Iron Maiden: Um dos itens mais legais para fãs

Resenha - Eddie's Archive (1st Edition) - Iron Maiden

  

Por Eduardo Bianchi Rolim
Enviar correções  |  Comentários:   | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Trago para vocês um dos itens mais legais que um fã de Iron Maiden pode ter: Eddie's Archive.

Lançado em 16/novembro/1999 e trazendo gravações de 20 anos da banda, esse "casket" - e aqui a tradução mais próxima fica para "guarda-jóia" - é um lindíssimo material em metal, riquíssimo em detalhes, com acabamento realmente de primeira linha, especialmente preparado para os mais fanáticos pela banda. Para "normalizar" as possíveis traduções, passarei a chamar o item com o termo mais genérico possível: "caixa".

A caixa traz 3 CDs duplos, com duração total de 6h18m ; a "árvore genealógica" da banda até então (presa por um anel de metal do Eddie) e um shot glass.

Imagem
Como o Eddie's Archive foi lançado em edição limitada, muitos fãs não puderam ter acesso ao material (mesmo com o alto preço praticado na época). Alguns anos depois, muitos fãs queriam um relançamento da caixa, o que também deixou os primeiros compradores chateados com a possibilidade do item perder sua característica de "colecionador".

O relançamento foi feito e a direção da banda, em janeiro/2007, através de Rod, se pronunciou oficialmente sobre o assunto, afirmando que a "2nd Edition" viria assim marcada, claramente, na embalagem e no fundo da caixa, por exemplo, além da cor "azul" ser alterada para "vermelho" por dentro (vide foto aqui). A segunda edição também não teria mais a limitada numeração, prestigiando, assim, os primeiros fãs.

Imagem
Abaixo trago algumas curiosidades de cada CD duplo (além das já comentadas nas fotos mais ao final do post e das que podem ser observadas nas próprias fotos).

BBC ARCHIVES - CD 1

A banda gravou em 14/novembro/1979 para a BBC Radio, para o então também novo programa Friday Rock Show (criado 13 meses antes e que ficou no ar até 1988, e que estreou com Def Leppard e depois com o Samson, banda que contava então com o vocalista "Bruce Bruce"), as 4 músicas que apareceriam no primeiro e homônimo álbum da banda, lançado em abril do ano seguinte.

A banda, ali, era composta por Steve Harris, Paul Di'Anno, Dave Murray, Tony Parsons (guitarra) e Doug Sampson (bateria).

Inscreva-se no Whiplash.Net no YouTube

No Reading de 1982, ou seja, na tour do The Number Of The Beast, a banda já contava com Bruce e Adrian (no lugar de Dennis Stratton) na banda, além do excelente Clive Burr na bateria.

BBC ARCHIVES - CD 2

Com o NWoBHM estourando para as massas, o Reading 1980 trazia as sensações da época Def Leppard e Iron Maiden, sendo o Maiden responsável por abrir o show do UFO (desnecessário comentar aqui a apreciação de Harris pela banda headliner da noite - Bruce também é fã da banda). Naquela noite, o Samson, com Bruce, também tocou.

Inscreva-se no Whiplash.Net no YouTube

Por fim, a performance da banda no Monsters Of Rock 1988, em Donington, com a chamada formação clássica da banda. Para quem quiser se aprofundar, este post aqui traz esta noite em detalhes.

A ilustração da capa é obra do formidável Derek Riggs (e que, sejamos honestos, a banda deveria resolver logo as diferenças e voltar a trabalhar URGENTEMENTE com ele - os Eddies de hoje são piada perto dos desenhos de Derek).

BEST OF THE B'SIDES - CD 1

Como o próprio nome sugere, a banda traz ali um apanhado de b-sides e covers, onde é possível observar claramente as influências dos músicos. Neste primeiro CD, conferem-se as gravações da década de 80, contando com a ótima Reach Out, escrita por Dave Colwell e muito bem cantada por Adrian Smith, com o luxo de um Bruce Dickinson para os backing vocals. Cada música tem uma ou outra curiosidade muito interessante trazida por Rod e trarei algumas a seguir.

O disco é aberto com Burning Ambition, uma das primeiras músicas de autoria de Steve, ainda nos tempos de Gypsy's Kiss, e saiu no single Running Free (1980) - que, por sinal, marca a primeira aparição oficial do Eddie.

Outra música dos primórdios de Steve é Invasion, do single Women In Uniform (1980). Esta versão é uma nova gravação do "The Soundhouse Tapes" e já aponta o interesse de Harris por história.

Já I've Got The Fire mostra a paixão da banda por Montrose.

A Black Bart Blues é uma "homenagem" à armadura de Bruce chamada Black Bart.

Inscreva-se no Whiplash.Net no YouTube

BEST OF THE B'SIDES - CD 2

Já o disco 2 é composto por faixas dos anos 90 e vai até os singles The Wicker Man e Out Of The Silent Planet, ambos de 2000 e já contando com o retorno da dupla Adrian-Bruce para a gravação do Brave New World.

É aberto com All In Your Mind, música da banda Stray que Steve gostava na época. Saiu originalmente no single Holy Smoke (1990).

I'm A Mover é a ótima faixa do Free, banda que Murray é fã e possui inclusive uma guitarra de Paul Kossoff. Saiu no single Bring Your Daughter To The Slaughter também de 1990.

Communication Breakdown é talvez o b-side mais famoso da banda e os nomes Page/Bonham/Jones/Plant dispensam apresentações. Também saiu no Bring Your Daughter To The Slaughter.

Montrose é novamente lembrando em Space Station No. 5. Fez parte originalmente do single Be Quick Or Be Dead (1992).

Roll Over Vic Vella é muito conhecida entre os fãs também e saiu no single From Here To Eternity (1992). É uma adaptação de Steve ao clássico do Chuck Berry. Rod conta que, quando conheceu a banda em 1979, Vic era o "tour manager", o cara da segurança, o roadie, o engenheiro de som... ele trabalhou com o Maiden até o mais ou menos a metade dos ano 80, quando se aposentou - mas ainda mantém contato próximo com a banda, especialmente Steve, em alguns trabalhos na casa do baixista. A música é, portanto, um tributo a este que é um dos mais importantes amigos da história do Iron Maiden.

Justice Of The Peace e Judgement Day, ambas presentes no single Man On The Edge (1995). Já com Blaze Bayley na banda, foram feitas na época do X-Factor, mas não entraram no CD por uma razão técnica: não cabiam!

My Generation é outra música bem conhecida, a a versão do Maiden para o clássico do The Who. Já Doctor Doctor, hoje em dia, é praticamente uma música do Iron Maiden... largamente usada pela banda em aberturas de shows até hoje, o clássico do UFO é aguardado sempre com muita expectativa e é a música que indica que o show vai começar! Ambas saíram no single Virus (1996).

A "curiosa" ilustração da capa, digamos assim, é de Mark Wilkinson (L-Space Design). Os discos têm duração de 2h14m.

Inscreva-se no Whiplash.Net no YouTube

Claro que, por ser uma coletânea de b-sides, algumas faixas originais ficaram de fora deste duplo. Entre elas, Mission From 'Arry' (do single 2 Minutes To Midnight); Massacre (cover do Thin Lizzy do single Can I Play With Madness); Bayswater Ain't A Bad Place To Be (do single Be Quick Or Be Dead) e I Live My Way (do single Man On The Edge), além de outros b-sides que a banda já tocou ao-vivo.

BEAST OVER HAMMERSMITH - CDs 1 e 2

O famoso show de 20/março/1982, com a banda contando com o recém-chegado Bruce Dickinson. Com duração de 1h35m e produzido por Doug Hall e Steve Harris, o show da The Beast On The Road Tour foi realizado no Hammersmith Odeon e gravado 2 dias antes do lançamento do próprio álbum de estúdio (apenas o single Run The The Hills já estava disponível).

O encarte do CD traz as datas da The Beast On The Road Tour e lista os instrumentos e equipamentos de cada músicos, com fotos e a assinatura de cada um deles (a banda ainda tinha Clive Burr).

Uma versão abreviada do show está disponível no disco 1 do DVD The Early Days. A banda pretendia lançar o show em VHS, mas não ficou satisfeita com a qualidade da filmagem devido aos problemas com iluminação na noite.

Inscreva-se no Whiplash.Net no YouTube

Acesse a matéria original no Minuto HM para ver o material completo, com diversas fotos mostrando cada item do Eddie's Archive em detalhes e uma nota do redator sobre a caixa.

http://minutohm.com/2012/07/17/eddies-archive-1st-edition...

  

Iron Maiden
Segunda parte da turnê "The Book of Souls"

Iron Maiden
Veja fotos do trabalho de recuperação do Ed Force One

Nomes científicos
Nova espécie em tributo ao Dio e outras homenagens

Bruce Dickinson
Irritado com piadinhas sobre sexo oral

Black Sabbath
Tony Iommi explica a diferença entre Dio e Ozzy Osbourne

David Bowie
"Perdi a virgindade com ele, aos 15 anos de idade"

Sepultura
Max diz que Paulo Jr. não era tão bom

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Eduardo Bianchi Rolim

Paulistano, nascido em 1982, bacharel em Sistemas de Informação pelo Mackenzie e pós-graduado em Administração de Empresas (CEAG) pela FGV. Tem como paixão as bandas Iron Maiden e MetallicA, mas é fã de rock e metal internacional em geral. Alguns hobbies são: acompanhar o time do coração, Corinthians; doente por Back To The Future e Indiana Jones; viajar; Playstation; jogar o eterno Duke Nukem 3D. Carros em geral e F1 em especial. Tudo que pode ser relacionado à tecnologia (software e hardware). Ama os velhos receivers valvulados e aquelas maravilhosas caixas pesadas e potentes. Fã do Whiplash desde os primórdios. Criador e administrador do Minuto HM (www.minutohm.com), o blog da família do Heavy Metal (Twitter: @minutohm).

Mais matérias de Eduardo Bianchi Rolim no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em maio: 1.516.623 visitantes, 3.493.157 visitas, 8.578.731 pageviews.