Matérias Mais Lidas

imagemSlash explica porque o Guns N' Roses faz shows de 3 horas e meia

imagemGuns N' Roses cancela show na Escócia por razões médicas

imagemDave Mustaine perde a compostura e xinga membro da equipe do Judas Priest

imagemO mega sucesso do Led Zeppelin que era pra ser uma piada mas se tornou um hino

imagemGuitarrista original do Mercyful Fate solta os cachorros por ter ficado fora de reunião

imagemA banda de hard rock dos anos 1970 que é a queridinha de Xande de Pilares

imagem"Master Of Puppets" apareceu em comédia há 19 anos, muito antes de "Stranger Things"

imagemLed Zeppelin ou Pink Floyd, qual dos dois vendeu mais discos de estúdio?

imagem"Master Of Puppets" entra no top 30 global do Spotify depois de "Stranger Things"

imagemDave Mustaine rasga elogios e fala sobre amizade com Ice-T, vocalista do Body Count

imagemO que Lemmy Kilmister aprendeu trabalhando como roadie de Jimi Hendrix

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagemAngra: vídeos e setlist de show celebrando "Rebirth" em SP, com convidada especial

imagemMorre Patricia Kisser, esposa do guitarrista Andreas Kisser

imagemAxl Rose teria sofrido ataque de ansiedade antes de show, diz jornal


Stamp

Metal na Coréia do Sul: nem só de Gangnam Style vive o país

Por Samuel Coutinho
Fonte: Metal da Ilha
Em 27/02/13

A Coreia do Sul não vive só de "Gangnam Style", além daquele gordinho, existe uma porrada de bandas de metal que vem assombrando a cena coreana há mais de 25 anos.

Um país movimentado, ainda enfrentando a tensão da Guerra Fria diariamente com seu vizinho maníaco do Norte, ainda tem fôlego para exalar muito metal, de uma forma ambiciosa, dramática, e bem dark.

Embarque nesta viagem passando pelo início, como uma banda de garagem até aos palcos iluminados à luz de velas como uma orquestral ebscura, mostrando que na Coréia do Sul também tem heavy metal.

Holymarsh

Apesar de já não estar mais na ativa, esta banda de Seul, o trio do HOLYMARSH, lançou dois álbuns competentes de black metal tradicional. Grosseiro, mas ao mesmo tempo melódico. Assim como Daniel Ekeroth diz em seu livro sobre bandas de death metal que desaparecem: Eles farão muita falta.


Tokkaebi

Levando o nome de um demônio coreano com um chifre no topo de sua cabeça, o impressionante TOKKAEBI faz muito bem o dever de casa, death/thrash metal que te deixará perdido com constantes quebras energéticas e mudanças de tempo.

Seed

Fazendo um som parecido com DEICIDE, como acontece com outras bandas sul-coreanas, alguns dos riffs thrash do SEED oferecem à música um toque clássico.

Asiana

Trilhando um caminho de volta no tempo, o ASIANA é uma banda sul-coreana que está na ativa desde a década de 1980. Efeitos no som, grandes licks de guitarra, motocicletas e intermináveis gritos de vocais, farão você se perguntar sobre o que foi que rolou durante as noites intensas da banda e seu apogeu de couro.

Sunoi

O SUNOI faz um som semelhante ao MARDUK. Apesar de nenhuma das bandas sul-coreanas terem cuidado em exagerar na velocidade, as armas secretas do Sunoi são o equilíbrio e excelentes composições.

Crash

Com o álbum de 1993 intitulado "Endless Supply of Pain", lembrando o título do trabalho de estréia de seus antepassados ​​alemães, "Endless Pain", do KREATOR, além de uma dose saudável de SEPULTURA, como tantas bandas de metal não-ocidentais exibem, logo no início dos anos 90 o CRASH fez muito coreano bater cabeça.


Sad Legend

Para os bangers mais melancólicos e agressivos, o SAD LEGEND é uma obrigação. O espírito do doom metal é reforçado com pianos e partes de violino, outro talento coreano que merece destaque.

Oathean

Mais do que uma banda de black metal cinematográfica com teclados e vocais amplamente agressivos, o OATHEAN atingiu seu som característico trabalhando durante vinte anos para se moldar na cena metal sul-coreana. Eles se destacam por títulos de álbuns incrivelmente melancólicos como "Fading Away Into the Grave of Nothingness", "As a Solitary Tree Against the Sky", e "Regarding All the Sadness in the World". Se esta banda inflama seu coração com uma paixão sombria, conheça também o DARK MIRROR OF TRAGEDY.


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho.