Matérias Mais Lidas

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemMarcos Mion conta história de encontro (e manjada) com Bon Jovi no banheiro

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemO que mais impede Kiko Loureiro de voltar ao Angra? (Não tem nada a ver com o Megadeth)

imagemBeatles: Paul McCartney conta a história por trás de "Ob-La-Di, Ob-La-Da"

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemPhil Campbell conta como era fácil "comprar" Lemmy pra fazer qualquer coisa

imagemRage Against The Machine vem ao Brasil em dezembro, diz José Noberto Flesch

imagemApós viralizar com anúncio, Harppia revela identidade do novo baixista

imagemAutor de "God Save The Queen", Johnny Rotten diz que sente orgulho da Rainha Elizabeth

imagemA curiosa opinião de Ozzy sobre cover do Metallica para "Sabbra Cadabra"

imagemJimmy Page dá opinião sobre streaming e enaltece desconhecido herói dos músicos

imagemBruce Dickinson diz o que o surpreendeu quando retornou ao Iron Maiden

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemChad Smith chama matéria sobre Taylor Hawkins de "sensacionalista e enganosa"


PRB

Alcatrazz

Em 06/04/06

Por Allan Jones

O Alcatrazz surgiu no início da década de 80. O projeto foi idealizado por Graham Bonnet, que havia sido vocalista do MSG e do Rainbow.

Após sua conturbada saída durante as gravações do álbum "Difficult to Cure" (Rainbow), Graham começou a recrutar músicos para sua nova empreitada. O primeiro a ser recrutado foi Yngwie Malmsteen. O guitarrista sueco havia abandonado sua antiga banda (Steeler) e não relutou em aceitar o convite do ex-vocalista do Rainbow, uma banda de que Yngwie era fã confesso. Junto deles estavam o baixista Gary Shea, o tecladista Jimmy Waldo (ambos integrantes do New England e do Warrior). Fechando o time estava o baterista Jan Uvena (ex-Alice Cooper).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 83, foi editado o álbum "No Parole from Rock n’roll", pelo selo Grand Slamm. O disco foi bem recebido pela crítica, já que contava com músicos extremamente técnicos. O vocalista com cara de mafioso ainda era muito criticado por suas performances vocais, mas a guitarra de Yngwie e os arranjos de Jimmy Waldo ao teclado faziam com que o fato se tornasse irrelevante. Neste álbum podemos encontrar um das melhores canções da banda, a insuperável "Hiroshima Mon Amour".

A banda começou a fazer shows para promover este álbum. Por vezes durante as apresentações, rolavam covers de Rainbow e Scorpions.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A resposta ao vivo estava sendo tão surpreendente que a banda soltou em 1984, um álbum que continha sete músicas do "No Parole..." ao vivo, e mais dois covers do Rainbow, as clássicas "Since you’ve been Gone" e "All Night Long". O disco foi batizado de "Live Sentence".

Nesta época Yngwie já mostrava-se desestimulado com a banda e anunciava sua saída.

Como há males que vem para bem, o Alcatrazz recebeu proposta da Capitol para gravar o próximo álbum.

Steve Vai entrou na banda e gravou "Disturbing the Peace". O álbum teve uma melhor divulgação em relação aos anteriores, mas a mídia já pegava no pé, pois achava fraco o conteúdo das letras de Graham, que além de um vocalista mediano, nunca fora um grande compositor.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum tem boas canções como "God Blessed Video" e "Will You Be Home Tonight", que fizeram com que o álbum vendesse razoavelmente, mas após o seu lançamento foi a vez de Steve também abandonar o barco para integrar a banda de David Lee Roth. Rapidamente, Graham recrutou o guitarrista Danny Johnson (ex-Axis).

O álbum "Dangerous Games" foi lançado e dividiu opiniões. Se por um lado Graham parecia evoluir, pelo outro o guitarrista Danny Johnson tentava, mas não conseguia nem fazer sombra aos guitarristas que haviam passado pela banda. O destaque do disco fica para "It’s My life". A canção "Ohayo Tokyo" foi uma média que Graham fez para o público japonês que sempre o apoiou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como o álbum não teve uma boa repercussão, a banda encerrou as atividades, pois estava deixando de ser um negócio lucrativo.

Graham alugou seus serviços a Chris Impelliteri e mais tarde ainda tentaria uma nova banda chamada Blackthorne. Danny Johnson formou o Private Life e os outros músicos passaram a ser freelancers.

Em 1998, foi lançado um "The best of" e apesar dos rumores, não consta um retorno oficial da banda.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp