Metal na Coréia do Sul: nem só de Gangnam Style vive o país

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Ver Acessos

A Coreia do Sul não vive só de "Gangnam Style", além daquele gordinho, existe uma porrada de bandas de metal que vem assombrando a cena coreana há mais de 25 anos.

Corey Taylor: Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infânciaSlayer: "Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie

Um país movimentado, ainda enfrentando a tensão da Guerra Fria diariamente com seu vizinho maníaco do Norte, ainda tem fôlego para exalar muito metal, de uma forma ambiciosa, dramática, e bem dark.

Embarque nesta viagem passando pelo início, como uma banda de garagem até aos palcos iluminados à luz de velas como uma orquestral ebscura, mostrando que na Coréia do Sul também tem heavy metal.

Holymarsh

Apesar de já não estar mais na ativa, esta banda de Seul, o trio do HOLYMARSH, lançou dois álbuns competentes de black metal tradicional. Grosseiro, mas ao mesmo tempo melódico. Assim como Daniel Ekeroth diz em seu livro sobre bandas de death metal que desaparecem: Eles farão muita falta.

Tokkaebi

Levando o nome de um demônio coreano com um chifre no topo de sua cabeça, o impressionante TOKKAEBI faz muito bem o dever de casa, death/thrash metal que te deixará perdido com constantes quebras energéticas e mudanças de tempo.

Seed

Fazendo um som parecido com DEICIDE, como acontece com outras bandas sul-coreanas, alguns dos riffs thrash do SEED oferecem à música um toque clássico.

Asiana

Trilhando um caminho de volta no tempo, o ASIANA é uma banda sul-coreana que está na ativa desde a década de 1980. Efeitos no som, grandes licks de guitarra, motocicletas e intermináveis gritos de vocais, farão você se perguntar sobre o que foi que rolou durante as noites intensas da banda e seu apogeu de couro.

Sunoi

O SUNOI faz um som semelhante ao MARDUK. Apesar de nenhuma das bandas sul-coreanas terem cuidado em exagerar na velocidade, as armas secretas do Sunoi são o equilíbrio e excelentes composições.

Crash

Com o álbum de 1993 intitulado "Endless Supply of Pain", lembrando o título do trabalho de estréia de seus antepassados ​​alemães, "Endless Pain", do KREATOR, além de uma dose saudável de SEPULTURA, como tantas bandas de metal não-ocidentais exibem, logo no início dos anos 90 o CRASH fez muito coreano bater cabeça.

Sad Legend

Para os bangers mais melancólicos e agressivos, o SAD LEGEND é uma obrigação. O espírito do doom metal é reforçado com pianos e partes de violino, outro talento coreano que merece destaque.

Oathean

Mais do que uma banda de black metal cinematográfica com teclados e vocais amplamente agressivos, o OATHEAN atingiu seu som característico trabalhando durante vinte anos para se moldar na cena metal sul-coreana. Eles se destacam por títulos de álbuns incrivelmente melancólicos como "Fading Away Into the Grave of Nothingness", "As a Solitary Tree Against the Sky", e "Regarding All the Sadness in the World". Se esta banda inflama seu coração com uma paixão sombria, conheça também o DARK MIRROR OF TRAGEDY.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Holymarsh"Todas as matérias sobre "Tokkaebi"Todas as matérias sobre "Seed"Todas as matérias sobre "Asiana"Todas as matérias sobre "Sunoi"Todas as matérias sobre "Crash"Todas as matérias sobre "Sad Legend"Todas as matérias sobre "Oathean"


Corey Taylor: Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infânciaCorey Taylor
Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infância

Slayer: Raining Blood é brutal, mesmo com a bateria da BarbieSlayer
"Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.