Tomati - Entrevista com o guitarrista do Jô Onze e Meia.

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tomati - Entrevista com o guitarrista do Jô Onze e Meia.


  | Comentários:

"Carlos Nascimento, TOMATI, guitar player". Assim vem escrito no cartão de visitas do guitarrista do sexteto Onze e Meia, do programa do Jô Soares. Seu bunker fica na Vila Santa Catarina, SP, cujas paredes são forradas de posters de Santana, Van Halen, Hendrix, Vernon Reid, Robben Ford e outros rock stars. Usando um chapéu cubano, diz, aos 33 anos de idade, que nunca ouviu rock e que ama João Gilberto, mas elogiou muito Slash e Angus Young, e matou 9 dentre os 10 sons da cabra-cega - dizendo o nome das músicas e até acompanhando ipsis-literis passagens de guitarra. Os verdadeiros artistas são assim mesmo, geniais e contraditórios.

Entrevista por Paulo Haroldo

Whiplash! / Por quê TOMATI?

Tomati / (apontando para um fusca-baja todo vermelho em um poster) Eu apelidei esse fusca-baja de Tomati, foi meu primeiro carro. Eu ia sempre pegar onda no píer de Mongaguá (interrompe e diz "queria mandar um abraço pra galera lá de Mongaguá") e o pessoal já ia chegando "e aí Tomati?". Eu dizia "não, bicho, tomati é o meu carro...", mas não adiantou, pegou em mim.

Whiplash! / Qual a sua formação?

Tomati / Comecei como autodidata, tirando tudo de ouvido, depois tive aulas particulares com Luís Antonio Ruiz, depois estudei no CLAM por 4 anos (2 de violão e 2 de guitarra) e finalmente estudei durante um ano no G.I.T. (Guitar Institute Of Technology), que não tem nada a ver com o I.G.T. do Wander Taffo, a não ser a filosofia. Foi lá no G.I.T. que eu aprendi a tocar com palheta. Aliás, na minha opinião o I.G.T. do Wander é a melhor escola de guitarra do país, por ser uma coisa bem direcionada para isso.

Whiplash! / Nessa época você era magrinho...

Tomati / Até a semana passada eu ainda era magrinho (gargalhando).

Whiplash! / Eu acho que o I.G.T., assim como o G.I.T., forma guitarristas com muita técnica e pouco feeling (como o Edu Ardanuy). Antigamente os guitarristas eram mais autodidatas, como o Wander, o Faiska, o Luís Carlini, que pareciam ter mais garra e espontaneidade.

Tomati / Concordo, lógico. Só que a proposta do G.I.T. é formar profissionais da guitarra, gente que possa fazer qualquer coisa com a guitarra, não gênios.

Whiplash! / Do quê você mais gosta, musicalmente?

Tomati / Acho que o que eu mais gosto é... bossa nova. João Gilberto... do jeito que ele canta, as harmonias dele... gênio, gênio, gênio.

Whiplash! / Não sei mas... parece-me que ele é muito mais gênio para os músicos do que para o público em geral...

Tomati / Cara... ele é animal! (rindo). Eu gosto dos ritmos brasileiros. E eu toco berimbau também... mostrei o som do berimbau pro Ben Harper e ele colocou no começo de uma música do novo disco dele.

Whiplash! / Fale sobre esse seu 1º cd ("TOMATI Homeless Trio - Live in São Paulo" - gravado no Sanja Jazz Bar, em outubro/98).

Tomati / Esse CD era um cartão de visitas que eu estava fazendo pra chegar nos EUA. Eu estava me mudando de volta para os EUA no final de 97 - aqui eu acompanhava vários artistas e isso simplesmente não estava me satisfazendo. Aí resolvi voltar pra gringolândia - já que meu som é gringo - pois aqui não há espaço para som instrumental, na TV, etc. Ainda não. Ou seja, é um CD que não teve nenhum objetivo comercial, é apenas um registro das minhas músicas.

Whiplash! / Mas você nem chegou a mostrá-lo lá nos EUA...

Tomati / É, eu estava tocando com a Fafá de Belém - fiquei um ano e meio com ela, fazendo shows lotados em Portugal, Cabo Verde, etc. -, aí a Fafá resolveu mudar a banda e eu pensei... vou sair fora. Aí fiz uma canja no programa do Jô e duas semanas antes de eu ir embora o pessoal da produção me ligou e disse "olha, o Rubinho (antigo guitarrista, falecido em 1998) está hospitalizado e o Jô quer saber se você pode substituí-lo". Eu disse "lógico". Ele ainda perguntou "você se importa de colocar a roupa do sexteto (na época, quinteto)?". Aí eu cheguei para o diretor do programa e perguntei "mas quando ele vai se recuperar? Eu tenho viagem marcada para os EUA" e ele respondeu... "do jeito que tá indo..." O Jô ainda me disse "mesmo que o Rubinho volte, eu quero que você fique". Só que o Rubinho não voltou e eu preferi cancelar a viagem e ingressar no sexteto. Na Rede Globo temos ainda uns 2 anos de contrato e o programa do Jô estréia no dia 3 de abril.

Whiplash! / Os programas são gravados no Rio?

Tomati / Não, são gravados em SP, em um estúdio construído aqui na (Av.) Luís Carlos Berrini, duas vezes por dia. Lá é legal por que eu posso me soltar mais, não é como quando eu tocava com a Fafá, que eu não podia extrapolar nos solos.

Whiplash! / Já aconteceu de você errar no meio do programa?

Tomati / Uma vez aconteceu uma coisa absurda. Um político chamado Néfi Tales foi lá falar do projeto do aerotrem. Eu, sabendo que ele iria, coloquei na cabeça de fazer o barulho do trem na guitarra, assim como o Steve Vai faz, na hora que o cara falasse nisso. Só que o cara ficou falando de outras coisas e eu me fixei na idéia do aerotrem. Quando o cara falou de passagem sobre o aerotrem eu atravessei com o maior barulho na guitarra... vréééuummm!!!! O Jô parou e falou "o que é isso menino??". Eu fiquei totalmente sem graça, pensando na mancada que tinha feito. Depois recebi um e-mail de um telespectador dizendo "meu, adorei, você mandou um aerotrem na cabeça daquele cara!". Eu me senti realizado com isso... pelo menos alguém me entendeu.

Whiplash! / E esses shows com o Jô tocando trumpete?

Tomati / Maravilhosos, lotação esgotada. Fizemos uma temporada no Bourbon Street e no Tom Brasil (ambos em SP) e disso vai sair um CD ainda neste 1º semestre. Tá demais. Tenho carta branca pra tocar como eu quiser, eu sou um artista lá - não estou acompanhando um artista.

Whiplash! / Mas o Jô toca aquele trumpete só pra enganar, né?

Tomati / Pô, cara, o que mais me impressionou foi isso... Nós ficamos uns 2 meses ensaiando para esse show. Saíamos do programa e íamos pra casa dele ensaiar, toda noite. Ele tirou um solo do Chet Baker lá no SBT e eu só pensei "humm... não vai dar certo... ele vai ficar nervoso na hora H..." Só que de um dia para o outro ele melhorava 100%.

Whiplash! / Particularmente, achei que o Jô ganhou com a sua entrada. O Rubinho era uma figura exótica e tal, mas um pouco apagado. Você deu um colorido maior ao programa. Não fica encabulado ou nervoso quando ele mexe com você?

Tomati / Ah não... o Jô é um molecão, fica sempre zoando a gente.

Whiplash! / Tem gente que acha o Jô metido a sabe-tudo, arrogante.

Tomati / (pensativo) Quem acha isso dele acha isso de todo mundo... E ele sabe tudo mesmo, qual o problema? (rindo)

Whiplash! / Mudando de assunto... o que você toca lá no Soul 7 (casa noturna de SP onde ele se apresenta atualmente) ?

Tomati / No Soul 7 é um caso à parte por que é uma jam session, não há nada ensaiado, absolutamente nada. Toco lá apenas por prazer, não para ganhar dinheiro.

Whiplash! / Mas a banda é sempre a mesma?

Tomati / Também não... o único fixo sou eu. O Cuca Teixeira (baterista do Homeless Trio) toca com o Fábio Júnior e nem sempre pode ir. O Thiago (do Espírito Santo, baixista do Homeless Trio) também nem sempre pode ir, então varia toda noite, às vezes na mesma noite. Gosto de colocar a galera nova pra tocar também, botar os caras na fogueira... como aconteceu com o Thiago.

Whiplash! / Aliás eu gostaria de agradecer por você ter tocado a música que eu pedi (Lenny, do Stevie Ray Vaughan). O baixista acertou direitinho a linha da música.

Tomati / E ele não conhecia a música...

Whiplash! / Quais são suas principais influências "guitarrísticas"?

Tomati / O pessoal da bossa nova, Baden Powell, "Pastor" Hélio Delmiro, Ricardo Silveira. Lá fora, Joe Pass, Tommy Bolin, Santana e Jeff Beck ("amei o show dele aqui... muita sonzeira!!"). A guitarrista dele, Jennifer Batten, dava aula no G.I.T. quando eu estudava lá e fez shows com o Michael Jackson. Depois montou uma banda chamada Tribal Tech, com quem eu já toquei. Mas para mim, o mais virtuoso de todos é Scott Henderson.

Whiplash! / E o Steve Morse, que já ganhou vários prêmios de melhor guitarrista?

Tomati / Não, não faz a minha linha... toca muito certinho, não faz qualquer coisa, assim como o Steve Vai não faz qualquer coisa. Para mim o Steve Vai não é o maior guitarrista do mundo, por que eu assisti a dois shows seguidos dele e ele só toca aquilo que está no disco, do jeito que está no disco, sem improvisação. Mas a molecada gosta... vai ao show pra ver "como o cara toca aquela parte?". O Steve Vai é pura imitação do Van Halen.

Whiplash! / E o Van Halen?

Tomati / Genial, genial... Van Halen é o mestre, Steve Vai é o aluno. O Van Halen revolucionou o instrumento.

Whiplash! / (apontando para um poster) E o Robben Ford?

Tomati / Tive aula com ele. Lá nos EUA o artista tem a facilidade da indústria da música. O Robben é um autodidata que usou essa facilidade. Eu também me identifico muito com o Jimi Hendrix, que é negão como eu (rindo).

Whiplash! / O que me admira no Hendrix é que ele viveu exclusivamente para a guitarra. Já o Van Halen parece que deu uma estagnada a partir de "Jump", onde também toca teclados...

Tomati / Pô, mas e o solo que tem em Jump? É demais...

Whiplash! / Você sabe tocá-lo?

Tomati / Se eu quiser, sai igualzinho, o problema é que você só consegue atingir o mesmo timbre se adaptar o seu equipamento.

Whiplash! / Com quem você já tocou?

Tomati / Mike Stern ("já fiz som pra ele aqui no Brasil"), Supla ("o som mais pesado que eu fiz, mas não foi lançado - se chamava Bossa Furiosa"), Tribal Tech com Scott Henderson e Gary Willis.

Whiplash! / E de quem mais você gosta no rock?

Tomati / Ah... gosto do Angus Young pra caramba, do ZZ TOP, do Van Halen, do Joe Satriani, do Slash pra caramba. Do Eric Clapton gosto mais da parte artística, da relação das composições com a vida dele. Me amarro nele. Mas guitarrista mesmo é Scott Henderson... e não é por ser meu amigão.

Whiplash! / Quais as guitarras que você usa?

Tomati / Gibson 335; Fender Stratocaster 1973 com 3 captadores; uma John Suhr que tem 5 captadores e portanto dá mais variações de som - é hiper segura e não desafina; uma guitarra fretlless (sem trastes) que o Tigueiz fez pra mim; uma guitarrona acústica Cort (com a qual eu gravei o disco do Jô); um violão Del Vecchio feito pra mim; uma guitarra canadense sintetizada Godin; e duas Samick, uma acústica - que eu usei no programa do Jô - e uma elétrica indie model, que é a mais metaleira que eu tenho. De vez em quando eu pego essa guitarra e vou dar canja lá na praia de Camburi com o Tigueiz.

Whiplash! / Nunca usou Gibson Les Paul?

Tomati / Já usei Ibanez Les Paul, minha primeira guitarra. Agora estou indo pra Los Angeles, pra NAMM show, e vou desenvolver um trabalho com a Gibson.

Whiplash! / Qual guitarra você vai levar?

Tomati / Nenhuma. O Mike Stern ficou de me dar uma de presente.

Whiplash! / Som acústico... você tem alguma coisa voltada para isso?

Tomati / O cd que eu vou lançar ainda nesse semestre, com músicas de MPB, é quase todo acústico, embora tocado de uma maneira guitarrística. Eu canto nesse CD também. Agora, comecei cedo com violão, com 7 anos já tirava Baden Powell de ouvido.

Whiplash! / Gosta de hip hop?

Tomati / Gosto, no sentido de que parece um repente... é legal.

Whiplash! / Música eletrônica?

Tomati / Não, não gosto.

Whiplash! / Bem, vamos para a cabra-cega. Você terá que adivinhar quem está tocando as músicas cujos trechos vai ouvir agora:

Always With Me, Always With You - Joe Satriani

Tomati / Always With Me, Always With You, Joe Satriani (matando no ato).

Midnight / Jimi Hendrix

Tomati / Hendrix!

3) For The Love Of The Gods - Steve Vai

Tomati / For The Love Of The Gods, Steve Vai (de primeira)

4)RDNZL / Frank Zappa

Tomati / (demora um pouquinho) Zappa!

5) I Can’t Stand The Rain - Robben Ford

Tomati / (demora um pouquinho) Robben Ford! (em seguida começa a tirar o som de ouvido)

6) Blues For T.J. / B.B. King com Larry Carlton

Tomati / B.B. King! (no ato)

7) Cruise Missile / Steve Morse

Tomati / (primeiro acompanhando na guitarra) Steve Morse!

8) Big Block / Jeff Beck

Tomati / (acompanhando igualzinho na guitarra)... Beck, Beck!!

9) Facing The Animal / Yngwie Malmsteen

Tomati / (demorando um pouquinho) Uuuhhh... Malmsteen!!!

10) Surf’s Up! / Warren De Martini com Dweezil Zappa

Tomati / (Demora e...) Geoff Howe?? Aí não consegue matar. Beleza, nota 9.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Entrevistas
Todas as matérias sobre "Tomati"

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas