariutti por sua pontualidade

imagemGuitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

imagemO dia que Ivete Sangalo arrasou cantando Slayer com João Gordo na TV aberta

imagemOs Raimundos traíram os Titãs? Sérgio Britto comenta e conta a versão dele

imagemAngra: Luis Mariutti conta sobre atritos entre Andre Matos e Rafael Bittencourt

imagemA hilária crítica de Roberto Frejat contra fala cheia de "pretensão" do Bon Jovi

imagemPaul Stanley, do Kiss, fala sobre os shows da reunião do Pantera

imagemO surpreendente disco que Tom Morello considera um dos melhores de todos os tempos

imagemMetallica: o que Regis Tadeu achou de "Lux Aeterna", nova música da banda?

imagemAndreas Kisser opina sobre a reunião do Pantera, que começou nesse sábado

imagemRobert Plant confessa de qual música o Led Zeppelin tirou "Gallows Pole"


Samael Hypocrisy
Stamp

Black Sabbath: 5 músicos que fizeram participações nos discos

Por Igor Miranda
Postado em 21 de junho de 2017

O Black Sabbath contou com diversas mudanças de formação ao longo das décadas. Entretanto, são poucos os músicos de estúdio que colaboraram com o grupo em seus discos.

Os cinco músicos listados abaixo fizeram participações em discos diversos do Black Sabbath. E alguns tiveram colaborações inusitadas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Veja:

Rick Wakeman

A participação mais curiosa na discografia do Black Sabbath é a de Rick Wakeman. O tecladista do Yes gravou piano e Minimoog na música "Sabbra Cadabra". Ele afirma que recusou pagamento para o trabalho - no entanto, foi compensado com litros consideráveis de cerveja.

A participação de Rick Wakeman foi antológica por quase ter selado a sua entrada para o Black Sabbath. O tecladista foi convidado para entrar para o grupo, só que a preocupação de Ozzy Osbourne com o possível distanciamento do heavy metal - já que a ideia era ter Wakeman para trabalhar em uma sonoridade mais diversa - impediu a sua entrada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Tony Iommi, que até hoje é um grande amigo, me disse uma vez que a banda estava considerando seriamente a possibilidade de me convidar para me juntar a eles pois nos dávamos muito bem e eles estavam pensando em expandir sua sonoridade. Mas Ozzy ficou preocupado, e ele provavelmente estava certo, achava que os fãs de metal não reagiriam bem", contou Rick Wakeman, em entrevista à Classic Rock.

O pai não entrou para o Black Sabbath, mas o filho foi, praticamente, um membro do grupo. Adam Wakeman, que toca com Ozzy Osbourne em sua carreira solo, participou das turnês do Sabbath entre 2004 e 2006 e de 2012 até o fim da banda, em 2017.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Gerald "Jezz" Woodroffe

Por mais que Rick Wakeman não tenha se juntado ao Black Sabbath, a banda acabou contando com um tecladista - só que de forma não oficial. Gerald "Jezz" Woodroffe participou de boa parte das faixas dos discos "Sabotage" (1975) e "Technical Ecstasy" (1976), dois dos registros mais experimentais do grupo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Inicialmente, Gerald "Jezz" Woodroffe gravaria apenas algumas partes de teclados em "Sabotage". No entanto, o conceito musical do disco se expandiu, com o uso de orquestras e sintetizadores, e "Jezz" foi convocado para excursionar com o Sabbath na época.

A dose se repetiu em "Technical Ecstasy" e sua turnê seguinte. "Jezz" acabou não ficando por tanto tempo e passou a trabalhar como músico de estúdio e de turnê para Robert Plant e Phil Collins, em suas carreiras solo. O músico também integrou a Geezer Butler Band e tocou com o grupo de new wave The Belle Stars.

Don Airey

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A conexão inicial entre Ozzy Osbourne e Don Airey ocorreu no último disco do Madman com o Black Sabbath até o seu retorno na década de 2010: "Never Say Die!". Airey registrou teclados e piano em várias faixas do disco.

Entre os músicos de apoio que tocaram com o Black Sabbath, Don Airey foi o que deixou uma marca mais significativa. Há toques de psicodelia e até elementos progressivos e de jazz em algumas canções de "Never Say Die!" que foram bem trabalhados por Airey ao longo de sua participação.

Apesar de Ozzy Osbourne ter sido o principal opositor com relação aos experimentos do Black Sabbath, o Madman gostou de Don Airey e o convocou para tocar em sua banda solo. O músico toca nos discos "Blizzard Of Ozz" (para o qual foi trazido às pressas) e "Bark At The Moon". Ele permaneceu no grupo de Ozzy de 1981 a 1982 e de 1983 a 1985.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bob Daisley

A conexão entre Bob Daisley e Black Sabbath ocorreu de modo contrário ao caso de Don Airey. O ex-baixista do Rainbow se consagrou ao lado de Ozzy Osbourne, em sua carreira solo, e só depois se envolveu com o Sabbath.

Bob Daisley é co-autor de diversas músicas de Ozzy Osbourne e integrou a primeira formação da banda solo do Madman, ao lado de Randy Rhoads e Lee Kerslake. Entre idas e vindas, Daisley gravou os discos "Blizzard Of Ozz", "Diary Of A Madman" e "Bark At The Moon" com Ozzy até que, em 1985, se desvencilhou de vez do projeto.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No início de 1987, Bob Daisley foi trazido às pressas, pelo produtor Jeff Glixman, para gravar as linhas de baixo do disco "The Eternal Idol", que seria lançado pelo Black Sabbath no mesmo ano. A banda havia acabado de perder o seu baixista, Dave Spitz, que não registrou nada do álbum devido a "questões pessoais".

Além das linhas de baixo, Bob Daisley também co-escreveu, ao lado de Tony Iommi, todas as letras. Contudo, ele não foi creditado por nenhum dos trabalhos: a edição original de "The Eternal Idol" diz que as quatro cordas foram tocadas por Dave Spitz e que a autoria das canções é de Iommi.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois dessa breve passagem pelo Black Sabbath como músico de estúdio, Bob Daisley ainda voltou a trabalhar com Ozzy Osbourne em outras três ocasiões: 1988, 1991 e 1994. Ele gravou os discos "No Rest For The Wicked" e "No More Tears" durante esses "flashbacks".

Brian May

O guitarrista do Queen, Brian May, é um grande amigo de Tony Iommi. O músico fez uma participação especial em "Headless Cross", segundo disco do Black Sabbath com Tony Martin nos vocais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em sua colaboração, May toca o solo da música "When Death Calls". Com tal feito, Brian acabou se tornando o único guitarrista a participar como convidado especial de um álbum do Black Sabbath.

Como agradecimento pela colaboração, Tony Iommi tocou em diversas músicas do repertório do Queen no Freddie Mercury Tribute Concert, evento filantrópico, realizado no ano de 1992, após a morte do vocalista da banda, Freddie Mercury.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comente: Sabia que todos estes músicos contribuíram em discos do Sabbath?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Rob Halford relembra momento Spinal Tap em show com o Black Sabbath

Lars Ulrich poderia tocar músicas do Rush com Geddy Lee e Alex Lifeson?

Tony Iommi diz que Ronnie James Dio deu um sopro de vida ao Black Sabbath

Tony Iommi não queria mandar Ozzy Osbourne embora, mas demissão foi inevitável

Ozzy Osbourne em cenas inéditas no vídeo de "War Pigs" do "Survivor Series WarGames"

Ozzy Osbourne explica porque o Black Sabbath não pode mais voltar

Ian Gillan diz que ficou desapontado com "Born Again" e jogou álbum pela janela do carro

Tony Martin diz que discos do Black Sabbath gravados por ele serão relançados em 2023

Nem Vanusa, nem John Entwistle: a possível verdadeira origem de "Sabbath Bloody Sabbath"

O curioso álbum de covers do Black Sabbath elogiado por Tony Iommi

Geezer Butler: "Minha impressão inicial de Ozzy foi que ele não batia bem da caixola"

Tony Iommi sobre ele e Ozzy: "Quase não nos falamos porque somos inúteis no celular"

Black Sabbath lança versão deluxe de "Mob Rules", com faixas bônus

Ronnie James Dio agora também tem seu boneco Funko Pop

Quarentões: 10 discos de heavy metal que completarão 40 anos em 2023

Metal Hammer: as dez piores capas de 2012

Phil Anselmo: "só um idiota diria que Sabbath não é Metal"

Clube do Rock: Os 10 melhores Riffs de todos os tempos

Aerosmith: curiosidades sobre a voz de Steven Tyler

Os dez maiores picaretas da música internacional


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.