Inglorious: Nathan James, a nova grande voz do hard rock mundial

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Antes de prosseguir com a leitura, assista aos vídeos abaixo. Se o leitor achar que após vê-los, o artista em questão não merece sua audiência, fique à vontade para procurar algo mais interessante.

Temos sua atenção? Ótimo, prossigamos.

O vocalista bretão NATHAN JAMES - primeiramente mencionado neste site por suas colaborações com o TRANS-SIBERIAN ORCHESTRA - adquiriu notoriedade poucos anos atrás quando, em 2012, participou de um programa musical do canal europeu ITV, o 'Superstar'.

Ali, James já dava amostras da potência de sua voz e de sua forte presença de palco quando entoou peças do cancioneiro clássico do rock, como 'Sweet Child O' Mine' [veja abaixo].

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Do programa, James pulou para um papel no espetáculo musical 'Bohemian Rhapsody: The Music of Queen,' encenado na Inglaterra, e em seguida, foi escolhido pelo icônico guitarrista teutônico ULI JON ROTH, fundador do SCORPIONS, para cantar na repaginada que Roth fez de seu período na banda, 'Scorpions Revisited', lançado em CD e Blu-ray no começo do ano passado.

Foi entremeio aos ensaios com Uli que James foi abordado pelo INGLORIOUS, banda de hard rock do Reino Unido aclamada por alguns críticos da terra da rainha como 'o futuro do rock and roll'.

BRIAN MAY, do QUEEN, os classifica como 'um Deep Purple jovem e potente'. Alex Bakerman, da Kerrang!, exalta a banda como sendo capaz de 'dar início a toda uma nova geração de fãs de música com seu enorme som de rock para estádios'.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O grupo tem uma sonoridade tipicamente setentista, bastante influenciada por nomes como Deep Purple, Led Zeppelin, Whitesnake [este uma influência BASTANTE CLARA no modo de James cantar, vide os vídeos caseiros que ele posta em seu canal ao YouTube], Bad Company, Aerosmith, Rolling Stones, citando apenas alguns. Nathan, em particular, é grande admirador do gênero em sua concepção oitentista também, em especial o Guns N' Roses.

O Inglorious tem dois guitarristas: WIL TAYLOR e ANDREAS ERIKSSON, este um decano da rica cena sueca. Completam a formação o baixista COLLIN PARKINSON e o baterista PHIL BEAVER. Foi com essa lineup que a banda arrebatou um contrato com a maior gravadora de hard rock/AOR do mundo no momento, a italiana Frontiers Records em idos de 2015, e desde então vem preparando homeopaticamente sua estreia em álbum full-length.

A banda compôs todo seu primeiro álbum sozinha, contando com colaborações do peso de AL PITRELLI [MEGADETH, ALICE COOPER, TRANS-SIBERIAN ORCHESTRA] e JOEL HOEKSTRA [NIGHT RANGER, WHITESNAKE]. A presença de um produtor foi dispensada após um encontro com CHRIS KIMSEY, que já produziu o THE WHO e o ROLLING STONES, durante o qual Kimsey declarou: 'Não há o que eu fazer aqui, vocês já estão fazendo o que eu diria para vocês fazerem'.

Dois singles 'Breakaway' e 'Do Or Die', já circulam em vídeos oficiais, além de dois covers ['Burn' e 'Fool For Your Loving' gravados ao vivo em estúdio. Tudo isso precedendo ao lançamento do álbum de estreia do grupo, que chega às lojas da Europa dia 19 de fevereiro, seguido de uma turnê.

O INGLORIOUS está presente nas seguintes mídias:

Web site:
http://www.inglorious.com/

Twitter: @WeAreInglorious - @TheNathanJames

Facebook: Facebook.com/WeAreInglorious

Instagram: @WeAreInglorious




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Inglorious"


Galeria: Musas do Rock e Heavy MetalGaleria
Musas do Rock e Heavy Metal

Steve Vai: as 10 melhores faixas de guitarra na opinião deleSteve Vai
As 10 melhores faixas de guitarra na opinião dele


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280