Tradução - Nightfall In Middle Earth - Blind Guardian

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Nightfall In Middle Earth - Blind Guardian


  | Comentários:
Imagem

Lançado em 1998, Nightfall In Middle-Earth é baseado no livro O Silmarillion, obra póstuma de J.R.R Tolkkien. O livro conta a história da criação da Terra-Média e dos seus primeiros séculos de existência (Primeira Era), narrando a origem de elfos e homens, a grande jornada dos Eldar para o Reino Abençoado de Valinor e o retorno dos Noldor a Terra-Média liderados por Fëanor, príncipe dos Eldar, que havia criado as Silmarils (três jóias perfeitas nas quais estava contida parte da luz das Árvores de Valinor). Morgoth, o Senhor do Escuro, roubou as Silmarils e se refugiou em sua fortaleza de Angband, no norte da Terra-Média. Fëanor e seu povo saíram então à captura de Morgoth, iniciando uma guerra desesperada contra o Grande Inimigo.

War of Wrath

Narrator (Sauron):

The field is lost
Everything is lost
The black one has fallen from the sky
And the towers in ruins lie
The enemy is within, everywhere
And with him the light, soon they will be here
Go now, my lord, while there is time
There are places below
(Morgoth):
And you know them too
I release thee, go
My servant you'll be for all time
(Sauron):
As you command
My king
(Morgoth):
I had a part in everything
Twice I destroyed the light and twice I failed
I left ruin behind me when I returned
But I also carried ruin with me
She, the mistress of her own lust

Guerra de Ira

Narrador: Sauron*

O campo está perdido
Tudo está perdido
O ser negro caiu do céu
E as torres estão em ruínas
O inimigo está dentro, em qualquer lugar
E com sua luz, logo eles estarão aqui
Vá agora meu senhor, enquanto há tempo
Há lugares abaixo
(Morgoth**):
E você os conhece também
Eu liberto a ti, vá
Meu criado será você para todo o sempre
(Sauron):
Às suas ordens
Meu rei
(Morgoth):
Eu tinha parte em tudo
Duas vezes destruí a luz e duas vezes falhei
Eu deixei a ruína para trás quando voltei
Mas eu também carrego a ruína comigo
Ela, a senhora de sua própria luxúria

* Sauron: ‘O Abominável' (no Sindarin chamado de Gorthaur); o maior dos criados de Melkor, em sua origem um Maia de Aulë. O Segundo Senhor do Escuro, aquele que criou o Um Anel. Originalmente um Maia do povo de Aulë, Sauron foi corrompido logo cedo por Melkor e se tornou o seu mais confiável tenente. Nas Guerras de Beleriand, Sauron era o mais temido dos servos de Morgoth, mas após a Guerra de Ira e a expulsão do primeiro Senhor do Escuro, Sauron veio a se tornar o maior inimigo dos Elfos e Homens na Segunda e na Terceira Era.
** Morgoth: Também conhecido como Melkor ou "o Inimigo Escuro", foi o primeiro Senhor do Escuro.

A introdução descreve o final de O Silmarillion, onde Angband é invadida e Morgoth é derrotado. Mostra um diálogo entre Morgoth e seu fiel servo Sauron, libertando-o de seus serviços.

Into the Storm

Give it to me
I must have it
Precious treasure
I deserve it

Where can I run
How can I hide
The Silmarils*
Gems of treelight
Their life belongs to me
Oh it's sweet how the
Darkness is floating around

Chorus:
We are following
The will of the one
Through the dark age
And into the storm
And we are following
The will of the one
Through the dark age
And into the storm
Lord I'm mean

Blackheart show me
What you hold in your hand
I still hunger for more
Release me
From my pain
Give it to me
How I need it
How I need it
How I need it

Chorus

I did my part
Now it's your turn
And remember
What you've promised

Chorus

Dentro da Tempestade

Me dê isso
Eu preciso tê-lo
Tesouro precioso
Eu o mereço

Para onde posso correr?
Como posso me esconder?
As Silmarils*
Jóias da arvore da luz
Suas vidas pertencem a mim
Oh são doces como a
Escuridão flutuando no ar

Refrão:
Estamos seguindo
A vontade do escolhido
Através da Era das Trevas
E dentro da tempestade
E estamos seguindo
A vontade do escolhido
Através da Era das Trevas
E dentro da tempestade
Senhor, eu sou mau

Coração negro mostre-me
O que você segura em sua mão
Eu ainda quero mais
Liberte-me
De minha dor
Me dê isto
Como eu preciso
Como eu preciso
Como eu preciso

Refrão

Eu fiz minha parte
Agora é sua vez
E lembre-se
Do que prometera

Refrão

* Silmarils: Três jóias perfeitas nas quais estava contida parte da luz das Árvores de Valinor.

Esta música descreve a fuga de Morgoth e Ungoliant depois de destruir as Árvores da Luz e roubar as Silmarils. Morgoth promete a Ungoliant, por sua ajuda, "alimentá-la com as duas mãos" e agora ela cobra a promessa. Mas Morgoth a alimenta somente com sua mão esquerda, enquanto na direita, ele segura as Silmarils e não quer entregá-las. Ela se rebela e ele invoca seus balrogs. O refrão da música mostra o canto dos balrogs vindo em auxílio de seu senhor.

Nightfall

No sign of life did flicker
In floods of tears she cried
"All hope's lost it can't be undone
They're wasted and gone"

"Save me your speeches
I know (They blinded us all)
What you want
You will take it away from me
Take it and I know for sure
The light she once brought in
Is gone forevermore"

Like sorrowful seaguls they sang
"(We're) lost in the deep shades
The misty cloud brought
(A wailing when beauty was gone
Come take a look at the sky)
Monstrous it covered the shore
Fearful into the unknown"
Quietly it crept in new horror
Insanity reigned
And spilled the first blood
When the old king was slain

Chorus:
Nightfall
Quietly crept in and changed us all
Nightfall
Quietly crept in and changed us all
Nightfall
Immortal land lies down in agony

"How long shall we
Mourn in the dark
The bliss and the beauty
Will not return
Say farewell to sadness and grief
Though long and hard the road may be"
But even in silence I heard the words
"An oath we shall swear
By the name of the one
Until the world's end
It can't be broken"

Just wondering how
I can still hear these voices inside

The doom of the Noldor drew near

The words of a banished king
"I swear revenge"
Filled with anger aflamed our hearts
Full of hate full of pride
We screamed for revenge

Chorus

"Vala he is that's what you said
Then your oath's been sworn in vain
(But) freely you came and
You freely shall depart
(So) never trust the northern winds
Never turn your back on friends"

"Oh I'm heir of the high lord!"
"You better don't trust him"
The enemy of mine
Isn't he of your kind and
Finally you may follow me
Farewell
He said

Chorus

Back to where it all began

Anoitecer

Nenhum sinal de vida luziu
Em muitas lágrimas ela chorou
“Toda a esperança está perdida isto não pode ser desfeito
Eles estão destruídos e se foram”

“Poupe-me das suas palavras
Eu sei (elas cegaram a todos)
O que você quer
Você levará para longe de mim
Levará, eu sei disso
A luz que ela trouxe uma vez
Se foi para sempre”

Como gaivotas tristes, eles cantaram
“Nós estamos perdidos em escuridão profunda
A nuvem escura trouxe
Um lamento quando a beleza se foi
Venha dar uma olhada no céu
Monstruosa, ela cobriu a costa
Terrível entrando no desconhecido
”Silenciosamente ela rastejou em novo horror
A insanidade reinou
E derramou o primeiro sangue
Quando o velho rei foi morto

Refrão:
Anoitecer
Chegou calmamente e mudou a todos nós
Anoitecer
Chegou calmamente e mudou a todos nós
Anoitecer
A Terra imortal jaz em agonia

“Por quanto tempo deveremos
Lamentar nessa escuridão?
A felicidade e a beleza
Não irão retornar
Diga adeus à tristeza e aflição
Embora longa e dura possa ser essa estrada
”Mas mesmo em silêncio eu ouço as palavras“
Um juramento nós vamos prestar
Pelo nome do escolhido
Até o fim do mundo
Ele não poderá ser quebrado”

Apenas me perguntando como
Eu ainda consigo ouvir essas vozes interiores

A destruição dos Noldor* se aproxima

As palavras de um rei banido
“Eu juro vingança”
Cheios de raiva estão nossos corações
Cheios de ódio, cheios de orgulho
Nós gritamos por vingança

Refrão

“Vala, ele é o que você disse
Então seu juramento terá sido feito em vão
(Mas) livres vocês vieram e
Livres irão partir
(Então) nunca confie nos ventos do norte
Nunca dê as costas para os seus amigos”

“Oh, eu sou o herdeiro do alto senhor”
“Vocês não deveriam confiar nele”
O meu inimigo
Ele não é do seu tipo?
Então finalmente vocês poderão me seguir
Até logo
Ele disse

Refrão

De volta onde tudo começou

* Noldor: Família élfica pertencente aos Eldar, tinha Finwë como seu senhor.

The Minstrel

So I stand still
In front of the crowd
Excited faces
Whar will be next?
I still don't have a clue

O Menestrel

Então eu permaneço parado
Na frente da multidão
Rostos excitados
Quem será o próximo?
Eu não tenho idéia

The Curse of Fëanor

Taken the long way
Dark realms I went through
I arrived
My vision's so clear
In anger and pain
I left deep wounds behind
But I arrived
Truth might be changed by victory

Beyond the void but deep within me
A swamp of filth exists
A lake it was of crystal beauty
But Arda's spring went by
I've heard the warning
Well curse my name
I'll keep on laughing
No regret
No regret

Chorus (1):
Don't fear the eyes of the dark lord
Morgoth I cried
All hope is gone but I swear revenge
Hear my oath
I will take part in your damned fate

I will always remember their cries
Like a shadow which covers the light
I will always remember the time
But it's past
I cannot turn back the time
(I) don't look back
There's still smoke near the shore
But I arrived
Revenge be mine

Chorus (2):
I will take part in your damned fate
Morgoth I cried
It's my oath
So don't fear the eyes
Of the dark lord

Soon you will be free
Set your spirit free
"Suddenly I realized
The prophecies
I've never believed in
My deeds were wrong
I've stained the land
And slain my king
(Burning Soul)
There's no release from my sins
It hurts
The curse of Fëanor runs long
Time and only time will tell us
Tell: was I right or wrong?
When anger breaks through
I'll leave mercy behind"

Chorus (2)

I will always remember their cries
Like a shadow they'll cover my life
But I'll also remember mine
(And) after all I'm still alive

A Maldição de Fëanor*

Tomando o caminho mais longo
Por reinos escuros eu passei
Eu cheguei
Minha visão está tão clara
Em raiva e dor
Eu deixei feridas profundas para trás
Mas eu cheguei
A verdade pode ser mudada pela vitória

Além do vazio mas profundamente em mim
Um pântano de sujeira existe
Era um lago de beleza cristalina
Mas a primavera de Arda passou
Eu ouvi o alerta
Bem, amaldiçoe o meu nome
Vou continuar rindo
Sem se arrepender
Sem se arrepender

Refrão (1):
Não tema os olhos do senhor do escuro
Morgoth eu chorei
Toda a esperança se foi mas eu juro vingança
Ouça meu juramento
Eu farei parte do seu destino maldito

Eu sempre irei me lembrar dos gritos deles
Como uma sombra que cobre a luz
Sempre lembrarei dessa hora
Mas é passado
Não posso voltar no tempo
Eu não olho para trás
Ainda há fumaça perto da costa
Mas eu cheguei
A vingança será minha

Refrão (2):
Eu farei parte do seu destino maldito
Morgoth eu chorei
É meu juramento
Então não tema os olhos
Do senhor do escuro

Logo você estará livre
Liberte seu espírito
“De repente eu entendi
As profecias
Eu nunca acreditei nelas
Minhas ações estavam erradas
Eu manchei a terra
E matei meu rei
(A alma queimando)
Não há libertação para os meus pecados
Isso dói
A maldição de Feanor acontece
O tempo e só o tempo nos dirá
Dirá: eu estava certo ou errado?
Quando a raiva abrir caminho
Eu deixarei a piedade para trás”

Refrão (2)

Eu sempre irei me lembrar dos gritos deles
Como uma sombra eles irão cobrir minha vida
Mas eu também lembrarei da minha
(E) depois de tudo eu ainda estarei vivo

* Feanor: Alto Rei dos Noldors, foi ele quem forjou as Silmarils.

The Curse of Fëanor retrata o começo do efeito da maldição de Mandos sobre os Noldor e o que O Elfo Feanor, o criador das Silmarils e líder da revolta dos elfos contra os Valar pensava ao chegar na Terra-Média após toda a desgraça que já havia causado na sua perseguição ao Senhor do Escuro e às suas Silmarils após o fratricídio e a separação dos Noldor.

Captured

Narrator (Morgoth):
You are now my guest, forever

Capturado

Narrador (Morgoth):
Você é agora meu convidado, para sempre

Blood Tears

Welcome to my realm
We are both condemned to live
It's a dark fate
(I can hear your calls
I can hear your calls)
The eternal life

I see it still burns
Each night I cry in pain

Alive
Though the end appears my friend

Chorus:
And blood tears I cry
You've searched and you've found
Cut off your old friend’s hand

My mind's
In frozen dreams
The rotten flesh
Of bitter lies
Welcome to where time stands still
Noone leaves and no one ever will

Can't hold it
It burns
Each night I cry in pain

Chorus:
And blood tears I cry
Endless grief remained inside
And blood tears I cry
Endless grief remained inside

It seems so clearly
Bent the bow
Cause life in me is gone
And a cruel wind's blowing cold
And a cruel wind's blowing cold
In blame

And life it shall wane
Each night I cry in pain

Chorus:
And blood tears I cry
Endless grief remained inside
Cut off your old friends hand

Lágrimas de Sangue

Bem vindo ao meu reino
Estamos todos condenados a viver
É um destino sombrio
Eu posso ouvir seus chamados
Eu posso ouvir seus chamados
A vida eterna

Eu a vejo, ainda queima
Toda noite eu grito em dor

Vivo
Embora o fim apareça, meu amigo

Refrão:
E lágrimas de sangue eu choro
Você procurou e você achou
Decepou a mão do seu velho amigo

Minha mente está
Em sonhos congelados
A carne apodrecida
De mentiras amargas
Bem vindo onde o tempo não passa
Ninguém sai e ninguém jamais sairá

Não consigo contê-las
Pois queimam
Toda noite eu grito em dor

Refrão:
E lágrimas de sangue eu choro
Tristeza sem fim permanece dentro de mim
E lágrimas de sangue eu choro
Tristeza sem fim permanece dentro de mim

Parece tão claro
Curve o arco
Pois a vida em mim acabara
E um vento cruel está soprando frio
E um vento cruel está soprando frio
Em culpa

E a vida irá minguar
Toda noite eu choro em dor

Refrão:
E lágrimas de sangue eu choro
Aflição infinita permanece dentro de mim
Decepou a mão do seu velho amigo

Esta música, é sobre o tormento de Maedhros quando aprisionado por Morgoth e seu salvamento por Fingon, reatando a amizade entre os exilados Noldor.

Mirror Mirror

Far, far beyond the island
We dwelt in shades of twilight
Through dread and weary days
Through grief and endless pain

It lies unknown
The land of mine
A hidden gate
To save us from the shadow fall
The lord of water spoke
In the silence
Words of wisdom
I've seen the end of all
Be aware the storm gets closer

Chorus (1):
Mirror Mirror on the wall
True hope lies beyond the coast
You're a damned kind can't you see
That the winds will change
Mirror Mirror on the wall
True hope lies beyond the coast
You're a damned kind can't you see
That tomorrows bears insanity

Gone's the wisdom
Of a thousand years
A world in fire and chains and fear
Leads me to a place so far
Deep down it lies my secret vision
I better keep it safe

Shall I leave my friends alone
Hidden in my twilight hall
(I) know the world is lost in fire
Sure there is no way to turn it
Back to the old days
Of bliss and cheerful laughter
We're lost in barren lands
Caught in the running flames
Alone
How shall we leave the lost road
Time's getting short so follow me
A leader's task so clearly
To find a path out of the dark

Chorus (2):
Mirror Mirror on the wall
True hope lies beyond the coast
You're a damned kind can't you see
That the winds will change
Mirror Mirror on the wall
True hope lies beyond the coast
You're a damned kind can't you see
That the winds will change

Even though
The storm calmed down
The bitter end
Is just a matter of time

Shall we dare the dragon
Merciless he's poisoning our hearts
Our hearts

How shall we leave the lost road
Time's getting short so follow me
A leader's task so clearly
To find a path out of the dark

Espelho, Espelho

Longe, muito além da ilha
Vivíamos nas sombras do crepúsculo
Através de dias aterrorizantes e cansativos
Através de aflição e infinita dor

Permanece desconhecida
A minha terra
Um portão secreto
Para nos salvar da queda das sombras
O senhor das águas falou
No silêncio
Palavras de sabedoria
Eu vi o fim de tudo
Esteja atento que a tempestade se aproxima

Refrão (1):
Espelho, espelho na parede
A verdadeira esperança fica além da costa
Vocês são uma raça maldita, não vêem
Que os ventos mudarão?
Espelho, espelho meu na parede
A verdadeira esperança está além da costa
Vocês são uma raça maldita, não vêem
Que o amanhã traz insanidade?

Lá se foi a sabedoria
De milhares de anos
Um mundo em fogo e correntes e medos
Me conduz para um lugar tão longe
No fundo do coração está minha visão secreta
É melhor eu mantê-la a salvo

Devo deixar meus amigos sozinhos
Escondidos no meu corredor do crepúsculo?
Eu sei que o mundo está perdido no fogo
É claro que não há jeito de reverter isso
De volta aos velhos dias
De felicidades e alegrias e risos
Estamos perdidos em terras estéreis
Capturados nas chamas incessantes
Sozinhos
Como deixaremos a estrada perdida?
O tempo está se esgotando então me sigam
A missão do líder é bem clara
Encontrar um caminho para fora da escuridão

Refrão(2):
Espelho, espelho na parede
A verdadeira esperança fica além da costa
Vocês são uma raça maldita, não vêem
Que os ventos mudarão?
Espelho, espelho meu na parede
A verdadeira esperança está além da costa
Vocês são uma raça maldita, não vêem
Que os ventos mudarão?

Mesmo que
A tempestade tenha se acalmado
O fim amargo
É só uma questão de tempo

Devemos enfrentar o dragão?
Sem piedade, ele está envenenando nossos corações
Nossos corações

Como vamos deixar a estrada perdida?
O tempo está se esgotando então me sigam
A missão do líder é bem clara
Encontrar um caminho para fora da escuridão

Esta música é sobre Gondolin a cidade escondida e sua relação profética com o perdão dos Valar que fica do outro lado do oceano em Valinor.

Face the Truth

Narrator:
The moon, the sign of hope
It appeared
When we left the pain of the ice-desert behind
We faced up to the curse and endured misery
Condemned we are
We brought hope, but also lies, and treachery

Encare a Verdade

Narrador:
A lua, o sinal da esperança
Ela apareceu
Quando deixamos para trás a dor do deserto de gelo
Enfrentamos a maldição e suportamos a miséria
Condenados nós estamos
Trouxemos esperança, mas também mentiras e traição

Noldor (Dead Winter Reigns)

Noldor
Blood is on your hands
Your bane's
A tearful destiny

Black clouds will carry
Rain of blood
I've seen it rain

We were lost
On grinding ice
In fear and hunger
Dead winter reigned
In Araman

prebridge:
(You) can't escape
From my damnation
(Nor) run away
From isolation

bridge:
Guilty spoke the one
This deed can't be undone
Hear my words
Fear my curse

chorus:
I know where the stars glow
(And the) sky's unclouded
Sweet the water runs my friend
(But) Noldor
Blood is on your hands
Tears unnumbered
You will set and dwell in pain

Your homeless souls
Shall come to me
There's no release
Slain you might be
Slain you will be
Slain you will be
And the lost
Who will not reach the
House of spirits
(Will) grow old and weary

prebridge

bridge

chorus

I've seen this bitter end
As I've foreseen
The storm and ice
And I could see it
(How) a million died
And I?
The blame's on me
Cause I was not there

prebridge

bridge

chorus

Dead winter reigns
And tomorrow's still unknown
Lies
Condemned and betrayed
Now everything is said
See my eyes
Are full of tears
And a cruel price
We've paid
But still I can't claim
That I'm innocent

Lost

Noldor (O Inverno Rigoroso Reina)

Noldor
O sangue está em suas mãos
Sua destruição é
Um trágico destino

Nuvens negras irão trazer a
Chuva de sangue
Eu vi a chuva

Estamos perdidos
No gelo moído
No medo e na fome
O inverno rigoroso reinou
Em Araman

Pre-bridge:
(Vocês) não podem escapar
Da minha maldição
(Nem) fugir
Da isolação

bridge:
Culpados, disse o escolhido
Esta ação não pode ser desfeita
Ouçam minhas palavras
Temam minha maldição

Refrão:
Eu sei onde as estrelas brilham
E o céu está sem nuvens
Doce a água que corre meu amigo
Mas Noldor
O sangue está em suas mãos
Lágrimas incontáveis
Vocês vão viver em sofrimento

Suas almas sem lares
Virão a mim
Não há libertação
Mortos talvez estejam
Mortos vocês estarão
Mortos vocês estarão
E os perdidos
Que não conseguir alcançar
A casa dos espíritos
(Irá) envelhecer e se exaurir

Prebridge

Bridge

Refrão

Eu vi o fim amargo
Como eu previ
A tempestade e o gelo
Eu pude vê-los
Como milhões morreram?
E eu?
A culpa é minha
Pois eu não estava lá

Prebidge

Bridge

Refrão

O inverno rigoroso reina
E o amanhã ainda permanece desconhecido
Mentiras
Condenados e traídos
Agora tudo está dito
Veja meus olhos
Estão cheios de lágrimas
E um preço cruel
Que pagamos
Mas eu ainda não posso reclamar
Que sou inocente

Perdido

Esta música é sobre o começo da maldição de Mandos - a traição de Feanor que deixou para trás Fingolfin e seu povo, que foram forçados a atravessar o norte gelado do mundo para alcançar a Terra-Média.

Battle Of A Sudden Flame

Oh lord here I stand
Suddely everything's gone
For all Noldor
From now on my life
Is my gift to you
Just lead my fate
To the victory
Of elves

Batalha de Uma Chama Súbita

Oh senhor, aqui estou eu
Subitamente tudo se foi
Por toda Noldor
De agora em diante minha vida
É meu presente para você
Apenas guie meu destino
Para a vitória
Dos elfos

Time Stands Still (At the Iron Hill)

Light fails at dawn
The moon is gone
And deadly the night reigns

Deceit

Finally I've found myself
In these lands
Horror and madness I've seen here
For what I became a king of the lost?
Barren and lifeless the land lies

bridge:
Lord of all Noldor
A star in the night
And a bearer of hope
He rides into his glorious battle alone
Farewell to the valiant warlord

chorus
The Fate of us all
Lies deep in the dark
When time stands still at the iron hill

I stand alone
No one's by my side
I'll dare you
Come out
You coward
Now it's me or you

He gleams like a star
And the sound of his horn's
Like a raging storm
Proudly the high lord
Challenges the doom
Lord of slaves he cries

Slowly in fear
The dark lord appears
Welcome to my lands
You shall be damned

bridge

chorus

The iron crowned
Is getting closer
Swings his hammer
Down on him
Like a thunderstorm
He's crushing
Down the Noldor's
Proudest king

Under my foot
So hopeless it seems
You've troubled my day
Now feel the pain

bridge

chorus

The Elvenking's broken
He stumbles and falls
The most proud and most valiant
His spirit survives
Praise our king
Praise our king
Praise our king
Praise our king

O Tempo Não Passa (Na Colina de Ferro)

A luz falha no amanhecer
A lua se foi
E mortal a noite reina

Engano

Finalmente eu me encontrei
Nessas terras
Horror e loucura eu presenciei aqui
Para que eu me tornei um rei dos perdidos?
Estéril e sem vida a terra jaz

Bridge:
Senhor de todos os Noldor
Uma estrela na noite
E um portador de esperança
Ele cavalga rumo à sua gloriosa batalha sozinho
Adeus ao valente senhor da guerra

Refrão
O destino de todos nós
Jaz profundamente na escuridão
Quando o tempo permanece parado na colina de ferro

Eu estou sozinho
Ninguém ao meu lado
Eu vou te desafiar
Venha aqui fora
Seu covarde
Agora sou eu ou você

Ele brilha como uma estrela
E o som de sua trompa
Como uma tempestade feroz
Orgulhosamente o alto senhor
Desafia a destruição
Senhor dos escravos ele chora

Vagarosamente com medo
O senhor do escuro aparece
Bem vindo às minhas terras
Você será amaldiçoado

Bridge

Refrão

O rei da coroa de ferro
Está se aproximando
Balançando seu martelo
Abaixo nele
Como uma trovoada
Ele está esmagando
Pondo abaixo
O mais orgulhoso rei dos Noldor

Sob meus pés
Tão sem esperança ele parece
Você perturbou meu dia
Agora sinta a dor

Bridge

Refrão

O rei dos Elfos foi derrotado
Ele tropeça e cai
O mais orgulhoso e valente
Seu espírito sobrevive
Saúdem nosso rei
Saúdem nosso rei
Saúdem nosso rei
Saúdem nosso rei

Esta música retrata o desafio solitário de Fingolfin um dos mais corajosos e poderosos reis dos elfos ao inimigo do mundo, Morgoth.

The Dark Elf

A dark seed of evil is grown

O Elfo Negro

Uma semente negra do mal é cultivada

Thorn

A black swan
Is born that night
The misty pond
(Has) got a new king
Got a new king
So what can we do
With our lives
When it all begins
It's hard and
It's cruel
Will grace die in pain?
Will light ever rise again?

I'm trapped in darkness
Still I reach out for the stars
I'm moving in silence
I leave it all far behind

Chorus:
Oh at dawn
I'll face the edge of thorns
Oh at dawn
I'll pray at the edge of thorns
Oh at dawn
I'll face the edge of thorns

Let us march on
To the fields of sacrifice
(I'm) wondering why
I'll carry on
Will I betray myself
To rise

In the silence
It's time to explain
(And)
Search for truth in lies
Useful lies
Needless love's damned

What can we do with our lives
When it all begins

Chorus

Come follow me
And you will see
How it will be
When all the pain is gone away

Chorus

Let us march on
Though there's no hope at our side
Let us be brave
Though by glory we are denied
But
Don't you think
It's time for us
To bring to an end
Come play the song of death
The wisdom in us both
Will make it
Special guaranteed
Play the song of death

I'm lost in the depths of his eyes
I can't flee
Inner pain caused insanity
It's deep within
The fear and the hunger
Enslaved and denied
By my love and my enemies
I'm the illgotten son

Chorus

Espinho

Um cisne negro
Nasceu naquela noite
No lago nebuloso
Temos um novo rei
Temos um novo rei
Então o que podemos fazer
Com nossas vidas
Quando tudo começar?
É difícil e
É cruel
A graça morrerá na dor?
A luz se erguerá novamente?

Estou preso na escuridão
Eu ainda tento alcançar as estrelas
Estou me movendo em silêncio
Eu deixo tudo para trás

Refrão:
Oh no amanhecer
Eu enfrentarei a cerca de espinhos
Oh no amanhecer
Rezarei na cerca de espinhos
Oh no amanhecer
Eu enfrentarei a cerca de espinhos

Deixe-nos marchar
Para os campos de sacrifício
Eu me pergunto porque
Irei continuar
Trairei a mim mesmo
Para me erguer?

No silêncio
É hora de explicar
(E)
Procurar pela verdade nas mentiras
Mentiras úteis
O amor sem uso está condenado

O que podemos fazer com nossas vidas
Quando tudo começar?

Refrão

Venha, me siga
E você verá
Como será
Quando a dor se for

Refrão

Deixe-nos marchar
Embora não haja esperança ao nosso lado
Deixe-nos ser bravos
Embora pela glória sejamos negados
Mas
Não pense você
Que é hora de
Chegarmos a um fim
Venha tocar a canção da morte
A sabedoria em todos nós
Fará isso
Com toda garantia
Toque a canção da morte

Estou perdido no fundo dos seus olhos
Não consigo fugir
A dor interna causou insanidade
Está lá no fundo
O medo e a fome
Escravizado e negado
Por meu amor e pelos meus inimigos
Eu sou o filho bastardo

Refrão:

Esta música é sobre Maeglin, o sobrinho de Turgon que dividido entre seu povo e sua amada trai o povo de Gondolin revelando a localização da cidade escondida a Morgoth.

The Eldar

I've seen the moon
And the first sunrise
I'll leave it to the memories
And kiss the wind goodbye

Chorus:
For the Eldar
I'm trapped inside this dream
Of the Eldar's song of doom

I've tasted poison
When I drank the wine of fate
But the fear was in my heart
I realized too late
The house of spirits call

Chorus:
For the Eldar
I'm trapped inside this dream
Of the Eldar's song of the doom

High's the fee
Soon my spirit will return
Welcome dawn
Your light will take me home

I say farewell

Chorus:
To the Eldar
I'm trapped inside this dream
Of the Eldar's song of doom

O Eldar *

Eu vi a lua
E o primeiro nascer do sol
Guardarei isso na memória
E direi adeus ao vento

Refrão:
Pelo povo de Eldar
Eu estou preso dentro desse sonho
Da canção de destruição dos Eldar

Eu provei do veneno
Quando eu bebi do vinho do destino
Mas o medo estava em meu coração
Eu descobri muito tarde que
A casa dos espíritos chama

Refrão:
Pelo povo de Eldar
Eu estou preso dentro desse sonho
Da canção de destruição dos Eldar

Alto é o preço
Em breve meu espírito irá retornar
Bem vindo amanhecer
Sua luz me levará para casa

Eu digo até logo

Refrão:
Pelo povo de Eldar
Eu estou preso dentro desse sonho
Da canção de destruição dos Eldar

* Eldar: O "Povo das Estrelas", Elfos que atenderam o chamado dos Valar e abandonaram a Terra Média, migrando para as Terras Imortais.

Esta música retrata o destino dos elfos que deixaram Aman para viver na Terra-Média sob a ilusão de grandeza e que acabaram obrigados a enfrentar o temível poder de Morgoth.

Nom the Wise

Narrator (Beren?):
Thus he died
Nom the Wise
Lord of the caves and friend of man
Fair and noble
Most beloved of the Noldor race
Paid the price, he redeemed the oath
Farewell my friend, farewell

Nom, o Sábio

Narrador (Beren?)
Assim ele morreu
Nom, o sábio
Senhor das cavernas e amigo do homem
Leal e nobre
O mais amado da raça dos Noldor
Pagou o preço, ele cumpriu o juramento
Adeus meu amigo, adeus

* Nom: Finrod, elfo da família dos Noldor, Senhor das cavernas e amigo dos homens, que lhe deram o nome Nom.

When Sorrow Sang

So let me out of it
Out of the cold
To bring back light and hope for all

And so if I could get you in
Just for a little while
Into the songs of sorrow
You might understand

Where am I now
Beyond the dawn
(Where) hope's turned to dust
At all

Immortal love's
Fooled by the hands of doom
That love means death
I realized too soon

Chorus:
Caught in the afterlife
I've gone too far
When sorrow sang softly and sweet
The air was filled with tears
Full of sadness and grief
When sorrow sang softly and sweet

I feel like screaming
But I can't breath in
Shall I wane right now
I will not leave this
World of living
Till she has said
Goodbye

Out in the cold
I still wait for her call
And her last kiss
It shall be release
I can't forget her
Her face will not leave
From the depths of my soul
I long for her

So I heard all about it
Her voice's so clear
She's woven both themes in there
Moved me to tears
The world shall hear this sad song
Song of sorrow song of grief
Can't change the way of his kind
Can't change the way of her kind

Chorus

Quando a Tristeza Cantou

Então me deixe fora disso
Longe do frio
Para trazer de volta luz e esperança para todos

E se eu pudesse coloca-lo
Apenas por um instante
Nas canções de tristeza
Você poderia entender

Onde eu estou agora?
Além do amanhecer
Onde a esperança virou cinzas
Totalmente

O amor imortal é
Enganado pelas mãos do destino
Aquele amor significa morte
Logo eu pude perceber

Refrão:
Preso na vida após a morte
Eu fui muito longe
Quando a tristeza cantou suave e docemente
O ar estava cheio de lágrimas
Cheio de tristeza e mágoas
Quando a tristeza cantou suave e docemente

Tenho vontade de gritar
Mas não consigo respirar
Irei esmorecer agora?
Eu não vou deixar este
Mundo dos vivos
Até que ela tenha dito
Adeus

Lá fora no frio
Eu ainda espero pelo chamado dela
E seu último beijo
Será a libertação
Eu não posso esquecê-la
Sua face não sairá
Das profundezas de minha alma
Eu almejo por ela

Então eu soube de tudo
Sua voz é tão clara
Ela teceu ambos os temas lá
Me levou às lágrimas
O mundo vai ouvir esta triste canção
A canção da tristeza, a canção de mágoa
Não podem mudar a bondade dele
Não podem mudar a bondade dela

Refrão

Esta música é sobre a canção que Lúthien cantou para Mandos nos salões de Mandos quando foi reencontrar seu amado Beren. Através desta música Lúthien conseguiu mudar o destino de ambos e acompanhar Beren em seu destino para fora dos confins do mundo.

Out on the Water

Out on the water
The island of the dead that live
There they dwelt
Until they left the world and
Still their deeds live forth in songs

Lá Fora na Água

Lá fora na água
A ilha dos mortos que vivem
Ali eles moraram
Até que saíram do mundo
Suas ações ainda vivem em canções

The Steadfast

Narrator (Morgoth):
Now truly I am king of the world
Master of fate
Damned shall thy house be
Thou shall not question my power
Nor shall thou defy me further

A Dark Passage

I feel cold
Facing the darkness
The light's gone away
Deep in his castle he said
All land'll be mine
There's one thing for sure
The triumph of shadow is near
Deep in his castle they sang
We shall not rest
Until all will be thyne

All land is mine
You can be sure
Don't dare me
The mighty one screamed

Chorus:
Smashed down the light
I will not rest till I'm king
Valinor's empty now
Allied the elves and men
They shall be damned

Rise of Fall
A dark tale ends

Just wondering how
In the darkness
They found their way
To the right place
Children of the sun
Second kindred
We call their race
Treat them kindly
Born in the east
(Are the) nightfearer
They moved west wards
Towards the sunshine
(They are) morning breath like
Short's their life
(Like) dawn passes by
When the day comes
The field was lost
(And) hope had passed away
The sun went down
Beyond the sea
Dark was the hour
But day shall come again

Chorus

Clean my wounds
Wash away all fear
Let courage be mine
No one hears me crying

No song no tale
Which contains all the grief
(But)
Renowned the deeds
And the victims of defeat

Sit down on your chair
And look out for your kin
With my eyes you'll see
And with my ears you'll hear
You troubled my day
And you've questioned my strength
(But) don't mess
With the master of fate

Chorus

I smashed down the light
And dared Valinor
I smashed down the light
Revenge will be mine

Slowly marching on
Still we're marching on

O Perseverante

Narrador (Morgoth):
Agora realmente eu sou o rei do mundo
Mestre do destino
Amaldiçoada seja tua casa
Tu não questionarás meu poder
E nem irás me desafiar mais

Uma Passagem Escura

Eu sinto frio
Encarando a escuridão
A luz se foi
Nas profundezas de seu castelo ele disse
Toda terra será minha
Uma coisa é certa
O triunfo das sombras está perto
Nas profundezas de seu castelo eles cantaram
Não iremos descansar
Até que tudo seja teu

Toda terra é minha
Você pode estar certo disso
Não me desafie
O ser poderoso gritou

Refrão:
Esmaguei a luz
E não descansarei até ser o rei
Valinor* está vazia agora
Aliada aos elfos e aos homens
Eles serão amaldiçoados

O início da queda
Um conto negro termina

Apenas imaginando como
Na escuridão
Eles encontraram seu caminho
Para o lugar certo
Filhos do sol
Segunda família
Nós chamamos de sua raça
Trate-os amavelmente
Nascidos no leste
São aqueles que temem a noite
Eles avançaram para o oeste
Em direção à luz do sol
Eles são como o sopro da manhã
Suas vidas são curtas
Como a passagem do amanhecer
Quando o dia chegou
O campo estava perdido
A esperança se foi
O sol se pôs
Além do mar
Escura era a hora
Mas o dia deverá vir novamente

Refrão:

Limpe minhas feridas
Todo o meu medo
Deixe a coragem ser minha
Ninguém me ouve chorando

Nenhuma canção, nenhum conto
Que contenha todo o sofrimento
Mas
Os feitos renomados
E as vítimas derrotadas

Sente-se em sua cadeira
E procure por sua família
Com meus olhos você verá
E com meus ouvidos você ouvirá
Você perturbou meu dia
E questionou minha força
Mas não se meta
Com o senhor do destino

Refrão

Eu esmaguei a luz
E desafiei Valinor
Eu esmaguei a luz
A vingança será minha

Lentamente marchando
Nós ainda estamos marchando em frente

* Valinor: Terra dos Valar, "os Poderes do Mundo". Um grande país cujas terras seriam as mais belas do mundo. Lá vivem os Valar e Maiar.

Esta música retrata a batalha das lágrimas inumeráveis, onde Morgoth triunfou sobre a aliança de elfos e humanos e capturou Húrin pai de Túrin amaldiçoando-o e a seus familiares.










Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Blind Guardian"

Sinbreed: Um álbum "ame-o ou deixe-o"
Separados no nascimento: Hansi Kürsch e Phil Collins
Sinbreed: novo trabalho da banda com membros do Blind Guardian
Iced Earth: jam com Hansi Kürsch, do Blind Guardian, na Alemanha
Melhores de 2013: as escolhas de Marcus Siepen, do Blind Guardian
Blind Guardian: participação de Hansi no novo CD do Iced Earth
Blind Guardian: Hansi participa do novo álbum do The Unguided
Blind Guardian: Marcus Siepen participa de CD da Metacrose
Blind Guardian: entrevista com Thomen Stauch para o BGBrasil
Compridas: As músicas mais longas de grandes bandas
Stranded Guns: nova banda de ex-baterista do Blind Guardian
Blind Guardian: preparando um álbum agressivo para maio?
Blind Guardian: dissecando o "Nightfall In Middle Earth"
Tolkien: A influência do autor no rock e no heavy metal
Elric: influência para a NWOBHM, Blind Guardian e muitos outros

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Higor Maia

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Higor Maia no Whiplash.Net.

Sobre Fernando P. Silva

Fernando Silva é membro do Whiplash! e responsável pela seção de traduções. Colaborando com o site há mais de 5 anos, é quem organiza e revisa todas as traduções que são publicadas nesta seção, contando também com o auxílio de amigos e colaboradores do site. Eclético, curte desde o blues e um bom rock n' roll até o melhor do hard e do heavy, sendo o Metallica (até a eternidade) sua banda preferida. Correções de material postado anteriormente, críticas ou sugestões para novas traduções podem ser feitas através do contato direto com o autor. Email: [email protected].

Mais matérias de Fernando P. Silva no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas