Improvisação sobre uma corda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Victor H. Guidini
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nesta coluna, proponho alguns exercícios de improvisação sobre apenas uma corda. Estes exercícios irão ajudar a sua condução melódica na hora das mudanças harmônicas, assim como auxiliarão sua visualização das notas ao longo do braço.

Nirvana: "Teoria é um desperdício de tempo", dizia KurtIntrigas: Bandas em família que terminaram mal

Grave um playback de uma música, inicialmente com poucos acordes, você irá utilizar este playback para todos os exercícios propostos. Toque na guitarra a primeira corda solta, então diga qual é a nota e qual intervalo forma em relação ao acorde. Quando mudar o acorde toque a próxima nota da escala cromática, na mesma corda, e diga qual é a relação com o acorde.

Ex: o playback esta tocando o acorde de Sol Maior, e você esta tocando a corda solta de Mi, gerando um intervalo de 6a Maior. Ouça este intervalo e memorize que mi é a sexta maior de Sol. Quando tocar o próximo acorde, digamos que neste caso seja um acorde de Sib menor, toque a próxima nota da escala cromática Fá (na mesma corda), ouça a nota e memorize este intervalo. Depois de chegar até a ultima casa do braço, volte cromaticamente até a primeira casa e repita o exercício em outra corda.

Comece tocando uma nota por acorde, depois toque duas, três, quatro... sempre consciente de que nota você estará executando.

Depois relaxe e tente desenvolver idéias musicais com este tipo de raciocínio.

O segundo exercício consiste em você tocar somente as notas do arpejo do acorde, tudo em apenas uma corda, e encadear a mudança de acordes pela nota mais próxima (nada de sempre começar pela tônica!). Comece com somente a triade dos acordes, depois adicione a sétima, a nona, arpejos substitutos. Sempre ouvindo o playback e a sonoridade de cada uma das notas executadas em relação à harmonia. Depois deixe de encarar o exercício de maneira técnica e comece a criar idéias musicais com este tipo de raciocínio.

O terceiro exercício é de uma digitação mais fácil. Toque apenas nas cinco primeiras casas do braço o mesmo procedimento do primeiro ou do segundo exercício. Este método é um tanto quanto limitador, pois você terá apenas cinco casas para trabalhar. A grande dificuldade é você tocar somente estas cinco notas e desenvolver idéias musicais com esta forma. Depois de assimilar as cinco primeiras casas, toque da quinta casa até a décima, depois da décima até a décima terceira, e assim por diante.

Todos estes exercícios são limitadores, você terá apenas um certo alcance para executá-los. Cabe a você conseguir desenvolver suas idéias dentro destas possibilidades, que certamente o ajudarão a tocar sem estes fatores.

Após dominar estes exercícios, pratique sem a harmonia. Somente com um metrônomo, sentindo a harmonia internamente. Tente dar um sentido harmônico no seu improviso melódico.

Abaixo segue uma cadência de blues maior em Bb, que é uma ótima harmonia para começar a praticar estes estudos.

Pratiquem sempre com uma velocidade progressiva, com o passar de algumas semanas estes exercícios ficarão mais fáceis.

Um abraço pra vocês e muito som!


Guitar Shred

Warming UpWarming Up

Estudo x Diversão: Quanto tempo ele estudou para conseguir tocar?Estudo x Diversão
Quanto tempo ele estudou para conseguir tocar?

1234... Cromatizando - Parte I1234... Cromatizando - Parte I

1234... Cromatizando - Parte II1234... Cromatizando - Parte II

Pentatônicas com tappingPentatônicas com tapping

Lick Combo 3Lick Combo 3

Modos Gregos - Parte IModos Gregos - Parte I

Modos Gregos - Parte IIModos Gregos - Parte II

Modos Gregos - Parte IIIModos Gregos - Parte III

Shapes de aperjosShapes de aperjos

Guitar Shred: Na nova coluna, dicas de palhetada sobre duas cordasGuitar Shred
Na nova coluna, dicas de palhetada sobre duas cordas

Guitar Shred: Nova edição: saltos de Cordas (string skipping)Guitar Shred
Nova edição: saltos de Cordas (string skipping)

Theo Machado: "Estudar é bem diferente de praticar!"

Todas as matérias sobre "Guitar Shred"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Guitar Shred"Todas as matérias sobre "Instrumentos"


Nirvana: Teoria é um desperdício de tempo, dizia KurtNirvana
"Teoria é um desperdício de tempo", dizia Kurt

Intrigas: Bandas em família que terminaram malIntrigas
Bandas em família que terminaram mal


Sobre Victor H. Guidini

Músico, guitarrista e professor de música formado pela UDESC. Começou a ouvir rock quando descobriu os vinis do AC/DC de seu irmão. Aos 13 conheceu o Van Halen e começa a incomodar os vizinhos com sua primeira guitarra. Tocou em várias bandas de Florianópolis. Atualmente, mora em São Paulo e segue como professor de música e tocando por ai. Entre muitos outros, curte Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti, Dr Cipó, Cama de Gato, Tribal Tech e Led Zeppelin.

Mais matérias de Victor H. Guidini no Whiplash.Net.

adGoo336